NFL

NFL está fazendo mudanças significativas no protocolo de concussão

NFL logo

(Crédito: Flickr/reprodução)

Algumas mudanças significativas no protocolo de concussão da National Football League foram feitas neste final de temporada, incluindo a colocação de um consultor central não afiliado de neurotrauma (UNC, em inglês) no centro de comando da liga para todos os jogos. A informação foi apurada por Chris Mortensen, jornalista da ‘ESPN’ norte-americana.

As modificações se dão após incidentes que levaram a investigações.

As mudanças foram implementadas no final de semana passada, como disse o Dr. Allen Sills, diretor médico da NFL, à ‘ESPN’. Um consultor não afiliado foi colocado no centro de comando da liga que era utilizado principalmente para revisão de replays de jogo, de acordo com Sills.

“Nós estamos constantemente olhando para o protocolo de concussão e como é aplicado e tentando melhorar. O processo acontece durante a temporada.”, falou Sills.

Recentemente, a investigação sobre uma violação no protocolo de concussão por parte do Seattle Seahawks, em lance da semana 10 envolvendo o quarterback Russell Wilson, levou a uma multa de US$ 100 mil aplicada pela liga na franquia.

Apesar disso, foi o incidente no dia 10 de dezembro envolvendo o quarterback Tom Savage, do Houston Texans, que trouxe um senso de urgência em relação às mudanças. A investigação sobre esse caso envolvendo Savage não foi concluída.

Os ajustes no protocolo foram implementados no dia 11 de dezembro pelo comitê de cabeça, pescoço de coluna da NFL e foram comunicadas em duas teleconferências lideradas por Sills e o Dr. Thom Mayer, diretor médico da NFL Players Association (NFLPA).

Também houve uma comunicação separada com Al Riveron, vice-presidente de arbitragem da liga, que educou seus árbitros de jogo.

Confira as principais mudanças no protocolo de concussão:

– Um consultor central não afiliado de neurotrauma (UNC) estará fixado no centro de comando da NFL para auxiliar na supervisão da transmissão de cada jogo;

– Qualquer sinal de sequela de impacto será considerado o mesmo que perda de consciência e o jogador estará fora do jogo;

– Um árbitro que remover um jogador da partida por suspeita de trauma na cabeça deve notificar a equipe médica;

– Um jogador que apresentar instabilidade motora evidente ou perda significativa de equilíbrio deve ser levado ao vestiário para avaliação se não for diagnosticado como lesão ortopédica;

– Um jogador que é avaliado com suspeita de concussão deve ser reavaliado dentro de 24 horas, mesmo que o jogador esteja em um dia de folga;

– Um terceiro consultor central não afiliado de neurotrauma (UNC) estará à disposição para os playoffs e o Super Bowl, além dos dois já atribuídos a cada jogo de temporada regular;

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top