NFL

No Huddle – Família de Junior Seau chega a acordo com a NFL por seu suicídio

Junior Seau, ex-linebacker da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A família do ex-jogador Junior Seau chegou em um acordo com a liga no processo por morte causada por negligência relacionada ao suicídio em 2012 do linebacker do San Diego Chargers. A solução do caso é confidencial e vem após a família ter optado por sair do acordo de concussão com a liga, que paga até US$ 4 milhões para famílias de jogadores que tinham encefalopatia traumática crônica.

Fico feliz que isso esteja resolvido para eles (os quatro filhos de Seau), para que possam seguir em frente com suas vidas. Demorou muito tempo. Isso foi frustrante, mas foi resolvido com sucesso e isso é bom”, declarou o advogado da família Steven Strauss.

– A NFL reconheceu que uma marcação errado custou ao Cleveland Browns a recuperação de um fumble na derrota para o Oakland Raiders. O lance ocorreu com seis minutos e 39 segundos para o fim da partida, quando Derek Carr perdeu a bola e Myles Garrett a recuperou. O juiz marcou que o avanço do quarterback havia acabado, interrompendo o lance.

– Mark Ingram, running back do New Orleans Saints, está ansioso para voltar a jogar depois de cumprir suspensão de quatro partidas. “(Os domingos) foram um saco, não foram legais. Mas vencemos os jogos e isso fez isso ficar melhor… estou animado. Estou pronto. Estou faminto e pronto para jogar”.

– Rob Gronkowski, tight end do New England Patriots, elogiou Sony Michel. “A linha ofensiva está fazendo um grande trabalho, mas a maneira que (Michel) está correndo com a bola ajuda muito no play-action. Tive duas recepções por causa dele. A maneira como ele corre com a bola, os linebackers respeitam isso. Então ele é grande parte do ataque”.

– Frank Reich, head coach do Indianapolis Colts, não ficou feliz com os drops dos seus recebedores contra o New England Patriots. “Obviamente, os dropas foram inaceitáveis. Vínhamos recebendo bem a bola até as últimas duas semanas, então temos que voltar aos trilhos”.

Comments
To Top