NFL

Mitchell Trubisky espera poder jogar nesta semana contra o Los Angeles Rams

Mitchell Trubisky, quarterback do Chicago Bears

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback Mitchell Trubisky, do Chicago Bears, expressou confiança nesta quarta-feira (5) de que seu ombro direito estará saudável o suficiente para ele poder atuar contra o Los Angeles Rams no Sunday Night Football.

“Eu espero (poder jogar). Eu apenas tenho que mostrar ao Coach que eu posso jogar. Estou me sentindo bem em relação ao estágio em que estou. Desde que eu possa mostrar a eles que posso ir lá, fazer todos os lançamentos e ser o jogador que eu sei que sou, sinto confiança de que serei capaz”, falou. “Sinto-me realmente perto, me sinto realmente perto. Sinto-me bem. Tomara que eles me deixem ir, porque sei que posso”, completou.

Os Bears vêm adotando cautela extrema em relação à lesão à lesão no ombro direito que Trubisky sofreu no final da vitória do time sobre o Minnesota Vikings por 25 a 20, no Sunday Night Football da semana 11.

O head coach Matt Nagy, dos Bears, declarou quase imediatamente que a lesão de Trubisky não era algo de longo prazo ou algo mais sério, mas mesmo assim a organização de Illinois preferiu poupar o QB nas últimas duas semanas e utilizou Chase Daniel como celular.

“É diferente de qualquer outra lesão porque é o ombro de lançamento. É algo que eu vou precisar pelo resto da minha carreira, obviamente. Qualquer hora que tem alguma dor, tem que apenas comunicar e ser inteligente em relação a isso”, frisou Trubisky.

Os Bears liberaram Trubisky para voltar a lançar na semana passada e, a menos que haja algum contratempo, Trubisky terá uma semana cheia de treinos antes do duelo contra os Rams.

O desempenho de Trubisky nos treinamentos na prática será um termômetro importante para determinar a disponibilidade do signal caller para o SNF, segundo Nagy.

“Eu sinto fortemente que ele vai jogar, mas eu tenho que ver mais. Eu me sinto bem com isso. Espero que sim. Estou ansioso para vê-lo. Estou ansioso para colocá-lo lá, jogar a bola com os caras e, então, ser capaz de avaliá-lo”, observou o head coach.

Comments
To Top