NFL

Miami Dolphins está contratando Chad O’Shea para ser coordenador ofensivo

Chad O'Shea, assistente técnico na NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Brian Flores ajudou o New England Patriots a ganhar o Super Bowl LIII e, um dia depois, foi nomeado como novo head coach do Miami Dolphins. E, depois desse “turbilhão”, como ele mesmo descreveu, o novo técnico está trabalhando na finalização de sua comissão técnica e acertou a chegada de Chad O’Shea para ser o coordenador ofensivo.

O’Shea era treinador de wide receivers dos Patriots.

Além dele, Flores está trazendo o ex-wide receiver Tiquan Underwood como treinador de controle de qualidade ofensiva, como confirmou o jornalista Field Yates, da ‘ESPN’ norte-americana.

O’Shea estava nos Patriots desde 2009 e passou dez anos como colega de Flores em New England. Ele era um candidato a assumir a vaga de coordenador ofensivo dos Patriots quando parecia que Josh McDaniels sairia para se tornar o head coach do Indianapolis Colts na offseason do ano passado.

Em vez disso, McDaniels deu para trás e tanto ele quanto O’Shea retornaram às suas funções para uma caminhada que culminou no título do Super Bowl LIII.

Nos últimos anos, O’Shea conquistou espaço para comandar o ataque dos Pats na red zone. Ele ganhou a oportunidade de chamar jogadas durante jogos de pré-temporada e ele também tem extensa experiência em treinar special teams. O profissional também foi treinador de quarterbacks em Marshall e na Universidade de Houston.

Esse será o primeiro emprego de O’Shea como coordenador ofensivo e ele terá a ajuda de outros treinadores veteranos que farão parte do staff. Jim Caldwell, que tem duas passagens como head coach na NFL e um histórico de bons trabalhos com quarterbacks, deve juntar-se ao staff dos Dolphins.

Um dos maiores apoiadores de O’Shea é o wide receiver Julian Edelman, que foi eleito MVP do Super Bowl LIII. O treinador ajudou Edelman a fazer a transição da posição de QB, na qual ele atuava no futebol americano universitário, para se tornar um dos melhores slot receivers da liga.

Já Underwood passou cinco temporadas como recebedor na NFL, incluindo a 2011 nos Patriots. Ele é lembrado por ter sido dispensado uma noite antes do Super Bowl XLVI. Underwood foi treinador de wide receivers na Universidade de Lafayette em 2018.

O Miami Dolphins tem uma grande dúvida relacionada à posição de quarterback e há a expectativa de que a organização decida separar-se de Ryan Tannehill nesta offseason.

Chris Grier, general manager da franquia da Flórida, disse na última segunda que o time está aberto à ideia de se ‘apaixonar’ por um quarterback no draft de 2019. O time tem a 13ª escolha no draft de abril.

Comments
To Top