NFL

No Huddle – Ex-capitão de special teams do Philadelphia Eagles, Chris Maragos se aposenta

Chris Maragos, ex-special teamer do Philadelphia Eagles

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Ex-capitão de special teams do Philadelphia Eagles, Chris Maragos está pendurando o capacete. O experiente atleta de 32 anos de idade anunciou sua aposentadoria nesta terça (16), em uma postagem no Twitter.

Maragos chegou aos Eagles em 2014, depois de três anos no Seattle Seahawks e uma temporada com o San Francisco 49ers em 2010.

Jogador especial do time de especialistas, Maragos sofreu uma grave lesão no joelho durante a temporada 2017, depois de apenas seis jogos disputados. Ele passou por várias cirurgias nos últimos dois anos, recentemente tendo que encarar sua terceira operação no joelho problemático.

Ele passou toda a temporada 2018 na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) e foi dispensado pelos Eagles em fevereiro deste ano.

Em sua carreira de oito anos na NFL, Maragos foi titular em três jogos e somou 90 tackles totais. Sua posição original é de defensive back.

Maragos entrou na liga como free agent não draftado e teve um papel importante nos special teams, conquistando respeito no vestiário dos Eagles e sendo alçado ao posto de capitão dos especialistas.

Chris Maragos ganhou um anel de Super Bowl com os Seahawks em 2013 e estava no elenco dos Eagles que ganhou o Super Bowl na temporada 2017, ainda que estivesse entre os inativos na decisão devido à lesão no joelho.

– O running back Roc Thomas, do Minnesota Vikings, será suspenso pelos primeiros três jogos da temporada 2019 da National Football League devido a uma violação da política e programa de substâncias de abuso da liga. O anúncio oficial foi feito nesta terça.

Atualmente com 23 anos de idade, Thomas foi preso no dia 16 de janeiro e indiciado por posse de droga ilegal, depois que os oficiais de polícia do condado de Dakota encontraram pouco mais de 143 gramas de maconha no apartamento do jogador, localizado em Mendota Heights, Minnesota.

A polícia também confiscou pouco mais de US$ 15.800 em dinheiro, uma pistola .45 e dois cartuchos de pistola.

O running back foi sentenciado à liberdade condicional em maio. De acordo com o relatório policial obtido pela ‘ESPN’ norte-americana, Thomas disse aos policiais que a maconha em seu apartamento era para uso pessoal e não para venda.

Thomas passou nove semanas no elenco de 53 jogadores na temporada passada, foi cortado e, posteriormente, foi recontratado para o elenco de treinamento (practice squad). Em cinco jogos disputados, ele correu oito vezes para 30 jardas e fez duas recepções para 31 jardas.

Ele estará elegível para participar de treinos e jogos de pré-temporada, mas só poderá voltar ao elenco ativo dos Vikings durante a temporada no dia 23 de setembro.

– Golden Tate agora é recebedor do New York Giants, mais um time em sua carreira, mas ele aguarda um carinho muito especial em relação ao Detroit Lions. Sobretudo em relação ao quarterback Matthew Stafford.

O wide receiver não esquece seu tempo jogando com o signal caller e acha que Stafford é bastante subestimado. Não bastasse, Tate disse que acha o QB dos Lions o melhor com quem ele jogou em suas nove temporadas na NFL.

“Stafford foi o melhor quarterback com quem joguei. O cara consegue jogar, ele é durão, e sua atitude é incrível e ele apenas quer jogar bola. Da minha parte, não tenho nada além de elogios para ele”, afirmou Tate.

Vale lembrar que Tate também jogou com Russell Wilson por duas temporadas no Seattle Seahawks, então esse é um grande elogio.

– Um dia antes de o training camp do Denver Broncos começar, nesta quarta (17), o wide receiver Emmanuel Sanders demonstrou otimismo em relação à sua recuperação e disse “eu quero estar pronto para a semana 1”, segundo a jornalista Nicki Jhabvala, do ‘The Athletic’.

O recebedor de 32 anos de idade rompeu seu tendão de Aquiles no dia 5 de dezembro e perdeu a reta final da temporada passada. A estreia dos Broncos na temporada 2019 será no dia 9 de setembro, o que representa pouco mais de nove meses desde a contusão.

Ainda que ele espere estar pronto para a estreia na temporada, Sanders frisou que ele “definitivamente não estará totalmente pronto desde o começo” do training camp. O wideout também não tem certeza se poderá participar do teste de condicionamento nesta quarta, mas ele voltará gradativamente às atividades.

– Randy Gregory, defensive end do Dallas Cowboys, vai apresentar seu pedido de reintegração à NFL nesta semana, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. O pass rusher está suspenso desde fevereiro devido a uma violação da política de abuso de substâncias da liga.

A suspensão atual é por tempo indeterminado, mas a esperança do defensor de ser reintegrado foi noticiada no começo de julho.

No dia 26 de fevereiro, Gregory foi suspenso pela quarta vez em sua carreira na NFL, que começou quando ele foi selecionado no draft de 2015.

– Larry Fitzgerald, wide receiver ídolo do Arizona Cardinals, falou dias antes do início do training camp do time e observou como o ritmo tem sido mais intenso ofensivamente com a equipe agora sob o comando de Kliff Kingsbury.

“Não é tanto o que ele está instalando que se destaca; é como é executado, o ritmo disso”, disse Fitzgerald, segundo Robert Klemko, do ‘The MMQB’. “Todos os dias, com mais experiência, fomos capazes de executá-lo cada vez mais rápido, conseguir mais jogadas com mais eficiência. Quanto mais rápido os caras entendem os conceitos, mais pressão podemos colocar nas defesas”, analisou.

– Tarik Cohen, running back do Chicago Bears, tem uma motivação pessoal antes da temporada 2019. E ela é a tragédia ocorrida com seu meio-irmão, Dante Norman, que foi baleado e ficou paralisado da cintura para baixo em junho.

“Eu só quero fazer as coisas para ele. Eu quero apenas, sei que não é possível, mas sinto que eu quero andar por ele”, falou Cohen, segundo a jornalista Madeline Kenney, do ‘Chicago Sun Times’. “Ele é meu propósito. Eles sempre foram o meu propósito, meus irmãos e minha mãe, essa é a minha família dominante que eu cresci vendo todos os dias. Mas eu sinto que isso adiciona um pouco mais de combustível ao fogo agora”, observou.

– O pass rusher Robert Ayers, ex-Denver Broncos, New York Giants e Tampa Bay Buccaneers, anunciou sua aposentadoria via Twitter.

Ele somou 35 sacks e 265 tackles em nove temporadas na NFL. O jogador de 33 anos jogou pela última vez em 2017, em Tampa. Ayers assinou com o Detroit Lions em agosto do ano passado, mas foi cortado no dia seguinte.

Comments
To Top