NFL

No Huddle – Arizona Cardinals vai jogar na Cidade do México na temporada 2020

NFL México

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O Arizona Cardinals está voltando à Cidade do México. Uma década e meia depois de a equipe jogar lá no primeiro jogo de temporada regular fora dos Estados Unidos na história da NFL, os Cards vão voltar à capital mexicana em 2020.

A informação foi anunciada pela NFL nesta sexta.

Os detalhes do dia, do horário e do oponente não foram revelados, mas os Cardinals vão mandar um jogo da temporada 2020 no Estádio Azteca.

Essa viagem será a troca do Arizona por sediar o Super Bowl LVII, em fevereiro de 2023. A NFL determina que uma equipe anfitriã do Super Bowl deve abrir mão de um jogo em casa para atuar em uma partida da International Series.

“Estamos empolgados em saber que esse jogo acontecerá no Estádio Azteca, onde recebemos uma recepção tão entusiasmada em 2005”, disse o presidente do Cardinals, Michael Bidwill, em comunicado. “Estamos extremamente gratos pelo apoio que recebemos dos fãs no México e esperamos uma experiência incrível”, completou.

Os Cardinals derrotaram o San Francisco 49ers por 31 a 14 em 2005, no Estádio Azteca. O público presente estabeleceu um recorde da época, em 103.467 espectadores presentes no estádio.

– O novo acordo coletivo de trabalho (CBA) ainda não foi ratificado, mas o teto salarial da NFL deve crescer mais uma vez em 2020.

O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, noticiou nesta sexta que a NFL e a NFL Players Association (NFLPA) estão projetando um salary cap de cerca de US$ 200 milhões por time em 2020, de acordo com fontes. Pelissero acrescenta que as negociações ainda estão rolando.

Se os jogadores aprovarem o novo CBA, o valor de revenda cresceria com os playoffs expandidos, o que poderia aumentar ainda mais o valor, dependendo se a receita adicional é contada como teto salarial ou benefícios. Saltos maiores seriam esperados em 2021 e além, sob o novo CBA proposto.

O salary cap para 2019 foi de US$ 188,2 milhões e o valor projetado para 2020 representa a sétima temporada consecutiva em que o salto de um ano para outro é de pelo menos US$ 10 milhões.

– Jadeveon Clowney teve uma boa temporada em Seattle em 2019, sua única até agora com a camisa dos Seahawks. E, prestes a se tornar um free agent, ele gostaria de permanecer na franquia, caso um novo contrato seja acertado.

“Depois de passar o último ano em Seattle e ver como eles fazem as coisas, eu definitivamente gostaria de voltar”, disse o pass rusher à jornalista Josina Anderson, da ‘ESPN’. “No entanto, também estou aberto a novas oportunidades, se for o caso”, frisou.

Os comentários do defensor de 27 anos vão ao encontro do que disse o head coach Pete Carroll, dos Seahawks, tempos atrás. Clowney também é um jogador que Seattle gostaria de manter, mas não se sabe o quanto a organização estaria disposta a pagar por seus serviços.

– Os quarterbacks mostraram suas habilidades no primeiro dia de NFL Scouting Combine, na última sexta, e um dos nomes que mais vêm chamando a atenção além dos Joe Burrow e Tua Tagovailoa da vida é Jordan Love, de Utah State.

O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que Love está criando o maior bafafá nos bastidores do Combine deste ano.

“De todos os nomes de quarterback aqui em Indianápolis que andam pelos corredores, bares e restaurantes noturnos, Jordan Love é muito mais do que qualquer outro. Eu conversei com gerentes gerais, GMs assistentes, treinadores, todos eles queriam ver como esse cara jogava, porque seu zumbido é meio que crescente. Todos nós assumimos que ele é um quarterback da primeira rodada. Eu não ficaria surpreso agora com a parte superior da primeira rodada, talvez até subindo para o top 10”, frisou Rapoport.

Daniel Jeremiah, analista de draft da ‘NFL Network’, ranqueou Love como seu 18º melhor jogador em termos gerais antes do draft deste ano.

– Um grande guindaste de construção desabou na manhã de sexta-feira do lado de fora do SoFi Stadium, a nova casa do Los Angeles Chargers e do Los Angeles Rams, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Nenhuma lesão foi relatada.

Os bombeiros foram enviados para o estádio no subúrbio de Inglewood, pouco antes das oito da manhã. Franklin Lopez, porta-voz do Corpo de Bombeiros, disse que um guindaste que estava sendo movido atingiu um guindaste estacionário, causando o tombamento do guindaste estacionário.

Não houve danos estruturais no estádio.

O estádio de 70.000 lugares deve ser inaugurado em julho com um show da Taylor Swift e, algumas semanas depois, Rams Chargers farão seus primeiros jogos de pré-temporada na arena.

O SoFi Stadium sediará o Super Bowl em fevereiro de 2022 e a final do futebol americano universitário em janeiro de 2023, além de eventos das Olimpíadas de 2028.

Comments
To Top