NFL

New England Patriots contrata os wide receivers Corey Coleman e Bennie Fowler

Corey Coleman, wide receiver da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O New England Patriots continua a testar opções na posição de wide receiver, setor em que o time não tem muitas opções, e a franquia contratou Corey Coleman e Bennie Fowler nesta terça-feira (11). A informação foi confirmada pelos jornalistas Josina Anderson e Field Yates, da ‘ESPN’ norte-americana.

A ‘NFL Network’ noticiou em primeira mão que os Patriots estavam trazendo Coleman.

Os Patriots têm sofrido com a posição de WR em 2018, sobretudo enquanto Julian Edelman cumpre sua suspensão de quatro jogos.

Chris Hogan e Phillip Dorsett estão no topo do grupo de recebedores, com Cordarrelle Patterson aparecendo como opção número 3.

Na última segunda, o time dispensou Riley McCarron, slot receiver/retornador de punts, depois que ele deixou a bola cair durante um retorno de punt na vitória sobre o Houston Texans na estreia. Os Pats também mandaram embora o recebedor Chad Hensen, que a equipe havia trazido no começo de setembro, depois de ele ser dispensado pelo New York Jets.

Durante o training camp, o New England Patriots dispensou recebedores como Kenny Britt, Jordan Matthews, Malcolm Mitchell e Eric Decker, depois que uma série de movimentações não vingaram para o time comandado pelo técnico Bill Belichick.

Coleman entrou na NFL em 2016, ao ser selecionado na primeira rodada do draft pelo Cleveland Browns, mas ele nunca atendeu às expectativas que vêm acompanhadas de um jogador selecionado com a 15ª escolha geral.

Ele foi trocado com o Buffalo Bills no dia 6 de agosto por uma escolha de sétima rodada do draft de 2020, mas sequer conquistou uma vaga no elenco de 53 jogadores dos Bills para a temporada 2018.

O general manager Brandon Beane, dos Bills, disse ao ‘The Athletic’ que Coleman “tentou duramente”, mas “onde ele chegou para aprender um novo ataque, ele simplesmente não floresceu. (…) Qualquer um que esteja no campo de treino verá que ele tem um conjunto de habilidades. Mas nós nunca fomos capazes de fazer isso render em campo com ele”.

Brian Daboll, novo coordenador ofensivo dos Bills, é ex-assistente do New England Patriots e, lá nos Bills, ele comanda um ataque similar ao que o coordenador Josh McDaniels usa nos Pats.

Em duas temporadas nos Browns, Coleman somou 56 recepções para 718 jardas e cinco touchdowns em 19 partidas disputadas.

Já Bennie Fowler III passou os primeiros quatro anos de sua carreira na NFL no Denver Broncos, indo de um free agent não draftado que era membro do practice squad em 2014 para uma peça complementar do corpo de WRs da franquia do Colorado entre 2015 e 2017.

Nas últimas três temporadas, Fowler somou 56 recepções para 698 jardas e cinco touchdowns em 45 jogos com a camisa dos Broncos. Contudo, ele teve alguns passes não agarrados que parecem ter contribuído na decisão de Denver de dispensá-lo neste ano.

Fowler assinou um contrato de um ano com o Chicago Bears, em abril, mas não conquistou sua vaga no elenco de 53 jogadores durante a pré-temporada.

Também nesta terça, os Patriots contrataram o running back Kenjon Barner, sendo que ele chega para ocupar a vaga no elenco deixada em aberto depois que o running back Jeremy Hill foi colocado na injured reserve devido a uma ruptura no ligamento cruzado anterior.

Barner jogou no Philadelphia Eagles de 2015 a 2017 e passou esta offseason e a pré-temporada com o Carolina Panthers.

Comments
To Top