NFL

No Huddle – Anthony Lynn nunca pensou que os Chargers estariam 0-4

Anthony Lynn, técnico do Los Angeles Chargers

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O Los Angeles Chargers começou o ano com quatro derrotas e isso surpreendeu o head coach Anthony Lynn. “Nunca em um milhão de anos eu pensaria que estaríamos 0-4, mas estamos. Eu olho para o futebol americano nos quatro quartos apenas como uma partida. E nós apenas fomos mal no primeiro quarto da nossa temporada. Temos mais três quartos para descobrir algumas coisas e melhorar”, disse Lynn.

– Um painel de três juízes escutou os argumentos orais dos advogados da National Football League e da Associação de Jogadores (NFLPA) sobre a suspensão de Ezekiel Elliott, running back do Dallas Cowboys.

– Após Adam Jones – cornerback do Cincinnati Bengals – ter dito que o Cleveland Browns não tem um elenco para vencer, o quarterback DeShone Kizer respondeu. “Ele não está no nosso vestiário. Ele não sabe da camaradagem que nós temos. Estou ansioso para ver seus comentários assim que concertarmos isso”.

– Dirk Koetter, head coach do Tampa Bay Rays, acredita que o wide receiver DeSean Jackson, que só teve duas recepções, não gostou do último confronto da equipe. “DeSean deve estar frustrado porque ele é um jogador de elite e nós não demos a bola para ele”.

– Richard Sherman, cornerback do Seattle Seahawks, mostrou o que acha do fantasy. “Acho que as pessoas olham menos para os jogadores como pessoas por causa do fantasy”.

– Tom Brady, quarterback do New England Patriots, admitiu que não está satisfeito com o início de temporada 2-2. “Perder não vai bem para nós. Espero que possamos descobrir como jogar mais consistentemente durante o jogo todo”.

– Bill Belichick, head coach do New England Patriots, defendeu o seu pass rush. “Durante o jogo eu realmente achei que o pass rush estava ok. Acho que nosso pass rush estava competitivo. Obviamente poderia ser melhor. Não estou dizendo que foi ótimo, mas houve momentos que superamos os bloqueadores. Eu acho que fomos consistentes”.

– Devin McCourty, free safety do New England Patriots, admitiu que a secundária está deixando a franquia de Massachusetts na mão. “Isso é ruim. Estamos deixando a equipe para baixo”, declarou.

– Jay Cutler, quarterback do Miami Dolphins, falou sobre o mal desempenho ofensivo da equipe da Flórida. “Eu acho que todos nós, no ataque, estamos um pouco humilhados e envergonhados”, declarou.

– O New York Jets está 2-2 na temporada e o wide receiver Robby Anderson comentou o que ele acha disso. “Eu acho que estamos aqui começando a provar que algumas pessoas estavam erradas. Eles têm que começar a nos respeitar”.

– Depois de vencer o New England Patriots por 33 a 30, o Carolina Panthers espera embalar. “Isso pode ser um catalizador. É meio o que aconteceu com nós alguns anos atrás, quando fomos para Seattle (quando vencemos eles por 27 a 23 com um touchdown de 80 jardas). Então conseguimos vencer lá e a partir desse momento tivemos sucesso”, afirmou o head coach Ron Rivera.

–  Cam Newton, quarterback do Carolina Panthers, acredita que a vitória sobre o New England Patriots foi um divisor de águas. “Eu sinto que foi um jogo que atingimos outro patamar ofensivamente”.

– Carson Wentz, quarterback do Philadelphia Eagles, gosou de como o running back LaGarrette Blount vem jogando recentemente. “O cara nos últimos dois jogos tem sido como um homem possuído. Ele tem jogado duro na primeira metade, mas, com o decorrer do jogo, você vê como ele desgasta a defesa”.

– Dak Prescott, quarterback do Dallas Cowboys, reconheceu que precisa melhorar e comentou a atual campanha da franquia texana. “Não vamos perder a confiança. Esse ataque e esse time não vão fazer isso. Estamos 2-2 e ainda há muito futebol americano pela frente”.

– Rob Gronkowski, tight end do New England Patriots, se tornou o jogador que tem mais jardas recebidas do quarterback Tom Brady. Ao chegar em 6.338 jardas ele superou Wes Welker (6.300) no quesito.

– Khalil Mack, defensive end do Oakland Raiders, declarou que a defesa precisa jogar melhor. “O futebol americano é um jogo em equipe. Nós temos que jogar melhor defensivamente, especialmente no começo. Não podemos ceder touchdowns – limitamos eles a field goals – mas temos que chegar em um momento que zeramos nossos adversários”.

Comments
To Top