NFL

Mike Zimmer afirma que Teddy Bridgewater está “progredindo bem” na recuperação

Teddy Bridgewater, quarterback do Minnesota Vikings

(Crédito: Instagram/reprodução)

Há um ano, Teddy Bridgewater sofreu uma lesão gravíssima no joelho durante um treinamento do Minnesota Vikings e muitos achavam que a contusão pudesse encerrar sua carreira. Agora, contudo, o quarterback parece estar se recuperando muito bem.

Mike Zimmer, técnico dos Vikings, disse nesta terça-feira (29) que o camisa 5 está “all-in, tentando ficar pronto para jogar”. Ainda segundo o head coach, o signal caller está fazendo o processo de reabilitação diariamente nas instalações da equipe e ele “progrediu muito”.

“Eu não o assisto todo dia porque ele está lá trabalhando separado enquanto estamos treinando. Mas os relatórios que recebo são todos positivos. E ele sabe onde está e onde tem que chegar. Acho que ele está progredindo bem”, observou Zimmer.

No dia 30 de agosto de 2016, Bridgewater 2, incluindo o ligamento cruzado anterior. A lesão no treino foi causada durante uma atividade sem contato.

A lesão encerrou a temporada 2016 do QB antes mesmo de começar e o jogador tinha grandes expectativas para o campeonato, já que em 2015 ele liderou os Vikings em uma campanha que deu o primeiro título de divisão à equipe desde 2009, sendo inclusive selecionado para o Pro Bowl.

Caso Bridgewater comece a temporada 2017 na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list), ele precisaria ficar afastado necessariamente pelas seis primeiras semanas do campeonato.

Mike Zimmer foi questionado sobre o que o jogador de 24 anos de idade precisaria mostrar para sair da PUP e o comandante dos Vikings foi enfático.

“Ele tem que ser capaz de se proteger em campo e poder fazer os movimentos que são exigidos em sua posição. Quando ele estiver lá, ele vai treinar”, pontuou.

Zimmer também voltou a abordar a decisão do time de trocar uma escolha de primeira rodada do draft de 2016 com o Philadelphia Eagles para adquirir o quarterback Sam Bradford, logo depois da lesão grave de Bridgewater.

Com Bradford comandando o ataque, os Vikings começaram a temporada com cinco vitórias em cinco jogos, mas terminaram com campanha de 8-8, em terceiro na divisão NFC North, e ficaram fora dos playoffs. Mesmo assim, o técnico acredita que a decisão foi acertada.

“Eu ainda acho que a troca foi a troca certa para nós. Obviamente, foi uma coisa maluca que aconteceu com Teddy, mas eu não sei, eu acho que você sempre lida com isso da melhor maneira que pode e tenta ver”, falou.

O Minnesota Vikings vai iniciar a temporada 2017 com Bradford como titular mais uma vez e Case Keenum, contratado nesta offseason, como reserva direto.

Vale lembrar também que, em maio, os Vikings não exerceram a opção pelo quinto ano do contrato de calouro de Bridgewater e, desta forma, ele será um free agent após a temporada 2017.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2014 pelo Minnesota Vikings, com a 32ª escolha geral, Bridgewater acertou 64,9% de seus passes para 6.150 jardas, 28 touchdowns e 21 interceptações em 29 partidas de temporadas regulares na carreira até agora. Ele também correu para 401 jardas e quatro TDs.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top