NFL

Mike Wallace sofre fratura na fíbula; veja boletim de lesões

Mike Wallace, wide receiver do Philadelphia Eagles

(Crédito: Twitter/reprodução)

O wide receiver Mike Wallace, do Philadelphia Eagles, sofreu uma fratura na fíbula e ficará afastado do time por algumas semanas. O anúncio foi feito pelo técnico Doug Pederson nesta segunda-feira (17).

Os Eagles ainda não decidiram se o wideout será colocado na injured reserve, como observou Pederson.

Wallace sofreu a contusão severa na primeira metade da derrota por 27 a 21 para o Tampa Bay Buccaneeers, neste último domingo.

A lesão do camisa 14 deixa os Eagles com poucas opções à disposição na posição de wide receiver. Mack Hollins foi colocado na injured reserve antes da semana 1 devido a uma lesão na virilha e o time ainda está aguardando a volta de Alshon Jeffery, que está se reabilitando de cirurgia no ombro.

Pederson disse nesta segunda que Jeffery continua sendo avaliado semana a semana.

Wallace teve três bolas lançadas em sua direção durante o jogo contra os Bucs, mas não fez nenhuma recepção.

Confira mais notícias de lesões na NFL nesta segunda (17):

– O left tackle titular Cam Robinson, do Jacksonville Jaguars, vai perder o restante da temporada 2018 da NFL devido a uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Atualmente com 22 anos de idade, Robinson sofreu a contusão durante o primeiro quarto da vitória por 31 a 20 sobre o New England Patriots, neste último domingo.

Cam Robinson foi selecionado pelos Jags na segunda rodada do draft de 2017, com a 34ª escolha geral, e foi titular em 15 jogos como titular na temporada passada.

Jon Halapio, center titular do New York Giants, sofreu fraturas na perna durante o último Sunday Night Football e precisará passar por cirurgia. Ele não vai mais atuar na temporada 2018.

– O safety Eric Berry, do Kansas City Chiefs, está melhorando de sua lesão no calcanhar e pode voltar a treinar nesta semana, de acordo com o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O running back LeSean McCoy, do Buffalo Bills, sofreu danos na cartilagem da costela e será avaliado dia a dia. Há uma chance de ele não perder nenhum jogo.

– O defensive tackle calouro Vita Vea, do Tampa Bay Buccaneers, pode treinar nesta semana depois de perder os dois primeiros jogos da temporada devido a um problema na panturrilha. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O técnico Mike Vrabel, do Tennessee Titans, disse que o offensive tackle Taylor Lewan está progredindo bem, mas ele ainda precisa passar pelo protocolo de concussão.

Vrabel acrescentou que a condição do quarterback Marcus Mariota (cotovelo) para a semana 3 é a mesma que foi para este último final de semana. Ele esclareceu que ainda há alguns lançamentos que Mariota não pode fazer e foi por isso que Blaine Gabbert foi titular nesta semana 2.

– O defensive end Takkarist McKinley, do Atlanta Falcons, está lidando com uma lesão na virilha. O técnico Dan Quinn disse que terá uma atualização sobre a condição do pass rusher nesta quarta-feira (19).

– O técnico Steve Wilks, do Arizona Cardinals, disse que o wide receiver Larry Fitzgerald (músculo posterior da coxa) terá que ser monitorado nesta semana no treino, mas ele sabe que o wideout quer jogar.

Também nos Cards, o defensive tackle Olsen Pierre (dedo do pé) e o linebacker Dennis Gardeck (tornozelo) são os caras que terão que trabalhar para ficarem prontos para o próximo domingo, segundo Wilks.

– O running back Tarik Cohen, do Chicago Bears, sofreu uma lesão no tornozelo na segunda metade do Monday Night Football contra o Seattle Seahawks. Depois da vitória por 24 a 17, o técnico Matt Nagy disse que Cohen estava bem e que o RB estava dançando no vestiário com seus companheiros.

– O técnico Pete Carroll, do Seattle Seahawks, disse que os linebackers Bobby Wagner e K.J. Wright, o cornerback Tre Flowers e o guard D.J. Fluker podem todos estar de volta na próxima semana, mas que não tinha a mesma certeza em relação ao wide receiver Doug Baldwin.

Carroll também disse que o center Justin Britt machucou seu ombro no final da derrota para o Chicago Bears, no Monday Night Football, mas que não tinha certeza sobre a gravidade da lesão.

Comments
To Top