NFL

Ndamukong Suh: Aaron Donald “merece mais do que eu recebi”

Aaron Donald, defensive tackle do Los Angeles Rams

(Crédito: Twitter/reprodução)

Em um passado não tão distante, Ndamukong Suh assinou o contrato que era o mais lucrativo para um jogador de defesa na história da National Football League. Isso foi quando o defensive tackle selou um acordo de seis anos, com valor total de US$ 114 milhões (US$ 60 milhões garantidos), com o Miami Dolphins.

O defensive lineman durou apenas três temporadas na franquia da Flórida antes de ser cortado nesta offseason. O todo o valor investido representou uma verdadeira decepção em termos da produtividade que ele apresentou nos Dolphins.

Agora, nesta offseason, Suh assinou um contrato bem mais modesto com o Los Angeles Rams (um ano de duração, com valor de US$ 14 milhões) para atuar ao lado de Aaron Donald, atual Jogador Defensivo do Ano da NFL.

E Suh reconhece que Donald, que está em meio a uma disputa contratual com a franquia californiana, merece encher os bolsos de dinheiro.

“Ele merece mais do que eu recebi. É justo que ele continue jogando em alto nível e prove isso”, declarou Suh em entrevista a Jarrett Bell, do ‘USA Today’, ao ser questionado sobre o contrato de Donald.

Atualmente, Donald está boicotando pelo segundo ano consecutivo o training camp dos Rams, na esperança de receber um novo contrato gigantesco que o torne o novo defensor mais bem pago de todos os tempos.

Atualmente com 27 anos de idade, Donald deve faturar apenas US$ 6,892 milhões sob o quinto ano de seu contrato de calouro com o time da Califórnia. Isso representa cerca de um terço do seu valor de mercado atual na NFL.

Segundo informações de bastidores, o camisa 99 dos Rams não está tentando apenas superar o acordo assinado por Suh com os Dolphins ou o contrato de Von Miller com o Denver Broncos, que tem uma média superior a US$ 19 milhões por temporada e contém US$ 70 milhões em garantias. Aaron Donald quer ganhar na faixa do que quarterbacks recebem na NFL.

Les Snead, general manager do L.A. Rams, continua a afirmar que as duas partes estão trabalhando arduamente para chegar a um acordo e o executivo não está preocupado com o tempo de training camp que Donald está perdendo.

“Você quer Aaron aqui, mas o que você pode ter certeza sobre Aaron é que, quando ele chegar aqui, ele estará em forma”, frisou Snead.

Os Rams têm seis semanas até a estreia na temporada regular de 2018, contra o Oakland Raiders, para resolver as diferenças com seu principal defensor e entregar os milhões e milhões de dólares que Aaron Donald tanto merece.

Comments
To Top