NFL

No Huddle – Bobby Wagner fala como se fosse sua última temporada nos Seahawks

Bobby Wagner, linebacker do Seattle Seahawks

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Bobby Wagner jamais escondeu seu desejo de atuar com a camisa do Seattle Seahawks em toda a sua carreira. Entretanto, o linebacker sabe que o futebol americano é um grande negócio e que seus dias na franquia do estado de Washington podem estar contados.

Neste final de semana, o defensor falou em um tom de quem sabe que pode ser seu último ano defendendo as cores da organização.

“Eu quero me aposentar como um Seahawks, mas entendo que é um negócio. Eu estou me preparando como se esse fosse meu último ano como um Seahawk. Se for, eu quero assegurar que sairei causando um grande impacto e dando à cidade algo para lembrar”, afirmou Wagner neste sábado (4) ao jornalista Omar Ruiz, da ‘NFL Network’.

Wagner estava no sul da Califórnia neste sábado para um evento de caridade no combate à fome de jovens carentes. E o defensor de Seattle revelou a Ruiz que ele e os Seahawks ainda precisam começar a conversar sobre um novo contrato.

O LB está entrando no último ano de seu contrato de quatro anos e deve faturar US$ 10,5 milhões de salário-base em 2019. Sua carreira é de sete temporadas na NFL até agora, todas com a camisa dos Seahawks, e Wagner se tornou uma verdadeira máquina de tackles.

Quatro vezes selecionado para o time All-Pro, com cinco seleções consecutivas ao Pro Bowl, Bobby Wagner somou mais de 100 tackles em todas as suas temporadas na NFL, com uma média de 140 por temporada. Em 2016, ele liderou a NFL com 168 tackles.

– Depois de exercer a opção pelo quinto ano de contrato de Ezekiel Elliott, Stephen Jones, vice-presidente executivo do Dallas Cowboys, garante que um novo contrato com o running back vai sair. Mas o executivo não tem pressa para fechar uma extensão de longa duração.

“Bem, eu sinto que todos esses são um trabalho em progresso”, declarou Jones, segundo o ‘Pro Football Talk’, referindo-se também às iminentes extensões com o quarterback Dak Prescott e o wide receiver Amari Cooper. “Certamente, temos alguns anos lá com Zeke para acertar isso. Nós certamente queremos fechar com ele. Ele é o canudo, se assim quiserem, que mexe o nosso drink. Ele é uma parte fundamental do que somos. Essas coisas levam tempo. Certamente, ele é uma prioridade em termos de finalmente conseguirmos assinar. Não houve realmente um calendário estabelecido em relação a isso”, completou.

– A busca do Chicago Bears por um kicker para substituir Cody Parkey levou o time a receber oito chutadores durante seu minicamp de calouros de três dias. E os resultados da última sexta não foram nada animadores.

O head coach Matt Nagy instruiu todos os oito kickers a chutarem um field goal de 43 jardas em frente a todo o elenco do minicamp, no final da atividade de sexta. Essa foi a mesma distância que Parkey errou no final da eliminação para o Philadelphia Eagles, nos playoffs, em janeiro. E como eles foram? Acertaram apenas dois desses oito chutes.

“Isso não é bom o suficiente. Agora vou dizer isso: nós sempre olhamos para o resultado final do que acontece, que é 100 por cento o que importa, certo? Mas conforme estamos sabendo, dois desses oito holds e snaps, não foi 100 por cento. Tudo bem. Eu vou deixar por isso mesmo”, falou Nagy.

– O New York Giants selecionou o quarterback Daniel Jones com a sexta escolha geral do draft de 2019. Mas o técnico Pat Shurmur não tem visto Eli Manning se lamentar ou ficar hesitante.

“Ele não teve resposta. Vou dizer isso de novo: eu nunca estive perto de uma pessoa que consegue curtir o momento melhor do que Eli. E eu acho que isso é realmente, realmente único em relação a ele. Ele está curtindo o momento”, ressaltou o head coach dos Giants.

– Joe Horn Jr., filho do ex-wide receiver da NFL, fez teste no Baltimore Ravens e sonha em assinar um contrato com o time depois de não ser draftado. Na temporada passada, como membro do Missouri Western, da Division II do futebol americano universitário, ele fez 15 recepções para 246 jardas e nenhum touchdown.

Comments
To Top