NFL

No Huddle – Antonio Brown é suspeito em caso de agressão

Antonio Brown, wide receiver do Oakland Raiders

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A polícia está investigando um possível caso de agressão fora da casa do wide receiver Antonio Brown, atualmente um free agent, ocorrido na tarde desta terça-feira (21) em Hollywood, na Flórida. A notícia foi apurada em primeira mão pelo ‘TMZ Sports’.

Um porta-voz da polícia disse à ‘ESPN’ norte-americana que Brown é um suspeito no incidente, mas ele não foi preso ou acusado até agora. Ainda há vários policiais no local, em frente à casa de Brown.

De acordo com a polícia, o caso não envolve uma disputa doméstica.

O incidente ocorreu fora da casa de Brown, onde há um caminhão estacionado. A polícia disse que o incidente tem relação com o caminhão e seus trabalhadores.

Vale lembrar que, na semana passada, Drew Rosenhaus, agente de Brown, encerrou seu relacionamento de trabalho com o jogador até que o WR busque aconselhamento.

Brown também está sendo investigado pela NFL por casos de suposta agressão sexual. A liga ainda não concluiu sua investigação.

– A NFL vai experimentar uma alternativa ao onside kick durante o Pro Bowl, neste domingo, sendo esta uma indicação de que a liga ainda está considerando a opção, apesar do fato de os proprietários rejeitaram a proposta no ano passado.

Como em anos anteriores, não haverá kickoff de nenhuma maneira. E a mudança neste ano é que os times terão duas opções após pontuar.

A primeira é dar a bola ao adversário, que iniciaria sua próxima campanha na linha de 25 jardas, sendo essencialmente um touchback. Já a segunda e nova opção seria um substituto ao onside kick e permitiria que o time que pontuou faça uma jogada adicional de sua própria linha de 25 jardas.

Se o time ganhar 15 ou mais jardas, ele mantém a posse de bola. Se não conseguir, o adversário recebe a próxima posse onde acabou a jogada. Basicamente uma situação de quarta para 15.

– A NFL está leiloando itens de memorabilia para ajudar a combater os incêndios devastadores que estão deixando a Austrália em apuros.

Entre os itens que serão levados a leilão está a bola usada no começo da vitória do San Francisco 49ers sobre o Green Bay Packers, na final da Conferência Nacional (NFC), jogo que levou os Niners ao primeiro Super Bowl da franquia desde 2012.

Vários outros itens dos 49ers serão leiloados para ajudar o fundo Australiano de Assistência contra as Queimadas Florestais, incluindo equipamentos assinados por George Kittle, Richard Sherman e outros jogadores de San Francisco.

Os incêndios na Austrália acabaram com a região e deixaram mais de 1,25 bilhão de animais mortos, segundo uma estimativa do início deste mês.

– Duke Tobin, diretor do departamento de jogadores do Cincinnati Bengals, disse ao jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, no podcast RapSheet + Friends, que o time ainda não tomou uma decisão sobre o futuro de Andy Dalton. O quarterback ainda tem contrato por mais um ano.

Mas, ao que parece, Dalton será o primeiro a saber quando os Bengals decidirem ou não selecionar um quarterback com a primeira escolha geral do draft de 2020.

“Eu conversei com Andy individualmente e estaremos em constante comunicação durante a offseason. Não tomamos nenhuma decisão e gostaria de poder tomar uma – é você, é outra pessoa, todas essas coisas são possibilidades. Posso dizer uma coisa, que o que Andy Dalton fez pelo Cincinnati Bengals não é algo que vamos esquecer e não vamos, quer queira, quer não, fazer algo acontecer com ele que a) ele se sinta desconfortável e, b) com o qual ficamos desconfortáveis”, frisou o executivo. “Ele entrou e venceu para nós imediatamente, e ele certamente não está acabado. Ele tem muito talento, tem muita liderança. (…) Nós temos o maior respeito e consideração por Andy Dalton e não acreditamos que a carreira dele acabou”, pontuou.

– Matthew Stafford sofreu com uma lesão nas costas na temporada 2019, problema que o tirou de boa parte da campanha do Detroit Lions. O time perdeu nove jogos seguidos para fechar o campeonato – os oito últimos sem o quarterback titular – e fechou com 3-12-1.

E, no Senior Bowl, o general manager Bob Quinn disse a Alex Marvez e Gil Brandt, na rádio ‘SiriusXM NFL’, que ele planeja permanecer com Stafford e garantiu que não está preocupado com a lesão nas costas para 2020.

“Sim, eu estou totalmente confortável e feliz que Stafford é nosso quarterback”, falou Quinn, segundo o ‘Detroit Free Press’. “Ele estará completamente saudável quando o programa de offseason começar. Ele está praticamente com plena saúde. Conversei com ele há cerca de 10 dias. Ele estava no escritório, então ele está se sentindo ótimo, está com boa mentalidade. Ele está animado”, observou.

– O Super Bowl LIV colocará frente a frente o Kansas City Chiefs e o San Francisco 49ers. De um lado, uma equipe que conquistou apenas um Super Bowl em sua história, lá na longínqua temporada 1969. Do outro, uma franquia que já foi campeã em cinco oportunidades e chega ao seu sétimo Super Bowl.

E, nas histórias desses dois times, há um nome em comum: Joe Montana.

O quarterback, membro do Hall da Fama do Futebol Americano Profissional (PFHOF), é o jogador mais famoso a ter jogado por ambas as franquias durante a sua carreira. Ele foi selecionado pelos Niners na terceira rodada do draft de 1979 e, ao longo de 13 anos na Bay Area, ele liderou San Francisco a 100 vitórias e 39 derrotas na temporada regular e a quatro aparições no Super Bowl.

Apesar disso, Montana terminou sua carreira nos Chiefs, time que defendeu nas temporadas 1993 e 1994, duas vezes levando Kansas City aos playoffs e uma vez chegando à final da AFC.

E, antes do Super Bowl, Montana está dividido.

“É difícil escolher entre (os dois). Sim, nós vivemos aqui em San Francisco, então há uma sensação um pouco diferente, apenas porque você não tem esse contato com Kansas City o tempo todo. Mas há um lugar no meu coração para os dois. Kansas City foi tão bom e nos acolheu chegando lá. Não é fácil, e há muita expectativa”, falou. “Mas, como diz Jen (minha esposa), tenho certeza de que meu time vencerá”, brincou Montana.

Comments
To Top