NFL

No Huddle – NFL e NFLPA vão seguir negociando novo acordo coletivo de trabalho

Roger Goodell e DeMaurice Smith

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A National Football League e a NFL Players Association (NFLPA), sindicato dos jogadores da liga, continuam os esforços para fechar um novo acordo coletivo de trabalho (CBA) antes da temporada 2019. As duas partes vão se reunir entre os dias 17 e 19 de julho para seguirem com as negociações.

A informação foi noticiada em primeira mão pela ‘ESPN’ norte-americana e confirmada por Mike Garafolo, da ‘NFL Network’.

O encontro de três dias representará a primeira vez que as duas partes negociam por três dias consecutivos, em uma tentativa de chegar a um consenso em relação aos pontos mais complicados. Vale lembrar que as duas partes já se reuniram nesta offseason.

O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou em maio que as conversas foram descritas como “cordiais” e “amigáveis” por várias fontes durante as conversas iniciais. Agora, resta esperar que as coisas continuem assim em julho.

O atual CBA, assinado em 2011, deve expirar ao final da temporada 2020 e as duas partes querem se esforçar nas negociações antes de o prazo final se aproximar e a ameaça de locaute geral se intensificar.

– O running back Ezekiel Elliott, do Dallas Cowboys, se reuniu com Roger Goodell, comissário da NFL, nesta terça para conversar sobre um incidente em maio em Las Vegas. E, após o encontro, o jogador emitiu um comunicado pedindo desculpas por suas ações extracampo.

“Eu trabalhei duro para tomar melhores decisões e conviver com os altos padrões que são esperados de mim. Eu falhei em fazer isso aqui e tomei uma decisão ruim”, escreveu Elliott, em trecho da nota. “(…) Eu preciso trabalhar mais para assegurar que não me colocarei em situações comprometedoras no futuro. Estou me dedicando novamente para usar todos os recursos que a liga disponibilizou. Mas, no final das contas, depende de mim e estou determinado a não estar nesta posição novamente”, finalizou.

O encontro entre Elliott e Goodell foi motivado por um incidente no qual o running back brigou com um segurança em um festival de música em Las Vegas. O atleta foi brevemente detido, mas não foi preso, depois que o guarda caiu ao ser empurrado por Elliott.

Apesar de não ter sido acusado de crime, Elliott está sujeito a uma multa ou suspensão sob a política de conduta pessoal da liga. Juntamente com Elliott, em Nova York, estiveram presentes membro do conselho dos Cowboys, de acordo com Mike Garafolo, da ‘NFL Network’.

– David Baker, presidente e CEO do Hall da Fama do Futebol Americano Profissional (PFHOF), disse à ‘SiriusXM NFL Radio’ nesta última segunda que o comitê de seleção deve considerar 20 novos membros da galeria de imortais, em vez do normal de oito por ano. Isso faz parte das celebrações do 100º aniversário da NFL.

“É uma companhia extremamente de elite, e não é o Hall dos muito, muito bons. É o Hall da Fama, e por isso deve ser difícil de entrar. Mas há muitos caras ao longo dos anos (que merecem ser homenageados, mas não foram). Temos muitos caras que estão nos times das décadas, mas não estão no Hall da Fama. E, então, esta é uma oportunidade com o Centenário chegando. E o que vimos potencialmente e foi aprovado, pelo menos em conceito, pelo nosso comitê operacional, mas vai ter que passar por todo o comitê, é que potencialmente teríamos 20 membros do Hall da Fama consagrados no ano de 2020”, frisou.

– Patrick Mahomes, quarterback do Kansas City Chiefs, disse ao jornalista Perez Taylor, do ‘Yahoo Sports’, que ele está focado em diminuir a gordura corporal nesta offseason.

“Eu fiquei mais musculoso e menos gordo, acho que poderíamos dizer. Então, essa tem sido uma grande coisa para mim – esculpir meu corpo da melhor maneira possível para que eu possa passar pela temporada e me sentir tão bem no final quanto no começo”, falou Mahomes a Taylor.

O objetivo de Mahomes é cortar de três a cinco por cento de gordura até o início do training camp, no dia 26 de julho.

– O linebacker C.J. Mosley, do New York Jets, está gostando do clima em seu novo time e acredita que muitas pessoas estão subestimando o potencial da franquia nova-iorquina para a temporada 2019.

