NFL

Michael Vick afirma que está oficialmente aposentado da NFL

Michael Vick, ex-quarterback da NFL

(Crédito: Instagram/reprodução)

Michael Vick afirmou nesta sexta-feira (3), em entrevista à jornalista Josina Anderson, da ‘ESPN’ norte-americana, que está oficialmente aposentado da National Football League. Atualmente com 36 anos, o ex-quarterback não atuou nesta última temporada.

“Neste momento agora, estou disposto a dizer que sim, estou oficialmente aposentado. Acho que é a hora. Eu acho que passar a temporada 2016 sem jogar e sendo um espectador, assistindo ao esporte, curti-lo de longe e torcer por um monte de jogadores e treinadores com que já joguei, acho que meio que resumiu tudo para mim”, declarou Vick. “Então, agora, eu acho que estou oficialmente pronto. Pronto para seguir para coisas diferentes na minha vida e para diferentes facetas da minha vida”, completou.

Selecionado com a primeira escolha geral do draft de 2001 pelo Atlanta Falcons, Vick teve uma trajetória de altos e baixos no futebol americano profissional. Ele passou seis temporadas na franquia da Geórgia e, com seu estilo de quarterback móvel e seu braço forte, o signal caller liderou os Falcons a duas classificações para os playoffs, incluindo uma ida até a final da Conferência Nacional (NFC) na temporada 2004.

Contudo, o maior problema de sua vida veio pouco depois, quando ele acabou sendo condenado a uma pena de 21 meses de prisão por promover rinhas de cachorros. E, enquanto o quarterback cumpria suas obrigações para com a Justiça, os Falcons selecionaram Matt Ryan no draft de 2008 e ele se tornou o franchise quarterback por lá.

O Atlanta Falcons acabou cortando Michael Vick e ele recebeu uma chance por parte do Philadelphia Eagles em 2009. A contratação foi cercada por muita controvérsia, devido ao histórico do QB e também porque Donovan McNabb e Kevin Kolb eram outras opções de quarterbacks no elenco.

Em 2009, Vick atuou muito pouco com a camisa dos Eagles, mas ganhou espaço nos três anos seguintes, sendo titular em 35 jogos de 2010 a 2012 e chegando inclusive a ir ao Pro Bowl em 2010. O quarterback sofreu com lesões em 2012 e 2013 e seu rendimento caiu de maneira brusca.

Michael Vick passou o ano de 2014 no New York Jets, onde entrou em campo em 10 jogos, e disputou cinco partidas com a camisa do Pittsburgh Steelers em 2015, último ano em que pisou em um campo da NFL.

Em agosto passado, em outra entrevista à jornalista Josina Anderson, Vick afirmou que estava treinando quatro dias por semana com um personal trainer e com um treinador de quarterbacks na esperança de retornar à liga em 2016, o que acabou não se concretizando.

Ele chegou a ser convidado para comparecer ao Georgia Dome, casa dos Falcons, no dia 1º de janeiro para fazer parte das festividades durante o último compromisso de temporada regular do time no estádio, já que o time de Atlanta vai atuar em uma nova arena a partir de 2017. Arthur Blank, proprietário do Atlanta Falcons, se referiu ao ex-quarterback como “um importante jogar em nossa história” e os torcedores o aplaudiram de maneira efusiva quando ele foi apresentado no intervalo.

Recentemente, Vick escreveu uma carta aos torcedores dos Falcons no site ‘The Players’ Tribune’ e expressou sua paixão pela franquia.

“Muitas pessoas ficam surpresas quando descobrem quão apaixonadamente eu estou torcendo pelos Falcons nesta temporada. Eles acham que há algum tipo de tensão entre nós, algum tipo de ressentimento. E mesmo quando digo às pessoas que não é o caso (…) eu sinto que elas não podem exatamente acreditar em mim”, escreveu.

Vick fecha sua carreira com 56,2% de seus passes completados para 22.464 jardas, 133 touchdowns e 88 interceptações sofridas. Ele também correu para 6.109 jardas e 36 touchdowns. Foram 143 jogos disputados ao longo de 13 temporadas na liga.

Ele se aposenta como o maior corredor entre quarterbacks da história da NFL, com mais de 1.000 jardas a mais do que Randall Cunningham. Vick também é o único quarterback na história a correr para mais de mil jardas em uma única temporada (1.039 jardas em 2006).

Michael Vick foi a quatro Pro Bowls durante sua carreira profissional e ganhou o prêmio AP Comeback Player of the Year em 2010, destinado ao jogador que deu a volta por cima.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top