NFL

No Huddle – Greg Schiano deixa cargo nos Patriots e Doug Baldwin com longa recuperação

Greg Schiano, novo coordenador defensivo do New England Patriots

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Em uma decisão totalmente surpreendente, Greg Schiano deixou seu cargo na comissão técnica do New England Patriots, apenas semanas depois de ser contratado. Schiano, cuja contratação nunca foi oficialmente anunciada pela franquia de Foxborough, anunciou a decisão em um comunicado conjunto com o head coach Bill Belichick emitido pelos Pats.

“Este não é o resultado de qualquer evento, mas sim a percepção de que preciso dedicar mais tempo à minha fé e família. Eu não quero olhar para trás daqui a alguns anos e desejar ter feito as coisas de forma diferente. Portanto, estou me afastando do esporte para recalibrar minhas prioridades”, falou Schiano, na nota oficial.

– Doug Baldwin, wide receiver do Seattle Seahawks, está com cirurgia para corrigir uma hérnia esportiva marcada e mais detalhes sobre o seu cronograma de recuperação foram divulgados. Em participação na ‘710 ESPN Seattle’, o técnico Pete Carroll falou sobre o assunto ao ser questionado se havia quaisquer preocupações relacionadas à terceira cirurgia nesta offseason pela qual Baldwin passará.

“Isso simplesmente teve um tremendo efeito sobre ele. Foi um tremendo golpe para ele no ano passado durante a temporada. Ele é um garoto durão, e um garoto competitivo, que suportou isso. Mas ele terá uma cirurgia que exigirá de seis a oito semanas de recuperação chegando em breve. E tem sido um grande fardo para ele. Se alguém pode fazer isso, é ele”, afirmou o head coach.

– Sean Payton, técnico do New Orleans Saints, não esconde frustração pela saída do running back Mark Ingram, que acabou fechando contrato de três anos com o Baltimore Ravens nesta free agency. “Aconteceu muito rapidamente. Olhe, eu estou empolgado pela oportunidade de Mark. Ele foi um tremendo, tremendo jogador e líder para nós. Foi frustrante porque senti que houve pouco diálogo. Pelo menos, normalmente, eu posso me reunir com o jogador, e eu não fui capaz de fazer isso, então especificamente como se desdobrou para mim é algo um pouco nebuloso. Tentei mandar mensagens para ele, tentei ligar para ele, mensagem direta. Ele me mandou uma mensagem de volta e, no dia seguinte, não pudemos conversar”, falou Payton durante o Annual League Meeting, segundo a página oficial dos Saints no Facebook.

– Mike Brown, proprietário do Cincinnati Bengals, explica voto contrário às mudanças nos replays para interferência no passe aprovadas nesta semana. “A razão pela qual somos contra é que isso interrompe o jogo. Muda a característica do jogo, na minha cabeça. Eu acho que é meio estranho ver pessoas sentadas esperando alguém em Nova York dizer que é ou não é. Eu prefiro apenas jogar o jogo”, frisou.

O proprietário dos Bengals também falou sobre uma futura extensão de contrato com o quarterback Andy Dalton e frisou que o signal caller precisa voltar aos trilhos para justificar um novo investimento de dinheiro da organização. “Eu acho que é um bom ano para (Dalton) mostrar o que pode, como achamos que ele irá. Depois que ele se restabelecer, nós gostaríamos de sentar com ele e ver se conseguimos estender”, observou o executivo, segundo o jornal ‘The Cincinnati Enquirer’.

– Os advogados de Robert Kraft entraram com uma moção para excluir a evidência de vídeo em seu caso de prostituição. O proprietário do New England Patriots e outros 24 acusados entraram com uma moção anteriormente para evitar que o vídeo fosse divulgado publicamente.

– O quarterback Eli Manning rasgou elogios ao wide receiver ex-companheiro de New York Giants, Odell Beckham Jr.. “Provavelmente Odell é o jogador mais talentoso (com quem já joguei). Ele é muito talentoso”.

– O head coach John Harbaugh falou sobre o estilo de jogador que o Baltimore Ravens está procurando. “Não estamos recebendo ligações de alguns caras. Ok. Não queremos falar com esses caras. Queremos caras duros.

– Ed Oliver, defensive lineman de Houston Cougars, teve um bom dia no Pro Bowl de sua faculdade, o que pode ter feito muitos reconsiderarem a posição em que ele será draftado.

– Jim Irsay, proprietário do Indianapolis Colts, exaltou o trabalho do general manager Chris Ballard. “Tenho que dizer bravo para isso (seu trabalho)”.

– O head coach Freddie Kitchens prometeu que o running back Duke Johnson terá seu espaço no Cleveland Browns. “Não sei porque assumiram que íamos trocá-lo. Duke Johnson vai ter um papel na nossa equipe”.

– Bruce Arians, head coach do Tampa Bay Buccaneers, acredita que o wide receiver Chris Godwin irá ter uma grande temporada em 2019. “Acho que ele vai ficar perto de 100 recepções porque ele pode jogar no slot. Ele nunca sai de campo”.

Comments
To Top