NFL

Mychal Kendricks se declara culpado de inside trading e pode pegar 25 anos de prisão

Mychal Kendricks, linebacker do Cleveland Browns

(Crédito: Twitter/reprodução)

Mychal Kendricks, ex-linebacker do Cleveland Browns, se declarou culpado das acusações de insider trading nesta quinta-feira e pode enfrentar até 25 anos de prisão. A sentença será anunciada em 18 de dezembro.

O juiz distrital Gene E.K. Pratter questionou o ex-jogador o motivo de ele ter se declarado culpado. “Estou tomando essa decisão porque é o certo a se fazer. Sei que fiz a decisão de aceitar a informação, informações secretas e isso não era a coisa certa a se fazer”, respondeu.

Kendricks, que assinou contrato de uma temporada com a franquia de Ohio em junho depois de ter conquistado o Super Bowl com o Philadelphia Eagles, utilizou dicas para lucrar US$ 1,2 milhão de maneira ilegal em quatro grandes acordos de trading, alegam os promotores federais. Ele foi dispensado em 29 de agosto após as acusações serem apresentadas.

Os promotores alegam que seu corréu, Damilare Sonoiki, recebeu US$ 10 mil em propinas no esquema entre 2014 e 2015, bem como benefícios como ingressos para partidas dos Eagles e a chance de acompanhar gravações de videoclipes e comparecer a boates.

Sonoiki vinha trabalhando como analista junior na Goldman Sachs, mas deixou a indústria financeira e estava trabalhando escrevendo para shows de TV. Seu advogado disse em e-mail que seu cliente iria se declarar culpado.

Comments
To Top