NFL

Michael Floyd teve dificuldade de responder e mudou a história, afirma relatório policial

Michael Floyd, wide receiver do Arizona Cardinals

(Crédito: Arizona Cardinals/divulgação)

O Cadillac Escalade que pertence ao wide receiver Michael Floyd, do Arizona Cardinals, ficou parado por, pelo menos, dois sinais verdes antes de os policiais encurralarem o SUV entre as viaturas enquanto preparavam para acordar o jogador, que estava dormindo atrás do volante. Essa e outras informações foram reveladas no relatório policial que detalhou a prisão do recebedor dos Cardinals na manhã de segunda-feira (12), sob acusação de dirigir embriagado, entre outras.

Os policiais encontraram Floyd dormindo no volante de seu SUV na faixa para virar à esquerda em uma intersecção localizada na região de Old Town, em Scottsdale, no Arizona, às 2h48 (horário local). O incidente ocorreu depois que os Cardinals retornaram para Arizona após perderem para o Miami Dolphins fora de casa por 26 a 23. O veículo do wide receiver estava ligado e o pé de Floyd estava no freio.

Quando os policiais finalmente conseguiram acordar Michael Floyd, o jogador pareceu surpreso, de acordo com o relatório. Ele então apontou para a frente, sinalizando que ele iria continuar dirigindo para a frente, depois de repetidas ordens dos oficiais para desligar o carro. Em determinado ponto, Floyd disse aos policiais que ia fugir com o carro.

Após Floyd abaixar o vidro do carro, os policiais sentiram cheiro de álcool e notaram que o atleta estava com os olhos lacrimejantes e avermelhados, como consta no relatório. Um dos policiais conseguiu chegar à parte interior do carro e segurou os punhos de Floyd, movendo-os para o teto do SUV de maneira a impedi-lo de segurar no volante.

Depois que Michael Floyd teve “grande dificuldade de responder e obedecer aos comandos” dos policiais para sair do carro, o policial tirou o cinto de segurança do wide receiver e levou o jogador para fora do Escalade.

“Michael não lutou contra nós, mas também teve que ser fisicamente manipulado para cumprir as ordens”, escreveu um policial no documento oficial.

Quando Michael Floyd tirou seu pé do freio, o SUV bateu em uma das viaturas, mas não houve dano em qualquer um dos carros. O relatório afirma que os policiais posicionaram seus carros nas duas extremidades do Escalade, com os para-choques encostados na parte da frente e na traseira do veículo do jogador dos Cardinals.

Os policiais então sentaram Floyd na estrada e, em determinado momento em que ele se sentou na calçada, o wideout perguntou aos oficiais por que eles estavam “agindo assim”. Floyd então foi questionado sobre ter consumido álcool.

De acordo com o registro oficial, inicialmente Floyd afirmou aos policiais que estava deixando sua casa em Scottsdale para buscar seu sobrinho no aeroporto, mas a narrativa o levou a dizer que tinha tomado um drink, e depois ele disse que foram dois drinks. A história de Floyd, segundo os policiais, evoluiu até o wide receiver revelar que estava bebendo no voo do time de volta de Miami e, depois, mencionando ter ingerido álcool em um hotel, mas o wide receiver finalmente “resolveu” que tinha tomado vinho no avião da franquia. Floyd também contou aos policiais que estava tomando medicamento para afinar o sangue.

Mais detalhes sobre a prisão de Floyd estão sendo apurados pela franquia de Glendale e o técnico Bruce Arians deve apresentar atualizações durante esta semana.

Comments
To Top