NFL

Miami Dolphins inicia mudanças, dispensa Mario Williams e quer trocar Branden Albert

Mario Williams, defensive end

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Miami Dolphins iniciou as mudanças de offseason e está dispensando o defensive end Mario Williams e pretende trocar o left tackle titular Branden Albert, além de ter mandado embora também o defensive tackle Earl Mitchell. A ‘NFL Network’ noticiou em primeira mão os planos da franquia de cortar Albert e Mitchell, enquanto que o jornal ‘Miami Herald’ deu a notícia sobre a dispensa de Williams. Apesar disso, o time recebeu grande interesse em Albert e, assim, pretende segurar o atleta e trocá-lo.

De acordo com ‘ESPN’ norte-americana, os cortes vão liberar US$ 19,7 milhões no teto salarial da organização. Branden Albert não recebeu uma oferta de corte salarial ou de contrato reestruturado.

O cornerback Ifo Ekpre-Olumu também não está nos planos do time para 2017 e foi dispensado.

Albert tinha dois anos remanescentes em seu acordo, mas nenhuma das temporadas previa dinheiro garantido. Ele iria faturar US$ 8,9 milhões em 2017 e iria ‘pesar’ US$ 10,6 milhões no salary cap em 2017. Com a iminente saída do tackle, os Dolphins liberariam US$ 7,2 milhões no teto salarial e terão que arcar com US$ 3,4 milhões de ‘dinheiro morto’.

Mario Williams ia faturar US$ 8,485 milhões (nada disso garantido) em 2017 e contaria US$ 10,5 milhões no salary cap da franquia da Flórida. Cortando o defensive end, os Dolphins salvam US$ 8,5 milhões e ficam com US$ 2 milhões de ‘dinheiro morto’.

Já Earl Mitchell tinha chance de ganhar US$ 3,975 milhões em 2017 (não garantido) e contaria US$ 4,5 milhões no teto. A dispensa do defensive tackle libera US$ 4 milhões, com US$ 500 mil de dinheiro morto ficando no cap dos Dolphins.

O Miami Dolphins deve utilizar Laremy Tunsil, selecionado na primeira rodada do draft de 2016, na posição de left tackle caso o veterano Branden Albert não assine outro contrato mais vantajoso para o time.

Atualmente com 32 anos, Albert foi duas vezes selecionado para o Pro Bowl, incluindo em 2015 com os Dolphins, e ele foi draftado pelo Kansas City Chiefs na 15ª posição geral do draft de 2008. Em Miami desde 2014, o tackle não atuou em todos os 16 jogos de um campeonato em nenhuma de suas temporadas na equipe, devido às lesões que sofreu, mas foi titular em todos os seus 35 compromissos no time.

Mario Williams, que também está com 32 anos de idade, assinou com os Dolphins na offseason passada, depois de ser dispensado pelo Buffalo Bills, mas ele perdeu seu posto de defensive end titular em outubro. Ele participou de 13 compromissos de Miami, sendo apenas cinco como titular.

A passagem de Williams pela equipe foi uma decepção, já que ele somou apenas 1,5 sack (menor marca de sua carreira) e também sofreu concussão e lesão no tornozelo. Selecionado com a primeira escolha geral do draft de 2006 pelo Houston Texans, Williams soma 97,5 sacks na carreira, o que o deixa em oitavo no quesito entre jogadores em atividade.

Já Earl Mitchell, que está com 29 anos, jogou nas últimas três temporadas nos Dolphins, depois de ser selecionado na terceira rodada do draft de 2010 pelo Houston Texans. Na temporada 2016, ele atuou em apenas nove jogos (cinco como titular), já que sofreu com contusão na panturrilha.

O defensor soma 207 tackles combinados e 5,5 sacks na carreira.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top