NFL

NFL aprova plano de sucessão para o proprietário do Miami Dolphins; veja manchetes

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– NFL aprova plano de sucessão para o proprietário do Miami Dolphins: proprietários dos times da liga aprovaram um plano de sucessão para Stephen Ross, atual proprietário da franquia da Flórida, que permite a Bruce Beal Jr. ser a primeira opção de executivo para comprar o time. Caso Ross morra ou decida vender o Miami Dolphins, Beal Jr. será quem terá as maiores chances de se tornar o novo dono do time.

Atualmente, ele é proprietário de sócio majoritário do Related Companies, um império corporativo de Nova York. Além do poder financeiro, ele também possui laços estreitos com a família de Ross.

– General manager do Tennessee Titans revela que franquias aumentaram interesse em troca pela escolha nº 1 do draft: detentora da primeira escolha no próximo draft, a franquia vem recebendo ofertas para trocar a escolha. De acordo com o general manager Jon Robinson, os times estão fazendo mais ofertas com a proximidade do grande dia.

– Para Ozzie Newsome, general manager do Baltimore Ravens, últimos drafts do time de Maryland não foram à altura da franquia: em entrevista ao site oficial do time, ele deu sua opinião crítica sobre os últimos jogadores recrutados via draft. “Eu diria que não está no meu nível”, comentou Newsome nesta quinta-feira.

– New York Giants e Green Bay Packers aumentam objeções contra jogos da NFL na China: depois de Londres, a liga pode expandir sua temporada para a China, mas algumas franquias não concordam com o projeto. Em comunicados, o presidente dos Packers e o proprietário dos Giants se manifestaram contra a possibilidade de partidas no país. “É uma viagem longa demais”, disse Mark Murphy, de Green Bay. “Você precisaria dar uma semana de folga aos jogadores”, completou John Mara, dono dos Giants, que também reclamou da viagem.

– Doug Baldwin e Seattle Seahawks ainda não conversaram sobre extensão do contrato: draftado pelo time em 2011, o wide receiver jogou nos Seahawks por cinco anos e, agora, ou ele renova seu contrato ou terá que atuar com o acordo chegando ao fim. Até o momento, entretanto, as duas partes não começaram quaisquer negociações, mas atleta não se disse preocupado com a situação.

– Doug Whaley, general manager do Buffalo Bills, ainda não sabe dizer se quarterback Tyrod Taylor será solução a longo prazo: “somente o tempo dirá”, disse Whaley para o “NFL HQ”. “Nós queremos que ele seja e ele quer ser”, completou Whaley.

– Thomas Rawls quer estar pronto para o training camp do Seattle Seahawks: devido a uma lesão no tornozelo, sua temporada como novato na liga acabou tendo seu fim antes do que deveria, mas ele está confiante para 2016. “Estou vivendo cada dia. Estou andando sozinho, fazendo várias coisas boas e me recuperando bastante rápido”, disse o running back.

– Terrance West processa hotel após onde foi roubado duas vezes: no último mês de fevereiro, o running back do Baltimore Ravens disse ter sido furtado no Metropole South Beach Hotel e, agora, entrou com uma ação contra a empresa. Para cobrir os danos, o atleta pede uma indenização de U$53.129.

Comments
To Top