NFL

No Huddle – Cowboys e Steelers vão jogar no Hall of Fame Game

Hall of Fame Game

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O Hall of Fame Game de 2020 colocará frente a frente duas das franquias mais tradicionais e vitoriosas da National Football League. Foi anunciado nesta terça no programa Good Morning Football, da ‘NFL Network’, que o Dallas Cowboys e o Pittsburgh Steelers vão abrir a pré-temporada de 2020 da NFL no dia 6 de agosto, em Canton, Ohio, no Tom Benson Hall of Fame Stadium.

A seleção de Cowboys e Steelers faz sentido, já que ambas as franquias terão vários ídolos de sua história entrando para a Classe Centenária do Hall da Fama neste ano.

O ex-técnico Bill Cowher e o ex-safety Troy Polamalu, dos Steelers, juntamente com o ex-técnico Jimmy Johnson, dos Cowboys, vão entrar oficialmente para o Hall da Fama no dia 8 de agosto.

Os Cowboys e os Steelers já atuaram em seis jogos do Hall da Fama cada em suas histórias, mas nunca se enfrentaram no jogo e abertura da pré-temporada.

– Dois times da NFL apresentaram a proposta de adicionar um juiz nas tribunas em cada equipe de arbitragem para a temporada 2020, sendo esta uma de sete mudanças de regras que os proprietários de equipes vão considerar nesta offseason.

A ideia de um juiz adicional na parte de cima do estádio, às vezes denominado “sky judge” (algo como juiz aéreo) circula na NFL há anos.

Outras propostas notáveis de mudanças nas regras incluem:

  • Estabelecer uma alternativa ao onside kick. Depois de uma pontuação, a equipe que está perdendo teria uma jogada para ganhar 15 jardas de sua própria linha de 25 jardas. Se for bem-sucedido, a equipe manterá a posse. Os proprietários votaram contra uma proposta semelhante no ano passado.
  • Voltar a prorrogação para um período de 15 minutos. A liga voltou aos 10 minutos em 2017.
  • Fazer alterações na nova regra de bloqueio pelo lado cego que impediria faltas desnecessárias.

– A NFL anunciou que 32 escolhas compensatórias de draft foram distribuídas para 15 times da liga e o New England Patriots lidera a lista com quatro escolhas adicionais, incluindo duas na terceira rodada (números 98 e 100). Assim, os Pats têm 14 escolhas ao todo no draft de 2020.

O Denver Broncos, o Houston Texans, o Minnesota Vikings, o New York Giants, o Philadelphia Eagles e o Seattle Seahawks têm três escolhas compensatórias cada. Houston tem a escolha compensatória mais alta (97ª escolha geral) entre todas as equipes.

Confira a lista completa de escolhas compensatórias clicando aqui.

– O center JC Tretter, do Cleveland Browns, foi eleito o novo presidente da NFL Players Association (NFLPA), sindicato dos jogadores da NFL.

Além de Tretter e do center Alex Mack, do Atlanta Falcons, como tesoureiro, a liga anunciou o restante dos membros do comitê executivo da NFLPA: o linebacker Sam Acho (Tampa Bay Buccaneers), o linebacker Lorenzo Alexander (Buffalo Bills), o defensive end Calais Campbell (Jacksonville Jaguars), o safety Malcolm Jenkins (Philadelphia Eagles), o punter Thomas Morstead (New Orleans Saints), o cornerback Richard Sherman (San Francisco 49ers), o defensive back Michael Thomas (New York Giants), o tight end Benjamin Watson (New England Patriots) e o linebacker Wesley Woodyard (Tennessee Titans).

Selecionado na quarta rodada do draft de 2013, Tretter tem sido titular dos Browns nas últimas três temporadas, depois de defender o Green Bay Packers nos primeiros quatro anos de carreira na NFL.

A NFLPA fez a votação para o substituto de Eric Winston, que não podia ser reeleito depois de não atuar na temporada 2019.

– Robby Anderson, wide receiver que está prestes a se tornar um free agent, espera voltar ao time onde atuou em toda a sua carreira profissional: o New York Jets.

Atualmente com 26 anos de idade, Anderson participou do programa NFL Live, da ‘ESPN’, nesta terça e disse que ele e o time têm interesse mútuo em continuar a relação em 2020.

“Acho que eles definitivamente me querem de volta. Eu realmente quero voltar aos Jets. Eu amo Sam (Darnold). Eu amo meus colegas de equipe, Jamal (Adams) e todos esses caras. Eu sinto que há negócios inacabados lá que venho tentando fazer desde que cheguei lá. Espero terminar a missão, apesar de tudo, mas é um negócio”, afirmou o wideout.

Comments
To Top