NFL

Miami Dolphins troca Kiko Alonso com o New Orleans Saints; veja mais movimentações

Kiko Alonso, linebacker da NFL

Menos de 24 horas depois de selar a troca do left tackle Laremy Tunsil e do wide receiver Kenny Stills com o Houston Texans, o Miami Dolphins seguiu negociando jogadores e trocou o linebacker Kiko Alonso com o New Orleans Saints.

Como compensação no negócio, a franquia da Flórida recebeu o linebacker Vince Biegel.

As equipes confirmaram a troca de maneira oficial.

Atualmente com 29 anos de idade, Alonso passou as últimas três temporadas em Miami e somou 355 tackles, seis fumbles forçados, 11 passes desviados, cinco interceptações e um sack com a camisa dos Dolphins.

Os números são excelentes para um jogador de sua posição e, mais importante ainda, Alonso foi titular em 46 de possíveis 48 jogos na temporada regular.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2013 pelo Buffalo Bills, Alonso também teve uma temporada muito consistente como calouro, registrando 159 tackles, dois sacks, quatro passes desviados e quatro interceptações. Isso foi antes de ele ficar fora por toda a temporada 2014 devido a uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho.

O linebacker foi trocado com o Philadelphia Eagles pelo running back LeSean McCoy em 2015 e atuou em apenas 11 jogos com a camisa da franquia da Filadélfia antes de ser negociado com os Dolphins em 2016.

Já Biegel, que tem 26 anos, foi selecionado na quarta rodada do draft de 2017 pelo Green Bay Packers e atuou em nove jogos na temporada passada depois de lidar com uma lesão no pé. Ele foi dispensado antes do início da temporada 2018 e foi trazido pelos Saints, onde ele foi inicialmente para o elenco de treinamento (practice squad) antes de ser promovido ao elenco ativo.

Em outra notícia dos Dolphins, a franquia recebeu o wide receiver Eli Rogers para uma visita neste domingo. Ele foi recentemente cortado pelo Pittsburgh Steelers.

Confira mais movimentações neste domingo (1) ao redor da NFL:

– No Los Angeles Chargers, o general manager Tom Telesco disse aos repórteres em uma teleconferência neste domingo que as conversas contratuais com o running back Melvin Gordon serão suspensas até o término da temporada 2019. A notícia se dá um dia depois que os Chargers concederam aos representantes de Gordon uma permissão de buscar uma troca.

Gordon vai atuar nesta temporada (caso ele retorne aos Chargers) sob a opção de quinto ano de seu contrato de calouro, que renderá US$ 5,6 milhões. Isso a menos que ele arranje um time disposto a acertar uma troca para adquiri-lo.

– O Pittsburgh Steelers acertou uma renovação de contrato com o cornerback Joe Haden, esta que era uma das prioridades do time antes de a temporada começar. O acordo tem valor de US$ 22 milhões, com um bônus de assinatura de US$ 16,8 milhões. A informação foi confirmada por Adam Schefter, da ‘ESPN’.

Haden tinha um ano e US$ 10 milhões remanescentes em seu acordo anterior. Agora, com a extensão, ele tem vínculo com a organização até a temporada 2021 da NFL.

– O running back LeSean McCoy, dispensado pelo Buffalo Bills no último sábado, acertou com o Kansas City Chiefs e voltará a trabalhar com o técnico Andy Reid, para quem jogou em sua época de Philadelphia Eagles. A contratação foi confirmada pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’.

McCoy e os Chiefs chegaram a um acordo de contrato de um ano, com valor de US$ 4 milhões, que inclui US$ 3 milhões garantidos.

LeSean McCoy trabalhou com Reid nos primeiros quatro anos de sua carreira, correndo para 3.866 jardas de 2009 a 2012.

Atualmente com 31 anos, McCoy correu para apenas 514 jardas em 2018, pior marca de sua carreira. Isso levantou questionamentos em relação ao seu futuro na franquia. LeSean McCoy já atuou por 10 anos na NFL, somando 10.606 jardas terrestres.

– Um dia depois de dispensar o quarterback Geno Smith, o Seattle Seahawks recontratou o jogador para ser reserva de Russell Wilson. A informação foi confirmada pela ‘ESPN’ norte-americana.

Smith tinha vencido uma disputa com Paxton Lynch durante o training camp e a offseason para ser o QB número 2 dos Seahawks. E, por isso mesmo, sua dispensa no último sábado foi surpreender. Mas, um dia depois, ele está de volta.

– O Chicago Bears acertou uma extensão de contrato de cinco anos com o guard Cody Whitehair e o acordo mantém o jogador de linha ofensiva na organização até a temporada 2014.

Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, a extensão de Whitehair tem valor de US$ 52,5 milhões e inclui US$ 27,5 milhões em dinheiro garantido.

– O Carolina Panthers anunciou a dispensa do wide receiver veterano Torrey Smith. Depois de ser adquirido em troca com o Philadelphia Eagles, Smith somou os piores números de sua carreira em recepções (17) e jardas recebidas (190) e empatou a pior marca da carreira em touchdowns (dois) em 2018. No ano passado, ele atuou na menor quantidade de jogos (11) de sua carreira desde que foi draftado na segunda rodada em 2011.

– O Houston Texans dispensou o left tackle Matt Kalil, depois de acertar a troca por Laremy Tunsil no último sábado. O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, observou que os Texans teriam que pagar mais US$ 5,25 milhões em salários e bônus se ele permanecesse na equipe.

– Dispensado pelo New England Patriots, o quarterback Brian Hoyer visitou o Indianapolis Colts, segundo Ian Rapoport e Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. Hoyer é o principal candidato a ser contratado como reserva de Jacoby Brissett, caso as duas partes consigam chegar a um acordo.

Atualmente com 33 anos, Hoyer já esteve em sete times e fez 37 jogos como titular nas últimas 10 temporadas, completando 59,3% de seus passes para 9.902 jardas, 48 touchdowns e 30 interceptações.

– O quarterback DeShone Kizer foi trazido pelo Oakland Raiders, como anunciou o time. Ele foi dispensado pelos Packers no último sábado e sua chegada aos Raiders significa que a franquia californiana tem, temporariamente, três opções de reservas para Derek Carr, juntamente com Mike Glennon e Nathan Peterman.

– O Buffalo Bills trouxe de volta o safety Kurt Coleman e colocou o tight end Jason Croom na injured reserve.

– O Jacksonville Jaguars colocou o running back Alfred Blue na injured reserve.

– No Cleveland Browns, o offensive lineman Drew Forbes está indo para a injured reserve, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Forbes sofreu uma lesão no joelho no último jogo da pré-temporada. Em uma decisão correspondente, os Browns dispensaram o left tackle titular Greg Robinson, mas planejam recontratá-lo.

– O New York Giants colocou o cornerback Sam Beal na injured reserve e fechou com o tight end Eric Tomlinson, de acordo com Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O Detroit Lions planeja trazer de volta o tight end Logan Thomas, de acordo com Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O San Francisco 49ers anunciou neste domingo que fechou um contrato de um ano de duração com o defensive back Antone Exum. Em uma decisão correspondente, o time colocou o defensive lineman Kentavius Street na injured reserve.

– O cornerback Orlando Scandrick, atualmente um free agent, vai visitar o Houston Texans nesta segunda, de acordo com Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. Ele passou o training camp no Philadelphia Eagles e ainda pode retornar à Filadélfia, mas está explorando suas opções.

– O Arizona Cardinals fechou com o linebacker Cassius Marsh, acertando um contrato de um ano com ele, e colocou o cornerback Robert Alford na injured reserve.

Comments
To Top