NFL

NFL trade deadline 2019: Talib trocado, pouca movimentação e outras transações

Aqib Talib, cornerback do Los Angeles Rams

O NFL trade deadline chegou. E já era. O prazo final para trocas na National Football League em 2019 terminou às 17h (de Brasília) desta terça-feira e, agora, os times da liga não podem mais acertar trocas de jogadores e escolhas de draft até o final do campeonato.

Acabou sendo uma terça menos agitada do que esperávamos. Teve muito bafafá, mas pouca ação. E a única troca do dia foi a do cornerback Aqib Talib, negociado pelo Los Angeles Rams com o Miami Dolphins.

Além de Talib, os Dolphins levaram uma escolha de quinta rodada de draft na negociação. Já a escolha que os Rams vão receber como compensação deve ser uma de sétima rodada do draft de 2022, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Opiniões, palpites dos jogos da semana 9 da NFL e opiniões polêmicas dos ouvintes. Ouça o nosso podcast!

Para a franquia da Flórida, esta troca representou uma maneira de conseguir mais uma escolha de draft, já que Talib está atualmente na injured reserve. Já os Rams estavam querendo se livrar do salário do defensive back, pois havia aproximadamente US$ 4,2 milhões remanescentes no acordo do jogador.

Talib será um free agent irrestrito na offseason do ano que vem.

Chris Grier, general manager dos Dolphins, falou no último domingo sobre a propensão dos Dolphins de fechar trocas deste tipo. Isso porque uma das prioridades da organização é acumular escolhas de draft para rejuvenescer a equipe em 2020 e 2021.

Os Dolphins devem ter 14 escolhas no draft de 2020, incluindo três de primeira rodada, duas de segunda rodada e duas escolhas compensatórias projetadas.

Os Rams colocaram Talib na IR no começo deste mês, devido a uma lesão na costela que ele sofreu na semana 5 contra o Seattle Seahawks. O cornerback poderia voltar a partir da semana 15, mas é incerto se ele poderá jogar novamente nesta temporada.

Aqib Talib é o segundo quarterback titular que os Rams trocaram nas últimas duas semanas. A equipe da Califórnia mandou Marcus Peters para o Baltimore Ravens pelo linebacker Kenny Young e uma escolha de quinta rodada do draft. Então, pouco depois, os Rams fecharam uma troca com o Jacksonville Jaguars para adquirir o cornerback Jalen Ramsey, mandando escolhas de primeira rodada dos drafts de 2020 e 2021 e uma de quarta rodada de 2021 para os Jags.

Ao trocar Talib, os Rams abrem espaço no salary cap para, possivelmente, acertarem um contrato de longa duração com Ramsey.

Atualmente com 33 anos de idade, Talib foi cinco vezes selecionado para o Pro Bowl, com 35 interceptações (10 retornadas para touchdown) desde que ele foi selecionado na primeira rodada do draft de 2008 pelo Tampa Bay Buccaneers. Ele está empatado em primeiro na NFL entre jogadores em atividade em interceptações e em quarto na liga em pick-sixes.

Talib também jogou pelo New England Patriots e pelo Denver Broncos, onde ele ganhou um anel de Super Bowl após a temporada 2015.

As não-trocas do dia

A terça também teve muitas não-trocas. Houve negociações, linhas telefônicas congestionadas, mas os nomes abaixo acabaram ficando onde estavam.

– Jamal Adams, Robby Anderson e Le’Veon Bell

Esses três jogadores do New York Jets foram envolvidos em rumores de trocas ao longo do dia, com a franquia escutando propostas, mas nenhum deles foi negociado. E Adams era o mais provável de sair dos Jets.

O safety Jamal Adams foi o assunto principal de conversas entre os Jets e o Dallas Cowboys durante a tarde, como apuraram Ian Rapoport e Jane Slater, da ‘NFL Network’. O time de Nova York estava pedindo uma escolha de primeira rodada e duas de segunda rodada do draft pelo defensive back. Mas Dallas estava disposto apenas a ceder uma de primeira rodada e uma do terceiro dia de draft (rodadas 4 a 7). Assim, o negócio não rolou.

O wide receiver Robby Anderson foi envolvido em negociações após a derrota dos Jets no domingo para o Jacksonville Jaguars juntamente com o defensive lineman Leonard Williams. O time de Nova York mandou Williams para o NY Giants na última segunda, mas a troca de Anderson nunca se concretizou.

Aproveite uma pausa e assista o nosso quadro “Dois Homens em Conflito”

Já Bell, que assinou um contrato de quatro anos com os Jets nesta offseason, estava na lista de potenciais jogadores a serem trocados, mas Pelissero, da ‘NFL Network’, noticiou que o time não recebeu “nenhuma oferta sólida” pelo running back.

