NFL

Nick Foles: derrota para os Saints “nos ajudou a ser a equipe que somos hoje”

Nick Foles, quarterback do Philadelphia Eagles

(Crédito: Instagram/reprodução)

Uma derrota por 48 a 7 para o New Orleans Saints na semana 11 foi um dos piores momentos da temporada do Philadelphia Eagles. Apesar disso, o quarterback Nick Foles acredita que esse foi o momento da virada da equipe comandada por Doug Pederson.

“Esse jogo nos ajudou a ser a equipe que somos hoje. Ao passar por isso, não é fácil para uma equipe perder assim. Mas, nunca houve ninguém apontando o dedo. Na verdade, isso nos uniu. Isso pode separar uma equipe ou uni-la e isso nos uniu”, declarou o jogador de 29 anos na quarta-feira, quando o time começou sua preparação para a partida da rodada divisional contra os Saints.

A derrota fez os Eagles passarem a ter campanha de 4-6 e colocou suas chances de ir aos playoffs em risco. A resposta foi cinco vitórias em seis jogos e a última vaga para jogar em janeiro.

O safety Malcolm Jenkins endossou os argumentos de Nick Foles e citou a derrota para sua ex-equipe como o pior momento da temporada de 2018. “Naquele momento, obviamente, esse foi o ponto baixo da nossa temporada. Mas nada vez a gente ter dúvidas no vestiário. Sabíamos que tínhamos que juntar forças. Desde então, acho que respondemos e ganhamos nossa oportunidade”.

Além disso, Nick Foles comentou o fato de o center Jason Kelce ter indicado que sentiria sua falta caso ele deixe a equipe ao término da temporada. O quarterback se tornará agente livre na próxima offseason, deverá receber contato de muitas equipes e Carson Wentz é o cara do futuro na Filadélfia.

“Isso significa tudo. Não estou preocupado com o futuro, mas, ao mesmo tempo, entendo minha situação. Sempre que eu visto esse uniforme é especial e jogar com caras como Jason é especial. Tenho sorte de jogar com o melhor center da liga. Nunca esquecerei isso. Felizmente desviamos o field goal e a bola não entrou. Foi uma grande jogada de (Treyvon) Hester. Mas temos, pelo menos, mais uma semana juntos”.

Comments
To Top