NFL

New York Jets troca o quarterback Christian Hackenberg com o Oakland Raiders

Christian Hackenberg, quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O New York Jets trocou o quarterback Christian Hackenberg com o Oakland Raiders nesta terça-feira (22), como confirmou o técnico Todd Bowles aos jornalistas.

Os Jets vão receber uma escolha condicional de sétima rodada do draft de 2019 como compensação pelo signal caller, de acordo com o próprio head coach.

Hackenberg passou a offseason “começando do zero” em seu movimento de lançamento, depois de passar os últimos dois anos sem convencer a equipe técnica dos Jets, que permanece sedenta por um quarterback jovem e talentoso.

O anúncio da troca por Bowles foi feito apenas horas depois de um encorajado Hackenberg expressar frustração pelo fato de sua mecânica de lançamento nunca ter sido consertada em dois anos trabalhando com os treinadores dos Jets.

No cenário atual, Hackenberg tinha chances mínimas de conquistar uma vaga no elenco final, agora composto por Sam Darnold, selecionado com uma escolha alta no draft deste ano e esperança da franquia, pelo veterano Josh McCown e pelo ainda jovem Teddy Bridgewater.

Depois de uma promissora temporada de calouro na Universidade de Penn State, Hackenberg foi bastante elogiado e considerado por muitos uma escolha muito promissora quando os Jets conseguiram selecioná-lo com a 51ª escolha geral do draft de 2016.

Contudo, ele não chegou nem a ter uma chance até agora em um jogo de temporada regular na NFL.

Demonstrando problemas no pocket, entre eles o timing nos passes, Hackenberg completou apenas 54,8% de seus passes em suas últimas duas temporadas no futebol americano universitário.

Nos Raiders, Hackenberg terá a oportunidade de trabalhar com o head coach Jon Gruden, que chegou a elogiar o jovem QB em 2016, quando ainda era comentarista da ‘ESPN’.

“Esse foi o prospecto número 1 do país há alguns anos, e alguém que mostrou durante o seu primeiro ano (na universidade) que poderia produzir em alto nível em um ataque verdadeiramente no estilo da NFL”, escreveu Gruden, na época.

Dois anos mais tarde, Gruden mandou uma escolha baixa de draft para os Jets só para ter a chance de provar que pode extrair o melhor de Hackenberg que ele viu. Contudo, nada sugere neste momento que ele conseguirá uma vaga no elenco para ser um dos reservas de Derek Carr.

Comments
To Top