O general manager Joe Douglas, dos Jets, disse aos repórteres em uma coletiva pós-deadline que, ainda que eles tenham recebido ligações envolvendo vários jogadores, o time não estava ativamente “vendendo” seus astros.

A não-troca de Adams, inclusive, criou um possível clima ruim entre o safety e Douglas, que está em seu primeiro ano no cargo. Adams atacou Douglas via Twitter, dizendo que ele disse ao GM que queria continuar nos Jets, mas que o executivo “foi pelas minhas costas e me negociou com times, mesmo depois que eu pedi para ele me manter aqui! Negócio louco”.

– Trent Williams

O Washington Redskins não acatou o pedido de Williams para ser trocado e, depois que o prazo final para trocas acabou, o left tackle se reapresentou ao time. Ele vinha boicotando a equipe desde a offseason. A notícia da reapresentação de Williams à equipe foi dada em primeira mão por DeAngelo Hall, ex-companheiro de equipe de Williams e atual comentarista da ‘NFL Network’.

Trent Williams tinha que se apresentar para esta temporada para prevenir que seu contrato não contasse para este ano. O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, noticiou que o left tackle deve faturar pouco mais de US$ 5,8 milhões em salário-base no restante de 2019 (além de mais de US$ 15 mil para cada jogo em que estiver entre os ativos).

O tackle tem um ano remanescente em seu contrato, com valor de US$ 12,5 milhões para 2020.

Williams havia indicado que não queria mais jogar em Washington D.C., mas a perspectiva de ver seu contrato não contar neste ano e perder um ano inteiro de salário superaram esse desejo.

Agora, Williams poderá a ser assunto de especulação de troca novamente na offseason de 2020.

– Chris Harris

O cornerback do Denver Broncos foi um de vários jogadores notáveis cujos nomes foram levantados em rumores de trocas, mas que não foram negociados até as 17h.

“Estou definitivamente feliz. Agora, eu posso apenas jogar bola, deixar isso para trás e focar em finalizar bem o restante do ano. Tentar e conseguir algumas vitórias”, declarou Chris Harris Jr. ao jornalista Mike Klis, do ‘9News’.

Outros nomes que foram alvos de rumores de trocas, mas que não mudaram de ares: o cornerback Darius Slay (Detroit Lions), tight end O.J. Howard (Tampa Bay Buccaneers), o running back Melvin Gordon (Los Angeles Chargers), o running back Rashaad Penny (Seattle Seahawks), o defensive end Vic Beasley (Atlanta Falcons), o cornerback Josh Norman (Washington Redskins) e o cornerback Janoris Jenkins (New York Giants).

Outras movimentações importantes do dia (que não foram trocas)

– Andy Dalton

Talvez na maior notícia do dia de trocas (o que é bizarro, por justamente não ser relacionado), o quarterback Andy Dalton perdeu sua vaga de titular no Cincinnati Bengals para o quarterback calouro Ryan Finley.

Dalton tem um ano remanescente em seu contrato após esta temporada, com US$ 17,5 milhões não-garantidos, mas parece extremamente improvável que a franquia de Ohio mantenha o signal caller para além de 2019.

Finley, selecionado na quarta rodada do draft deste ano, vai assumir o comando do ataque dos Bengals, que estão com 0-8 neste campeonato.

Após a semana de bye, Finley vai ser titular na semana 10 contra o Baltimore Ravens. E Dalton, que está em meio à sua nona temporada na franquia, estará no banco de reservas.

“Vamos em frente, fazer essa mudança e apoiar Ryan para tentar vencer esses próximos jogos”, disse o técnico Zac Taylor, explicando a decisão de fazer a mudança. “Essa não é uma decisão fácil de tomar. Não estamos com 0-8 por causa de Andy. Andy trabalhou mais do que qualquer outra pessoa neste prédio para nos ajudar a vencer jogos de futebol americano. Simplesmente foi uma decisão que tomei”, completou.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2011, Dalton foi titular em todos os 128 jogos que disputou com a camisa dos Bengals, tendo perdido apenas três jogos em 2015 e cinco no ano passado devido às contusões.

– Mudança de kickers no New England Patriots

O New England Patriots dispensou o kicker Mike Nugent nesta terça e, pouco depois, a equipe de Foxborough chegou a um acordo com o veterano Nick Folk para substituí-lo. A ‘NFL Network’ deu em primeira mão a contratação de Folk.

Folk havia chutado na NFL pela última vez em 2017, com o Tampa Bay Buccaneers.

A dispensa de Nugent se dá após a vitória por 27 a 13 sobre o Cleveland Browns, no domingo, quando o kicker errou um field goal de 34 jardas e teve um chute de 29 jardas bloqueado. Foi o primeiro FG bloqueado dos Pats desde 2006.

