NFL

Myles Garrett crava 4.64s no tiro de 40 jardas; veja resumo do domingo de Combine

Myles Garrett, defensive end de Texas A&M

(Crédito: Instagram/reprodução)

O terceiro dia de testes no NFL Scouting Combine foi realizado neste domingo (5) e o Quinto Quarto, como sempre, traz um resumo do que rolou nas atividades dos defensive linemen e linebackers no Lucas Oil Stadium, em Indianápolis.

Não podemos começar este texto sem destacar o desempenho de Myles Garrett. O defensive end impressionou bastante com sua capacidade atlética mesmo pesando mais de 123kg e com certeza se firmou como provável escolha número 1 do draft de 2017.

O pass rusher cravou um tempo oficial de 4.64 segundos no tiro de 40 jardas, algo muito bom para um atleta de linha defensiva. Apesar disso, de acordo com Kimberly Jones, da ‘NFL Network’, o prospecto não ficou satisfeito com seu tempo e ele quer mostrar que consegue correr ainda mais rápido.

Extraoficialmente, Gil Brandt, especialista do ‘NFL.com’, marcou o tempo de Garrett em 4.52s e notou que um olheiro que estava sentado atrás dele durante a atividade falou: “podemos ir para casa agora”.

Precisa de mais algum sinal de que o atleta de Texas A&M fez os queixos caírem? Pois bem, tem mais ainda.

Posteriormente, Garrett ainda cravou uma marca espetacular de 41 polegadas no pulo vertical, que fica entre as melhores marcas para um defensive lineman na última década. Para efeito de comparação, Jadeveon Clowney, um dos melhores pass rushers da NFL na atualidade e jogador do Houston Texans, cravou 37,5 polegadas em seu Combine, mesmo sendo mais leve do que Myles Garrett. Odell Beckham Jr., wide receiver astro do New York Giants, fez 38,5 polegadas.

Em suma, Myles Garrett provou que é um monstro e só reforçou sua posição como o maior talento do draft deste ano.

Também entre os homens de linha defensiva, Charles Harris, defensive end de Missouri, se destacou. Apesar de não ter feito marcas espetaculares no 40-yard dash (4.82 segundos) e no pulo vertical (32 polegadas), por exemplo, ele demonstrou muita capacidade atlética nos exercícios específicos de posição e deixou uma boa impressão como pass rusher e na cobertura de passes.

Outro dos que mais se destacaram neste sábado foi Haason Reddick, de Temple. Ele fez o segundo melhor tempo na corrida de 40 jardas, com 4.52 segundos, e impressionou também no pulo vertical (36,5 polegadas) e no salto à distância (133 polegadas). Ele mostrou ter uma movimentação muito boa e força nas atividades de pass rush.

Agora falando dos linebackers, Raekwon McMillan foi um dos melhores no tiro de 40 jardas e cravou tempo de 4.61 segundos, ficando também com uma marca decente no pulo horizontal, de 121 polegadas. O atleta de Ohio State mostrou grande talento nas atividades de cobertura de passe e bom equilíbrio corporal. Deve ser um bom nome para times que estão buscando bons linebackers para o interior.

Jabrill Peppers, de Michigan, que é listado como linebacker, mas quer jogar como safety na NFL, impressionou e fez 4.46 segundos na corrida de 40 jardas, além de 35,5 polegadas no pulo vertical e 128 polegadas no pulo horizontal. Ele estará em campo novamente nesta segunda nos testes de defensive backs.

Entre as decepções entre os linebackers, não podemos deixar de mencionar o nome de Reuben Foster, de Alabama, que acabou sendo dispensado do Combine neste final de semana devido a um incidente de discussão com um funcionário do hospital durante um exame médico. Ele tem potencial, mas questionamentos sobre seu profissionalismo e controle emocional vieram à tona com o episódio.

O linebacker Zach Cunningham, de Vanderbilt, também não fez bonito no Lucas Oil Stadium e conseguiu um tempo de apenas 4.67 segundos no 40-yard dash e não demonstrou uma movimentação de encher os olhos nos exercícios de posição. Apesar disso, ele cravou boas 35 polegadas no salto vertical e 125 polegadas no salto horizontal. O atleta também teve dificuldades para agarrar passes na cobertura e deve cair posições no draft.

Comments
To Top