NFL

No Huddle – Após polêmica, Dez Bryant se defende e diz se importar com causas sociais

Dez Bryant, wide receiver do Dallas Cowboys

(Crédito: Instagram/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Na última quarta-feira, uma funcionária da Bleke Pizza tuitou agradecendo a gorjeta que Dez Bryant lhe deu, entretanto ela falou que continuaria torcendo para o New York Giants. O wide receiver do Dallas Cowboys não perdeu tempo e brincou que não voltaria mais ao lugar. Alguns entenderam a mensagem de Dez Bryant, que claramente foi uma brincadeira, como uma mensagem que o wideout se preocupa com coisas fúteis ao invés de problemas como os abordados pelos jogadores que estão protestando durante o hino nacional. Agora o jogador de 28 anos se defendeu.

“Toda essa situação se deu porque as pessoas pensam que eu não me importo. . . isso é loucura”, disse Bryant, que falou cerca de dez minutos sobre os protestos e ainda afirmou que desejada que a menina não tivesse sido demitida por causa de seus comentários. Eles são livres para fazer o que eles querem. Não estou criticando isso. As crenças deles são as crenças deles. E eu não estou dizendo que eles estão errados porque eles estão se sentido de certa maneira. Apenas estou dizendo: quero liderar pelo exemplo fazendo positivo. Não estou dizendo que eles estão errados. Eu apenas tenho meus modos de fazer as coisas”.

– Colin Kaepernick agradeceu aos participantes que manifestaram em seu apoio, na quarta-feira, em frente à sede da NFL em Nova York. “Obrigado por todos que foram me apoiar ontem. Minha fé sempre foi e estará no poder das pessoas”.

– Enquanto se orgulhar de seu marido Seth DeVale ter se ajoelhado durante o hino nacional para apoiar seus companheiros de Cleveland Browns, Erica Harris acredita que o foco deveria estar no racismo e que ele não deveria ser encarado como um “salvador branco”. “Centrar o foco somente em Seth é distrair do que realmente nosso foco deve ser: ouvir as experiências e as vozes dos negros que estão usando suas plataformas para continuar a trazer a questão do racismo nos Estados Unidos para a vanguarda”.

– Adrian Peterson, running back do New Orleans Saints, não revelou muita coisa ao ser perguntado se no sábado jogaria sua primeira partida de pré-temporada desde 2011. “Eu não sei. Eu estive pensando sobre isso. Estou treinando como se fosse (jogar) e minha mentalidade tem sido de jogar. Se vou ou não, eu ainda não sei. Mas minha mentalidade é de jogar”.

– Joe Thomas, offensive tackle do Cleveland Browns, declarou que achava que Brock Osweiler seria o titular na semana 1, entretanto DeShone Kizer irá começar na semana 3 da pré-temporada e vem pintado como o favorito para ser o quarterback titular. “Todo mundo sempre me pergunta sobre o quarterback. Eu sempre digo: ‘realmente não sei nada sobre quarterbacks'. E eu provei isso neste caso”.

– O running back LeSean McCoy sabe que não será trocado pelo Buffalo Bills. “Não há conversas de trocas. Conversei com meus treinadores. Falei com Sean (McDermott) e Brandon Beane, o GM. Tivemos uma conversa ótima. No final do dia só tenho que controlar o que eu posso e isso é ser o melhor jogador que eu posso ser”.

– Depois de passar suas primeiras cinco temporadas no Indianapolis Colts, o tight end Dwayne Allen agora está no New England Patriots e ele já percebeu que não é fácil aprender o ataque de Bill Belichick “É extremamente difícil (de aprender). Não vou usar eufemismos”.

– O New England Patriots não tinha mais espaço para colocar banners de campeão em seu estádio, o que gerou um debate de onde seria colocado e o problema foi resolvido, já que um espaço para o novo banner foi criado. Veja:

– Donald Penn, offensive tackle do Oakland Raiders, treino em campo pelo segundo dia consecutivo e poderá ter “algumas repetições” na partida de pré-temporada contra o Dallas Cowboys, no sábado. “Nós não vamos jogar muito tempo, mas nós provavelmente vamos dar a ele algumas repetições (na primeira equipe)”, disse o treinador Jack Del Rio.

– John Harbaugh, head coach do Baltimore Ravens, não está dando bola para o que as pessoas estão pensando fora da organização sobre uma possível pressão no treinador. “Olha para o que Bill Belichick disse. Essa é minha resposta”, disse ele se referindo a uma resposta em que o comandante dos Patriots afirmou que sempre há pressão na NFL.

– Jason Witten, tight end do Dallas Cowboys, mostrou estar com uma autoestima muito boa no momento, “Eu me sinto muito bem agora. Minha esposa, Michelle é provavelmente a única que ouve isso o suficiente para acreditar nisso”, declarou.

– Mark Ingram, do New Orleans Saints, acredita que ele está no melhor grupo de running backs que ele já esteve. “Eu fiz parte de grandes grupos aqui em New Orleans. Mas, de cima par abaixo, este provavelmente é o melhor. Então nós precisamos continuar trabalhando e melhorando”.

– Ahman Green, ex-running back do Green Bay Packers, declarou que ele não é culpado da acusação de abuso infantil envolvendo sua filha. O jogador de 40 anos é acusado de ter batido na cabeça de sua filha durante uma discussão sobre cuidados da casa. Ainda não há uma data para o julgamento.

– Zach Brown, linebacker do Washington Redskins, cutucou Lane Johnson, tackle do Philadelphia Eagles que já foi suspenso por se dopar. “Tem alguns meninos novos na cidade e eles não precisam de PED (substâncias dopantes) para venceu”, escreveu nas redes sociais.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top