Nugent fechou no dia 3 de outubro com os Patriots, depois que a equipe colocou o kicker Stepgen Gostkowski foi colocado na injured reserve com uma contusão no quadril. Nugent disputou quatro jogos, acertando cinco field goals de oito chutados e 15 de 16 extra points.

Nick Folk, que também já jogou pelo Dallas Cowboys (2007 a 2009) e New York Jets (2010 a 2016), acertou 245 de 305 field goals em sua carreira. Mais cedo em 2019, ele foi o kicker do Arizona Hotshots, time da extinta Alliance of American Football (AAF).

– Atlanta Falcons dispensa Matt Bryant e traz Younghoe Koo

O Atlanta Falcons dispensou o kicker Matt Bryant nesta terça, como anunciou a franquia da Geórgia. Atualmente com 44 anos de idade, Bryant perdeu field goals de 51 e 53 jardas durante a derrota do time por 27 a 20 sobre o Seattle Seahawks, no último domingo.

Bryant acertou nove de 14 field goals e 14 de 15 extra points nesta temporada. Ele está em 13º na lista de maiores pontuadores da história da NFL, com 1.758 pontos marcados.

Matt Bryant vestiu a camisa dos Falcons de 2009 a 2018 antes de ser dispensado em fevereiro. Os Falcons trouxeram ele de volta em agosto, depois que Giorgio Tavecchio perdeu quatro FGs durante a pré-temporada.

Para substituir Bryant, os Falcons contrataram Younghoe Koo. Atualmente com 25 anos de idade, Koo disputou quatro jogos com a camisa do Los Angeles Chargers em 2017.

– Oakland Raiders traz de volta Brandon Marshall

Procurando reforçar seu corpo de linebackers, que está carente de opções, o Oakland Raiders fechou com Brandon Marshall nesta terça. Ele teve uma passagem pelo time mais cedo neste ano.

Marshall, contratado na offseason, foi um dos cortes mais surpreendentes dos Raiders ao final do training camp. Ele estava treinando por conta própria enquanto aguardava uma nova chance.

E o que já havia rolado de trocas importantes na NFL (nas últimas semanas)

Jalen Ramsey: o cornerback foi trocado pelo Jacksonville Jaguars com o Los Angeles Rams no dia 15 de outubro. Os Rams mandaram uma escolha de primeira rodada do draft de 2020, uma escolha de primeira rodada do draft de 2021 e uma escolha de quarta rodada de 2021 para os Jaguars pelo jogador.

Marcus Peters: o cornerback foi trocado pelo Los Angeles Rams com o Baltimore Ravens pelo linebacker Kenny Young e uma escolha de quinta rodada do draft de 2020. A troca foi no mesmo dia da aquisição de Ramsey, que ocorreu horas depois da negociação de Peters.

Leonard Williams: o defensive lineman foi trocado pelo New York Jets com o New York Giants na véspera da NFL trade deadline. Como compensação pelo jogador de linha defensiva, os Jets receberam uma escolha de terceira rodada do draft de 2020 e uma de quinta rodada do draft de 2021.

Kenyan Drake: o running back foi trocado pelo Miami Dolphins com o Arizona Cardinals na véspera da trade deadline. Como compensação, os Cards mandaram uma escolha condicional do draft de 2020 para a franquia da Flórida.

Michael Bennett: o defensive end foi trocado pelo New England Patriots com o Dallas Cowboys no dia 24 de outubro. Como compensação pelo pass rusher, os Pats receberam uma escolha de sétima rodada do draft de 2021 que pode evoluir para uma escolha de sexta rodada dependendo do desempenho do atleta nos Cowboys.

Mohamed Sanu: o wide receiver veterano foi trocado pelo Atlanta Falcons com o New England Patriots, uma semana antes do prazo final. Os Pats cederam uma escolha de segunda rodada de draft para trazer o wideout.

Emmanuel Sanders: o wide receiver foi trocado pelo Denver Broncos com o San Francisco 49ers no dia 22 de outubro. Os Niners mandaram uma escolha de terceira e uma de quarta rodadas do draft de 2020 para Denver e, além do jogador, receberam uma escolha de quinta rodada do draft de 2020.

Quandre Diggs: o safety foi trocado pelo Detroit Lions com o Seattle Seahawks no dia 22 de outubro. Além de Diggs, os Seahawks receberam uma escolha de sétima rodada do draft de 2021. E os Lions, como compensação pelo defensive back, receberam uma escolha de quinta rodada do draft de 2020.

Gareon Conley: o cornerback foi trocado pelo Oakland Raiders com o Houston Texans no dia 21 de outubro por uma escolha de terceira rodada de draft.

Comments
To Top