NFL

Mike Pouncey afirma que lesão no quadril não vai encerrar sua carreira

Mike Pouncey, center do Miami Dolphins

(Crédito: Miami Dolphins/divulgação)

O center Mike Pouncey, do Miami Dolphins, está se recuperando de uma lesão no quadril esquerdo e participou de apenas cinco jogos nesta temporada. E, nesta quarta-feira (21), o atleta fez questão de deixar claro que o problema na ameaça encerrar sua carreira e que ele não precisará passar por cirurgia.

“Eu me sinto bem agora. Obviamente, conversar com meu médico fez eu me sentir realmente confiante. Eu me sinto bem andando agora. Sinto como se estivesse normal”, falou.

O camisa 51 conversou com os jornalistas nesta quarta pela primeira vez desde que foi colocado na injured reserve no início deste mês, o que significou um fim precoce para sua temporada.

Essa é a terceira lesão grave no quadril que o center sofreu nas últimas duas temporadas da NFL, mas o atleta está confiante de que estará pronto para o programa de offseason do Miami Dolphins.

Os Dolphins tiveram campanha de quatro vitórias e uma derrota nesta temporada com Pouncey em campo. O center, que já foi selecionado para o Pro Bowl em sua carreira, crê que ele retornou cedo demais anteriormente e isso levou seu quadril a ficar lesionado novamente.

“O plano era eu retornar no final do ano. Mas o técnico (Adam Gase) achou que era melhor, pela longevidade, que eu fosse para a IR, para que eu possa ter uma carreira mais longa”, frisou Pouncey. “Honestamente, agora, eu sinto que posso jogar um jogo de futebol americano. Mas pode ser que eu vá lá, isso aconteça de novo e seja a última gota (para o meu quadril”, frisou.

Mike Pounceu deixou claro que, eventualmente, assistir os Dolphins atuando nos playoffs das laterais do campo seria um “pesadelo”, mas ele está pronto para torcer pelo time, caso a classificação venha. A franquia da Flórida pode se garantir na fase decisiva do campeonato neste final de semana, caso vença o Buffalo Bills e o Denver Broncos perca seu jogo para o Kansas City Chiefs.

“Tem sido divertido ver esses caras ficarem juntos nesta temporada. Muita gente duvidou deste time. Esse time de futebol americano permaneceu junto e superou muitas adversidades. É uma mentalidade coletiva”, finalizou.

Em outra notícia do departamento médico dos Dolphins, o cornerback Byron Maxwell tem 50% de chance de atuar no sábado, mesmo com a lesão no tornozelo, segundo o coordenador defensivo Vance Joseph.

Comments
To Top