“Agora que temos uma nova mistura, temos algumas pessoas novas e algumas caras novas, estamos todos famintos e todos prontos. Sabemos que toda a NFL está fazendo vista grossa em relação aos Jets, então estamos preparados para provar que estão errados”, falou o defensor, segundo o site oficial dos Jets.

– O safety John Johnson III, do Los Angeles Rams, está empolgado antes da temporada 2019. E ele está satisfeito com um novo companheiro de equipe: o safety Eric Weddle.

Em participação no programa Total Access, da ‘NFL Network’, na última segunda, ele rasgou elogios ao parceiro de secundária.

“Ele é simplesmente um gênio. Eu nunca vi alguém como ele. Eu não estou na liga há tanto tempo, mas sei que ele é especial e estou animado para ver o que podemos fazer. Não apenas como isso pode me tornar melhor, mas estou empolgado para ver o que ele e eu podemos fazer para toda essa defesa”, falou Johnson.

Atualmente com 34 anos, Weddle assinou com os Rams depois de ser dispensado pelo Baltimore Ravens, em março. Durante sua carreira de 12 anos na liga até agora, o veterano foi nomeado para seis Pro Bowls e foi o líder de interceptações da NFL em 2011.

– D’Onta Foreman, running back do Houston Texans, passou a maior parte da temporada passada se recuperando de uma ruptura no tendão de Aquiles. Ele atuou em apenas um jogo, recebendo um passe para touchdown, mas somando sete corridas para uma jarda negativa.

Agora, contudo, parece que ele está se aproximando de voltar a ajudar o time texano.

“Ele está anos-luz à frente de onde estava no ano passado, saindo de contusão e tudo. Eu ainda acho que ele continua a trabalhar fortemente. Acho que ele teve uma boa offseason até o momento. O tempo longe daqui, acho que foi bem gasto para ele mesmo. Preparando-se fisicamente, e acho que mentalmente, agora, é o que estou de olho a cada dia”, disse Danny Barrett, treinador de running backs dos Texans, segundo o ‘Houston Chronicle’.

– Jarvis Landry, wide receiver do Cleveland Browns, publicou imagens em seu Instagram nas quais ele aparece treinando com o quarterback Baker Mayfield, bem como com outros companheiros de Browns como o tight end David Njoku e o wide receiver Rashard Higgins, semanas antes do training camp do time começar.

Em um story no Instagram, Landry observou que é sua “primeira vez em dois meses e meio correndo rotas”. Vale lembrar que o WR ficou fora dos treinos de offseason, incluindo o minicamp, devido a uma lesão não especificada.

 

Ver essa foto no Instagram

 

That comeback feeling 😬😬😬😬 📸📸 @disposabros

Uma publicação compartilhada por Jarvis Landry (@juice_landry) em

– A Nike desistiu do plano de lançar um novo modelo de tênis com a versão original da bandeira dos Estados Unidos nesta semana depois de um pedido feito por Colin Kaepernick, ex-quarterback do San Francisco 49ers. A informação foi noticiada pelo conceituado ‘The Wall Street Journal’.

O tênis, modelo Air Max 1 Quick Strick Fourth of July, tinha um logo com a bandeira original dos EUA, cujo design, por tradição popular, é creditado a Betsy Ross. A bandeira é composta por 13 estrelas em um círculo.

O ‘Journal’ noticiou que Kaepernick disse à Nike que ela não deveria usar esta versão da bandeira, já que ele e outros a consideram um símbolo ofensivo devido à sua conexão a uma época em que a escravidão era legal.

– A polícia da Carolina do Norte disse que o ex-quarterback Anthony Wright, da Universidade de South Carolina e da NFL, está se recuperando no hospital depois de tomar um tiro durante um confronto doméstico.

Wright iniciou sua carreira no futebol americano em South Carolina em 1995 e, na NFL, passou por Dallas Cowboys, Baltimore Ravens, Cincinnati Bengals e New York Giants.

A Concord Police disse em nota que acha que Wright entrou em uma discussão com o ex-namorado de sua namorada, quando o ex-namorado apareceu para deixar sua filha. A polícia então foi chamada ao local, onde houve uma briga e tiros foram disparados.

 

Comments
To Top