NFL

Multas na briga Myles Garrett – Mason Rudolph chegam a US$ 700 mil

mason rudolph myles garrett

A NFL anunciou recentemente uma ação disciplinar decorrente do incidente que ocorreu na noite de 14/11 no jogo entre o Pittsburgh Steelers e o Cleveland Browns.  E a punição para Myles Garrett é tão grave quanto o esperado.

Em um comunicado de imprensa divulgado no dia seguinte, a NFL anunciou que Garrett foi suspenso por pelo menos o restante da temporada regular e pós-temporada por arrancar o capacete de Mason Rudolph e acertar o defensor com ele.

A suspensão ainda não é definitiva, e Garrett terá que se reunir com o comissário Roger Goodell para ver como ocorrerá seu retorno na próxima temporada. O jogador não receberá salários durante a suspensão.

Confira as brigas que tivemos na NFL, NBA e MLB e um estudo de caso muito sério sobre isso

O center do Steelers, Maurkice Pouncey, que atingiu Garrett e pareceu chutá-lo na cabeça depois que Garrett acertou Rudolph com um capacete, foi suspenso por três jogos. O jogador dos Browns, Larry Ogunjobi, foi suspenso por um jogo por atacar Rudolph e derrubá-lo no chão quando a briga começou.

O incidente

Poucos segundos antes do final entre Pittsburgh Steelers e Cleveland Browns, Garrett pegou o capacete do Mason Rudolph, de Pittsburgh, e o agrediu na cabeça com o próprio capacete. O ataque provocou uma briga envolvendo vários jogadores de ambas equipes.

Garrett e outros dois jogadores – Larry Ogunjobi e Maurkice Pouncey – foram expulsos do jogo. Pouncey pareceu ter dado pelo menos dois socos e um chute em Garrett enquanto ele estava no chão.

O jogo era esperado pelos fãs de NFL, com destaque para o Brasil, que movimentou cifras grandes em sites de apostas, como o apostasbrazil.com.br. No entanto, após o incidente, a suspensão de Myles Garrett poderá esfriar o alvoroço dos torcedores pelo time.

Pedido de desculpas

Garrett pediu desculpas e disse que cometeu um “erro terrível” em um comunicado divulgado pelos Browns na sexta-feira. “Perdi a calma e o que fiz foi egoísta e inaceitável. Sei que todos somos responsáveis por nossas ações e só posso provar meu verdadeiro caráter através de minhas ações daqui para a frente”, disse ele, pedindo desculpas a Rudolph, seus colegas de equipe, à NFL e para seus fãs.

“Eu sei que tenho que prestar contas pelo que aconteceu e aprender com o meu erro. Eu realmente pretendo fazê-lo”, disse ele. Além da suspensão, as organizações Browns e Steelers foram multadas em US$ 250.000 (mais de R$1.000.000,00). A NFL disse que ações disciplinares adicionais podem ser implementadas à medida que o assunto for analisado.

Aqui está a lista completa das multas.

Se contarmos que as suspensões são sem pagamento, os cheques dos jogadores que não serão coletados sobem o prejuízo total para mais de US$ 2 milhões.

Freddie Kitchens, treinador do Browns, disse que o incidente foi embaraçoso. “Estou envergonhado. Myles está envergonhado”, disse ele a repórteres na noite de quinta-feira. “Isso não foi bom”. Outros jogadores, incluindo aqueles que deixaram o banco para entrar em campo onde a luta estava acontecendo, também serão repreendidos, disse Signora.

Após o incidente, há dúvidas sobre se Garrett enfrentará ou não uma ação legal. Embora a polícia já tenha dito que não está se envolvendo, houve indicações de que Rudolph poderia considerar seguir esse caminho.

Nova versão alega ato de racismo por parte de Rudolph

Uma semana após o incidente, Myles Garrett apresentou uma nova versão para a agressão a Mason Rudolph. Na última quinta-feira (21), durante a audiência que julgou o recurso de apelação à suspensão aplicada pela NFL, o defensive end do Cleveland Browns alegou que o quarterback do Pittsburgh Steelers o agrediu com uma ofensa racista durante a confusão. A informação é da ESPN americana. Em resposta à ESPN, o advogado de Rudolph, Timothy Younger, negou a acusação.

Garrett, agora, tenta recorrer da suspensão. Apesar das novas alegações, a NFL manteve a punição aplicada por tempo indeterminado ao jogador dos Browns.

 

Comments
To Top