NFL

Mike Tomlin: Pittsburgh Steelers vai prestar “atenção especial” nos QBs do draft

Ben Roethlisberger, quarterback do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Pittsburgh Steelers estará de olhos bem abertos para avaliar os quarterbacks disponíveis no draft de 2017. Isso porque o time já está pensando no sucessor de Ben Roethlisberger, que disse em janeiro que vai avaliar seu futuro durante a offseason.

Os Steelers contam com o camisa 7 para a temporada 2017 e é extremamente improvável que Big Ben se aposente agora. Mas o técnico Mike Tomlin deixou claro aos jornalistas, nesta segunda (27), durante o NFL Annual Meeting, que a franquia tem mantido atenção especial em cima dos QBs para, possivelmente, selecionar o sucessor de Roethlisberger.

“Nós temos estado com essa mentalidade. Nossa experiência neste negócio e as realidades dele nos colocam nessa mentalidade. Kevin (Colbert, general manager) e eu temos dedicado atenção especial a essa posição nos últimos anos, (…) para obter o conhecimento e a informação necessários para tomar boas decisões quando chegarmos àquela bifurcação na estrada. Quem pode dizer que não estamos lá agora?”, ressaltou.

O Pittsburgh Steelers não seleciona um quarterback nas três primeiras rodadas do draft desde que escolheu Roethlisberger com a 11ª escolha geral em 2004.

O time também renovou com Landry Jones, selecionado na quarta rodada em 2013, por mais dois anos e ele segue sendo o reserva de Big Ben.

Mais cedo neste mês, durante discurso na Liberty University, Roethlisberger disse à plateia que está “inclinado a” atuar em sua 14ª temporada na NFL.

Sobre o contato constante que tem mantido com seu quarterback, Mike Tomlin deixou claro que atualizou Roethlisberger sobre as perspectivas do time na free agency e no draft, mas admitiu que as discussões sobre o futuro do jogador foram mínimas.

“(Essas são) conversas normais e fluidas que você tem com seu quarterback veterano. Nós não falamos nem um pouco sobre jogar ou não. Estou apenas deixando que ele passe por esse processo. Só acho que é uma discussão muito razoável quando você chega aos 35 (anos). Eu acho que as pessoas provavelmente leem demais sobre isso e fazem mais do que realmente é. Eu imagino que, provavelmente, não é o primeiro ano em que ele passou por esse processo e, provavelmente, não será o último se ele continuar”, finalizou o head coach.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top