NFL

Matthew Stafford: “amaria ser um desses caras que só jogam em uma equipe”

Matthew Stafford, quarterback do Detroit Lions

(Crédito: Instagram/reprodução)

Matthew Stafford declarou, nesta quinta-feira, que gostaria de permanecer na única equipe que atuou em toda a sua carreira: o Detroit Lions, time que o draftou. O quarterback, que foi a primeira escolha geral do draft de 2009, vem sendo especulado como um dos atletas que pode ser negociado na próxima offseason.

Enquanto o jogador de 30 anos afirma que não está escutando ou lendo os rumores de uma possível negociação, ele deixou claro que gostaria de permanecer na franquia de Michigan. “Acho que há algo especial em relação a um cara ter a chance de jogar toda a sua carreira em um único lugar. Não tem muitas pessoas que fazem isso hoje em dia. Amaria ser um desses caras”.

Stafford declarou que sabe que não tem o controle da situação, mas que, se dependesse dele, ele permaneceria nos Lions. Antes de 2017, ele assinou contrato de cinco temporadas e US$ 135 milhões, sendo US$ 92 milhões, garantidos. Seu salário base é totalmente garantido na temporada de 2019 com um impacto no salary cap de US$ 29,5 milhões.

Caso seja trocado, o time de Michigan seguiria absorvendo grande parte desse montante no salary cap e ainda ficaria sem um quarterback. Dessa forma, seria uma negociação pouco palatável para a organização que acarretaria em muito “dinheiro morto”.

Neste ano, Matthew Stafford completou 347 de 523 passes para 3.511 jarda,s 19 touchdowns e 11 interceptações – seu número mais baixo de jardas e touchdowns desde a lesão que encurtou sua temporada de 2010. Ele não perdeu nenhum jogo desde então e está com uma sequência de 127 partidas consecutivas.

Comments
To Top