NFL

Morte de Aaron Hernandez na prisão é oficialmente confirmada como suicídio

Aaron Hernandez, ex-tight end do New England Patriots

(Crédito: New England Patriots/divulgação)

A morte de Aaron Hernandez na prisão foi oficialmente confirmada nesta quinta-feira (20) como suicídio, segundo o escritório da promotoria do Condado de Worcester, em Massachusetts.

As autoridades afirmam que o cérebro do ex-tight end está sendo enviado para pesquisadores da Universidade de Boston, agora que eles já confirmaram a morte por suicídio.

Mais cedo nesta quinta, o advogado de Aaron Hernandez estava acusando o médico-legista de, ilegalmente, manter o cérebro sob sua posse depois de liberar o corpo do ex-astro do New England Patriots.

O gabinete da promotoria disse que o médico-legista do estado reteve algumas amostras do tecido do cérebro do ex-tight end como parte do esforço para confirmar que ele tirou sua própria vida na cela.

Agora, o cérebro está sendo liberado para o Centro de Encefalopatia Traumática Crônica da Universidade de Boston, onde os pesquisadores vão estudar o cérebro do ex-jogador, como foi acertado com a família de Hernandez.

O centro da Universidade de Boston é líder nas pesquisas dos efeitos que as concussões no cérebro causam.

As autoridades também revelaram nesta quinta que encontraram três bilhetes escritos à mão perto de uma Bíblia que estava na cela onde Aaron Hernandez foi encontrado enforcado.

Hernandez, que estava cumprindo pena de prisão perpétua por um assassinato em 2013, bloqueou o acesso à sua cela por dentro colocando papelão atrás da porta. Os investigadores afirmam que ele estava dentro da cela desde as 20h (horário local) do dia anterior e que ninguém entrou no local antes das 3h, quando um guard tentou salvar o ex-tight end.

Comments
To Top