NFL

No Huddle – Randall Cobb compara Green Bay Packers a término com ex-namorada

Randall Cobb, wide receiver do Dallas Cowboys

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O wide receiver Randall Cobb, agora no Dallas Cowboys, vai enfrentar o Green Bay Packers, seu ex-time, no dia 6 de outubro e ele espera conseguir um bom resultado contra o que era sua única equipe até então na National Football League.

Em entrevista à rádio ‘ESPN Wisconsin’, o wideout fez uma comparação bem interessante.

“É como a ex-namorada que terminou com você. Quando você a vê cinco anos mais tarde, você espera estar em uma situação melhor do que você estava antes – casado, com filhos, e você é capaz de dizer: ‘sim, eu me dei melhor sem você’”, afirmou Cobb.

– O quarterback Robert Griffin III, atualmente um reserva do Baltimore Ravens, segue sonhando com uma nova oportunidade de ser titular na NFL. Mas o signal caller não sabe quando (e se) isso poderá se concretizar.

Apesar de ter lançado apenas seis passes nas últimas duas temporadas da liga, RGIII tem sido mentor do titular Lamar Jackson e é o reserva direto do jovem QB. E Robert Griffin teve elogios a fazer em relação ao novo ataque da franquia de Maryland para 2019.

“Tenho que ter certeza de entender o ataque, de cabo a rabo. O ataque será diferente. Eu acho que vamos chocar algumas pessoas com o que vamos fazer. Se precisarmos correr com ela (a bola) 60 vezes, podemos fazer isso. Mas se precisarmos lançar de 30 a 40 vezes, também poderemos fazer. Acho que é nisso que estamos trabalhando, para garantir que tenhamos esses recursos”, falou Griffin, segundo o site oficial dos Ravens.

– O wide receiver Marquise Goodwin, do San Francisco 49ers, venceu a “40 Yards of Gold”, um evento de corrida com um prêmio de US$ 1 milhão, neste último sábado.

Goodwin derrotou o cornerback Donte Jackson, do Carolina Panthers, por 0.05s na final do campeonato de tiros de 40 jardas, realizado em Sunrise, na Flórida. Vale lembrar que Goodwin foi competir de atletismo na faculdade, no Texas, e participou do salto em distância nas Olimpíadas de 2012, em Londres.

– Um apresentador de uma rádio esportiva perdeu seu emprego depois que um comentário dele sobre Andy Reid, técnico do Kansas City Chiefs, e sua família provocou indignação.

A Union Brodcasting anunciou na noite da última sexta que chegou a um acordo mútuo para dispensar Kevin Kietzman. Ele estava suspenso desde a última terça da WHB (810 AM), onde ele era um apresentador famoso.

Os problemas começaram na última segunda, quando Kietzman disse em seu programa Between The Lines que Reid teve “muitas coisas dando errado com ele: família e jogadores”, acrescentando que o head coach “não é bom em consertar pessoas”.

Kietzman negou que estivesse se referindo a Garrett, filho de Reid, que morreu em 2012, aos 29 anos, de uma overdose de heroína.

– O running back Giovani Bernard, do Cincinnati Bengals, está contente com as oportunidades que o novo ataque comandado pelo head coach Zac Taylor vai oferecer a ele e seus companheiros.

“Apenas me acostumando com o novo playbook e acostumando com a mudança. Todo mundo está realmente tentando entender como o técnico Taylor quer que seu time seja (comandado). Acho que todo mundo está comprando a ideia”, frisou, segundo o site oficial da franquia de Ohio.

Comments
To Top