MLB

Mega contrato de Andrew Luck seria apenas o 29º maior na MLB

Crédito: wikemedia commons/reprodução

Crédito: wikemedia commons/reprodução

A grande novidade na NFL na última quarta-feira foi o histórico novo contrato de Andrew Luck, quarterback do Indianapolis Colts. O valor máximo do contrato, US$ 140 milhões, fez o acordo ser o maior da história da NFL. Vale notar que, durante os seis anos, apenas US$ 60 milhões são garantidos.

Apesar disso, quem já está acostumado com acordos dessa grandeza é a MLB, que, atualmente, tem 28 contratos vigentes maiores (valor total do contrato e não média por ano).

O maior de todos pertence ao defensor externo Giancarlo Stanton, que assinou contrato de 13 anos e US$ 325 milhões com o Miami Marlins. Inclusive, este é o maior contrato do mundo esportivo. É verdade que o contrato existe uma opção para ele sair, mas isso é algo que não deve acontecer, já que ele deverá querer receber essa bolada e, se ele sair, ele sairia para ganhar um valor maior do que esse.

Um dos grandes contratos da Major League que está acabando é o de Alex Rodriguez, que vale US$ 275 milhões, enquanto o de Miguel Cabrera, que está no meio de sua duração, vale US$ 248 milhões. Também vale citar os contratos de Robinson Cano e Albert Pujols, cada um tem um contrato de US$ 240 milhões, e Joey Votto (US$ 225 milhões).

Os outros jogadores da MLB que tem acordos maiores do que o “mega” contrato de Andrew Luck são:

David Price, Clayton Kershaw, Prince Fielder, Max Scherzer, Zack Greinke, CC Sabathia, Jason Heyward, Joe Mauer, Mark Teixeira, Felix Hernandez, Stephen Strasburg, Buster Posey, Justin Verlander, Chris Davis, Matt Kemp, Troy Tulowitzki, Masahiro Tanaka, Jon Lester, Adrian Gonzalez, Jacob Ellsbury, Mike Trout e Cole Hamels.

David Wright, Freddie Freeman, Justin Upton, Shin-Soo Choo e Johnny Cueto tem contratos inferiores, mas próximos ao de Luck, com uma diferença inferior a US$ 10 milhões.

Caso alguém queria reclamar e utilizar do argumento de média salarial, a MLB, apenas em contratos vigentes, tem 18 contratos com média anual de salário superior aos US$ 24,6 milhões anuais de Luck.

As maiores médias anuais da Major League Baseball são de Zack Greinke (US$ 34,4 milhões), Miguel Cabrera (US$ 31 milhões), David Price (US$ 31 milhões), Clayton Kershaw (US$ 30,7 milhões), Max Scharzer (US$ 30 milhões) e Alex Rodriguez (US$ 27 milhões).

Greinke tem a quarta maior média anual do mundo esportivo. Apenas os pilotos Sebastian Vetel (US$ 80 milhões) e Kimi Raikkonen (US$ 51 milhões) e o boxeador Floyd Mayweather (US$ 72 milhões) tem médias maiores.

Para os que acham que o beisebol está morrendo, esses contratos gigantescos dizem muita coisa e, segundo a ‘CBS Sports’, na Forbes do ano passado foi divulgado que a Major League estabeleceu um recorde de receitas de cerca de US$ 9,5 bilhões.

Para finalizar, para os que reclamam que a MLB não tem teto salarial, a liga de beisebol conta com dispositivos, como o luxury tax (multas milionárias para quem passa certo limite de dinheiro investido em salários), para tentar reduzir a desigualdade entre as equipes.

Comments
To Top