NFL

Nickell Robey-Coleman admite ter cometido falta polêmica não marcada contra os Saints

Nickell Robey-Coleman, defensive back do Los Angeles Rams

(Crédito: Twitter/reprodução)

A partida entre Los Angeles Rams e New Orleans Saints foi marcada por polêmica. No final do último quarto com o placar empatado, o defensive back Nickell Robey-Coleman correu para a linha lateral e impediu o wide receiver Tommylee fazer a recepção. A conversão da terceira descida deveria permitir a franquia da Louisiana gastar o resto do tempo no relógio antes de fazer o field goal da vitória.

Enquanto todos os mais de 73 mil presentes esperaram uma falta de pass interference da defesa da equipe de Sean McVay, a arbitragem nunca sinalizou que o lance foi irregular. O lance assustou inclusive Robey-Coleman e resultou em um field goal com tempo suficiente para o time de L.A. conseguir empatar e levar a peleja para a prorrogação.

“Sim, eu cheguei lá muito cedo. Eu fui superado (na jogada) e eu estava tentando impedir o touchdown”, admitiu o jogador de 27 anos. Apesar da declaração surpreendente, ele rapidamente adicionou que um dos oficiais da partida informou que a bola foi desviada, o que fez o contato ser legal. A exceção seria um contato capacete com capacete.

O head coach Sean Payton revelou que Al Riveron, vice-presidente sênior de arbitragem da NFL, ligou imediatamente após o confronto para falar sobre ele. “Isso foi simples. Eles erraram a marcação. Eles disseram não só que foi interferência como também foi capacete com capacete. Foram duas marcações. Eles apenas não podiam acreditar nisso”, comentou o treinador dos Saints.

“Conversamos inicialmente, então eu liguei para ter uma atualização e a primeira coisa que Al disse no telefone foi: ‘fizemos besteira’.  Mas vamos nas reuniões da liga, sentamos com o grupo de proprietários e não avaliamos o sistema de replay”, completou.

Comments
To Top