NFL

New York Jets está usando previsões de 0-16 como motivação

New York Jets

(Crédito: Twitter/reprodução)

Entrando na semana 5 da temporada regular da National Football League, o New York Jets está com campanha de duas vitórias e duas derrotas. Se você lesse esse parágrafo em agosto, em uma suposição de uma notícia do futuro, por exemplo, havia 101% de chances de você dar boas risadas.

Pois cá estamos. Após perder para Buffalo Bills (21 a 12) e Oakland Raiders (45 a 20) nos dois primeiros compromissos, os Jets superaram Miami Dolphins (20 a 6) e Jacksonville Jaguars (23 a 20) e encontraram alguma luz em meio às trevas.

E, neste final de semana, a franquia nova-iorquina tem um duelo fora de casa contra o Cleveland Browns, que está com 0-4 no campeonato até agora. E essa é a grande chance de o New York Jets ficar com aproveitamento acima de 50% pela primeira vez desde o final da temporada 2015.

Durante a offseason deste ano, a organização dispensou muitos veteranos e fez trocas para adquirir escolhas de draft e seguir com a reformulação. Assim, muitas previsões apontavam uma temporada 0-16 para o time ou com, no máximo, três vitórias.

Agora com 2-2, o time está usando isso como motivação.

Segundo o jornalista Connor Hughes, do ‘NJ Advance Media’, os jogadores foram recebidos com notas para não “esquecer o que eles disseram sobre nós”.

Os jogadores dos Jets sempre criticaram tais previsões e resolveram bloquear esse tipo de conversa.

“Foi isso em toda a offseason: ‘os Jets serão 0-16’. Isso praticamente vem à minha mente antes de cada jogo”, declarou o linebacker Jordan Jenkins a Hughes. “Eu olhei para (a nota) e, na minha cabeça, fiquei tipo ‘não se preocupe, eu não esqueci o que ninguém disse’. Ainda me lembro de todo esse tipo de coisa. Não preciso de qualquer mínima lembrança”, completou.

O tight end Austin Seferian-Jenkins também falou.

“Eu postei o meu. Quero dizer, não vou esquecer. (A conversa de 0-16 na offseason) é desrespeitosa com todos no vestiário. Não esqueço isso. Eles não achavam que éramos bons o suficiente para ganhar um jogo, então eles definitivamente não acham que somos bons o suficiente para vencer três jogos. Levamos essa (palavrão) ao coração”, observou.

Quem também não deixou de falar sobre a situação foi Kony Ealy.

“Eu fui uma das pessoas que entraram nesta temporada ouvindo sobe 0-16. Eu fiquei desgostoso com isso. Para você fazer previsões ousadas assim, sobre qualquer time profissional? É ruim de sua parte”, falou o defensive end ao jornalista Connor Hughes. “Nenhum time é o mesmo de antes. Todos são profissionais. Você nunca deve subestimar qualquer time. Nunca. Olhando para isso, me faz lembrar o que fazia parte dessa organização, mas não o que será daqui em diante”, finalizou Ealy.

Comments
To Top