Cachorrada

NFL tem primeiro mês sem jogadores presos desde julho de 2009

(Crédito: reprodução)

(Crédito: reprodução)

Os tempos mudaram, amigos. A coluna Cachorrada, do QUINTO QUARTO, chora com a notícia que foi divulgada nesta sexta-feira (2). Pela primeira vez desde julho de 2009, um mês do calendário da NFL se passou sem uma prisão sequer de um jogador da liga, segundo Mike Rosenberg, da Reuters, que se baseou em informações coletadas nos bancos de dados do USA Today e do San Diego Union-Tribune.

Além deste fato a se comemorar (não pelos colunistas do Cachorrada), é a primeira vez em 15 anos que não houve uma prisão sequer de atleta durante a temporada da National Football League, já que em julho de 2009 ainda não tinha começado o campeonato daquele ano.

A notícia é excelente para a NFL, ainda mais depois da temporada 2014, na qual os casos controversos de violência contra os running backs Ray Rice, ex-Baltimore Ravens, e Adrian Peterson, do Minnesota Vikings, agitaram os bastidores da liga. Rice foi flagrado agredindo sua então noiva e Peterson foi detido por aplicar um castigo físico em seu filho pequeno.

O último jogador da NFL preso em 2015 foi Aldon Smith, ex-linebacker do San Francisco 49ers, que foi indiciado com direção imprudente no dia 6 de agosto. Ahmad Brooks, outro linebacker dos Niners, foi acusado de crime sexual no dia 26 de agosto.

Em seu Twitter, Mike Rosenberg divulgou dados referentes ao número de presos por time da liga nos últimos cinco anos e o líder neste quesito é o Minnesota Vikings, com 18 detenções. A franquia que menos sofreu com problemas desse tipo na última meia década foi o Houston Texans, que teve apenas um jogador preso neste intervalo.

Bom, o dado nos deixa felizes, claro, porque o ideal é nos preocuparmos com esporte e não com páginas policiais. Mesmo, assim, a coluna Cachorrada pode estar com os dias contados, para sua alegria (ou não).

Comments
To Top