NFL

NFL e NFLPA firmam acordo para suspender as novas regras do hino por enquanto

NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Com o Miami Dolphins enfrentando a reação pública depois de apresentar a documentação necessária à NFL relacionada às potenciais medidas disciplinares para quem protestar durante o hino dos Estados Unidos, a National Football League e a NFL Players Association (NFLPA) anunciaram em um comunicado conjunto emitido na noite desta quinta-feira (19) que as políticas do time e da liga quanto à conduta durante a execução do hino não serão emitidas ou aplicadas por várias semanas, como parte de um acordo de status quo firmado entre as duas partes.

“A NFL e a NFLPA, através de discussões recentes, estão trabalhando em uma resolução para a questão do hino. Para permitir que este diálogo construtivo continue, chegamos a um acordo de suspensão sobre a queixa da NFLPA e sobre a política de hino da NFL. Nenhuma nova regra relativa ao hino será emitida ou aplicada pelas próximas semanas enquanto estas discussões confidenciais estão em andamento”, afirma a nota. “A NFL e a NFLPA refletem os grandes valores dos Estados Unidos, que são repetidamente demonstrados pelos muitos jogadores que realizam um trabalho extraordinário em comunidades em todo o país para promover igualdade e justiça. Nosso foco compartilhado permanecerá em encontrar uma resolução para a questão do hino por meio de compromissos mútuos e de boa-fé em vez de litígios”, completa.

Uma fonte com conhecimento da situação disse ao jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, que tudo conectado às políticas da liga e dos times sobre o hino vão permanecer ‘congeladas’ enquanto a NFL e o sindicato dos atletas conversam sobre o tema.

Isso se dá depois de ser divulgado que jogadores do Miami Dolphins que protestarem durante o hino dos Estados Unidos poderiam ser suspensos por até quatro jogos, de acordo com uma política do time emitida nesta semana. A informação foi apurada nesta quinta pela agência ‘The Associated Press’.

A seção “Conduta Apropriada no Hino” é apenas uma frase em um documento de nove páginas sobre disciplina que foi fornecido à ‘Associated Press’ por uma pessoa com familiaridade com a política da franquia da Flórida, mas que preferiu manter o anonimato porque o documento não é público.

Esse documento classifica os protestos no hino sob uma ampla lista de “conduta prejudicial ao clube”, todas podendo levar a uma suspensão paga ou não-paga, uma multa ou ambos.

Em nota oficial, o time de Miami confirmou que enviou o documento à NFL, mas não deu detalhes.

“A NFL exigiu que cada time apresentasse suas regras relacionadas ao hino antes de seus jogadores se apresentarem ao training camp. Vamos abordar essa questão assim que a temporada começar. Todas as opções ainda estão abertas”, declarou o Miami Dolphins.

A política dos Dolphins relacionada ao hino surge depois que a NFL, em maio, decidiu que times serão multados se os jogadores não ficarem em pé durante o The Star-Spangled Banner enquanto estiverem em campo. A liga deixou nas mãos dos times a decisão sobre como punir os jogadores.

Nenhuma das políticas dos times foi divulgada.

A regra da NFL proíbe jogadores de permanecerem sentados ou de se ajoelharem enquanto estiverem no campo durante o hino, mas permite que os atletas permaneçam no vestiário se for o desejo deles.

A nova regra da liga relacionada ao hino foi contestada pela NFL Players Association (NFLPA), sindicato dos jogadores da liga, em uma queixa apresentada neste mês.

Qualquer equipe que queira disciplinar seus jogadores teria que fazê-lo sob a parte “conduta prejudicial” do acordo coletivo de trabalho.

A punição específica que um time poderia aplicar segundo o acordo coletivo de trabalho seria: “Conduta Prejudicial ao Clube – multa máxima de um valor igual a uma semana de salário e/ou suspensão sem pagamento por um período que não exceda quatro (4) semanas”.

Os Dolphins não tomaram nenhuma decisão interna sobre até que ponto os jogadores serão disciplinados por esses protestos, como apurou a ‘ESPN’ com fontes.

Enquanto isso, uma fonte da liga disse à ‘ESPN’ que a submissão de potenciais disciplinas dos Dolphins é um protocolo padrão seguido por todas as equipes antes da abertura do training camp. Os Dolphins estão entre os primeiros a fazer com que os jogadores (novatos, neste caso) se apresentem ao acampamento e, por isso, estão entre os primeiros a serem obrigados a apresentar a documentação obrigatória.

Comments
To Top