NFL

No Huddle – Dono do New York Jets banca Adam Gase como head coach em 2020

Adam Gase, técnico do New York Jets

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Mesmo em meio a uma campanha pífia de 2-7 e a inquietação dos torcedores, Christopher Johnson, CEO do New York Jets, deu um voto público de confiança ao técnico Adam Gase nesta quarta-feira (13) e assegurou que ele será o head coach da franquia em 2020.

Johnson deixou claro que ele não está contente com a campanha, sobretudo com a derrota para o Miami Dolphins, que até então não havia vencido. Mesmo assim, ele decidiu que não é hora de modificações.

“Eu quero garantir que não haverá mudanças nos treinadores aqui. Adam tem a confiança deste time. Ele tem a confiança de Sam (Darnold). Tem a confiança de Joe (Douglas). Ele tem a minha confiança. Ele é um bom homem, um bom treinador”, falou Johnson aos repórteres.

Questionado se o seu compromisso também se aplica após a temporada, o dono do NY Jets confirmou: “mesmo após a temporada”.

Segundo Kimberly Jones, da ‘NFL Network’, Johnson passou a mesma mensagem aos jogadores dos Jets nesta quarta e recebeu uma resposta positiva.

– O safety Eric Reid, do Carolina Panthers, disse que “parece falso” o fato da NFL ter agendado um treinamento para Colin Kaepernick neste próximo sábado.

“Eu só vou acreditar quando ver. Neste momento, parece um golpe de relações públicas”, frisou Reid nesta quarta.

Kaepernick e Reid são ex-companheiros de equipe dos tempos de San Francisco 49ers. Em 2016, Reid foi o primeiro jogador a se juntar a Kaepernick no gesto de se ajoelhar durante o hino dos Estados Unidos para protestar contra a injustiça social. Kaepernick não atua na NFL desde aquela temporada.

Treinadores de Miami Dolphins, Detroit Lions, Atlanta Falcons e Tampa Bay Buccaneers disseram que esperam ter um representante nas instalações de treino dos Falcons para as atividades de Kaepernick no sábado. Além disso, John Elway, general manager do Denver Broncos, disse ao ‘9News’ que seu time será representado, e um porta-voz do Washington Redskins também confirmou que a organização estará lá. Segundo Ed Werder, da ‘ESPN’, o Dallas Cowboys também planeja participar da sessão.

Reid lembrou aos repórteres que os head coaches e general managers da NFL normalmente viajam ou estão com seus times no sábado.

“Quais tomadores de decisão serão capazes de participar de um treino? A outra coisa estranha é que vi uma notícia de que outros times estavam interessados em Colin, mas entraram em contato com a liga sobre isso. Isso é estranho”, falou Reid, frisando que a maioria dos free agents ou seus agentes são contatados diretamente pelos times interessados.

– Dante Pettis parece estar desagradando no San Francisco 49ers. Vindo de mais uma atuação ruim na derrota para o Seattle Seahawks, no Monday Night Football, quando não fez nenhuma recepção em três bolas lançadas em sua direção, Pettis foi criticado pelo técnico Kyle Shanahan.

“Ele teve várias oportunidades. E eu sou um dos caras que mais acredita nele. É por isso que ele está aqui. Ele teve suas oportunidades. Quanto mais ele não aproveita suas oportunidades, menos oportunidades ele recebe”, falou Shanahan na última terça, segundo o ‘The Athletic’.

– O quarterback calouro Gardner Minshew, do Jacksonville Jaguars, acredita que seus oito jogos como titular da franquia da Flórida serviram para ele mostrar que pode ser o QB da organização em tempo integral.

Apesar disso, o novato volta para o banco porque Nick Foles está saudável e voltará aos gramados para ser titular nos últimos sete jogos dos Jags na temporada regular 2019.

“Eu acho que provei que posso ser um cara nesta liga por muito, muito tempo”, falou Minshew. “Acho que eles acreditam nisso. E há outras coisas em que vamos melhorar e, da próxima vez que tiver essa oportunidade, estarei pronto e serei melhor, e todos vamos progredir juntos”, completou.

Selecionado na sexta rodada do draft de 2019 pelos Jaguars, Minshew entrou no lugar de Foles quando ele fraturou a clavícula logo na reta inicial da estreia contra o Kansas City Chiefs. O calouro completou 61,2% de seus passes para 2.285 jardas, 13 touchdowns e quatro interceptações.

– O Indianapolis Colts continuará com Adam Vinatieri, apesar das dificuldades que estão sendo enfrentadas pelo kicker nesta temporada 2019.

“Adam é nosso kicker. Chris (Ballard) e eu conversamos sobre a situação. Obviamente, houve outros kickers aqui. (…) Quando você dá uma olhada, acreditamos que Adam é a resposta”, frisou o técnico Frank Reich nesta quarta, segundo Stephen Holder, do ‘The Athletic’.

Os Colts testaram kickers na última terça, mas decidiram ficar com Vinatieri.

Atualmente com 46 anos de idade, Vinatieri perdeu 11 chutes no total, maior marca da NFL. Ele acertou 14 de 19 field goals e 14 de 20 extra points. Seu aproveitamento de 71,8% nos chutes, contando FGs e XPs, é a pior da NFL (mínimo de 10 chutes), segundo o NFL Research.

Comments
To Top