NFL

Matt Schaub volta para o Atlanta Falcons; veja resumo de transações desta quarta

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

A free agency da National Football League começou de forma oficial nesta quarta-feira (9) e (pausa para respirar) foi um dia bastante agitado no mercado. Desta forma, nada melhor do que você pegar a sua caneca com chá gelado, sentar em frente ao computador e conferir esse resumão preparado pelo QUINTO QUARTO com as principais movimentações do dia.

Confira resumo desta quarta (9) de free agency:

– Matt Schaub: o quarterback, que vai completar 35 anos em junho, retorna ao Atlanta Falcons, onde jogou nas três primeiras temporadas de sua carreira (2004 a 2006). Na temporada 2015, Schaub vestiu a camisa do Baltimore Ravens, onde foi reserva de Joe Flacco, e agora tentará ficar com a vaga de reserva de Matt Ryan.

Nos últimos anos, Schaub mostrou um rendimento muito ruim. Em seu último ano no Houston Texans, em 2013, e em suas passagens posteriores por Oakland Raiders, em 2014, e Ravens, em 2015, o veterano lançou muitas interceptações. Foram 20 picks sofridas em três anos.

– Brock Osweiler: talvez na mais bombástica notícia de quarta, o quarterback decidiu não permanecer no Denver Broncos e fechou com o Houston Texans.

– Antonio Gates e Travis Benjamin: o tight end renovou com o San Diego Chargers, enquanto que o wide receiver ex-Cleveland Browns chega para reforçar a franquia californiana.

– Lamar Miller: em mais uma boa contratação do Houston Texans, o running back fechou contrato de quatro anos com a organização texana.

– Brandon Mebane: o defensive tackle, ex-Seattle Seahawks, chegou a um acordo de três anos com os Chargers nesta quarta-feira. Mebane é conhecido por sua qualidade na contenção do jogo corrido e ele passou nove temporadas nos Seahawks.

– Marvin Jones: após perder Calvin Johnson, que decidiu se aposentar, o Detroit Lions adicionou o wide receiver Marvin Jones ao elenco e ele pode ser o futuro substituto do Megatron. O acordo de Jones com a franquia de Michigan é de cinco anos, com valor total de US$ 40 milhões.

Selecionado pelo Cincinnati Bengals no draft de 2012, Marvin Jones teve sua melhor temporada na liga, em termos gerais, em 2013, quando anotou dez touchdowns e somou 712 jardas em 51 recepções. Em 2014, ele perdeu toda a temporada por causa de lesões e, em 2015, ele voltou a produzir, fazendo 65 recepções para 816 jardas e quatro TDs.

– Doug Martin: o running back, que estava entre os mais cobiçados à disposição no mercado, fechou contrato de cinco anos com o Tampta Bay Buccaneers e vai continuar na franquia da Flórida.

– Olivier Vernon: o defensive end acertou um contrato gigante de cinco anos, com valor de US$ 85 milhões, com o New York Giants e vai reforçar a defesa da franquia nova-iorquina.

– Victor Cruz: como já era esperado, o wide receiver aceitou uma reestruturação de contrato e um corte salarial oferecidos pelo New York Giants para seguir na franquia nova-iorquina. Cruz estava entrando no quarto ano de um contrato de seis anos, US$ 45,879 milhões e iria faturar US$ 7,9 milhões em 2016. De acordo com o ‘The Record of Hackensack’, o novo salário-base do jogador para este ano é de US$ 1,3 milhão, mas o valor pode chegar a US$ 5,5 milhões dependendo do tempo que ele ficar em campo.

O talentoso receiver sofreu com lesões nos últimos anos e isso acabou atrapalhando demais sua carreira. Em 2014, ele rompeu o tendão patelar, uma contusão bem grave, e em 2015, quando estava tentando retornar aos gramados, ele sofreu com inúmeros problemas na panturrilha e não atuou em um jogo sequer.

– Matt Cassel: o ex-quarterback do Dallas Cowboys chegou a um acordo de um ano com o Tennessee Titans e chega para ser reserva de Marcus Mariota. Cassel chegou aos Cowboys no ano passado, depois de ser adquirido em troca da franquia texana com o Buffalo Bills, depois que Tony Romo fraturou a clavícula na semana 2. Depois de ficar inativo em suas primeiras duas partidas, ele ficou de reserva de Brandon Weeden e assumiu o posto de titular no dia 25 de outubro, contra o New York Giants.

Em sete jogos como QB titular, ele venceu apenas um e, no dia 19 de dezembro, perdeu o posto para Kellen Moore. Com 33 anos de idade, Cassel encerrou a última temporada com 119 passes completados de 204 para 1.276 jardas, cinco TDs e sete interceptações.

– Matt Forte: o running back, ex-Chicago Bears, vai vestir a camisa do New York Jets a partir da temporada 2016.

– Rishard Matthews: o wide receiver, ex-Miami Dolphins, chegou a um acordo de três anos com o Tennessee Titans e vai ser mais uma opção de alvo para o quarterback Marcus Mariota. Na temporada 2015, em 11 jogos disputados, o recebedor fez 43 recepções para 662 jardas e quatro TDs. Ele perdeu a reta final da temporada depois de sofrer fratura nas costelas na semana 12.

– Colt McCoy: o quarterback renovou seu contrato com o Washington Redskins por mais três anos e vai seguir como reserva de Kirk Cousins. Atualmente com 29 anos de idade, McCoy passou as últimas duas temporadas em Washington, principalmente como reserva.

Em 2014, ele atuou em cinco jogos, sendo quatro como titular, e completou 71,1% de seus passes para quatro touchdowns e três interceptações.

– J.R. Sweezy: ex-guard do Seattle Seahawks, Sweezy chegou a um acordo de cinco anos, com valor de US$ 32,5 milhões, com o Tampa Bay Buccaneers, de acordo com informações de Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

– Tashaun Gipson: ex-Cleveland Browns, o safety chegou a um acordo de cinco anos, com valor de US$ 35,5 milhões, com o Jacksonville Jaguars. Na franquia da Flórida, ele vai reforçar um setor carente na equipe, que estava necessitando de um free safety.

Desde 2013, quando ele se tornou titular dos Browns em tempo integral, Gipson soma 13 interceptações, quarta melhor marca da liga neste período. O safety ficou em segundo na liga em interceptações em 2014, com seis.

– Ladarius Green: o tight end, ex-San Diego Chargers, chegou a um acordo de quatro anos, com valor de US$ 20 milhões, com o Pittsburgh Steelers e chega para assumiu a vaga deixada por Heath Miller, que se aposentou nesta offseason. Na temporada 2015, ele fez 37 recepções para 429 jardas e quatro touchdowns.

– Alex Boone: ex-San Francisco 49ers, o guard fechou com o Minnesota Vikings e vai reforçar a linha ofensiva da equipe, que foi muito porosa em 2015 e falhou bastante para proteger o quarterback Teddy Bridgewater. Boone passou sete anos nos Niners, incluindo um ano no elenco de treinamentos.

– Janoris Jenkins: o cornerback ex-Rams fechou um acordo de cinco anos, com valor de US$ 62,5 milhões com o New York Giants.

– Rodney McLeod: o safety, ex-Rams, fechou um contrato de cinco anos com o Philadelphia Eagles, como a franquia anunciou nesta quarta. De acordo com a ‘ESPN’ norte-americana, o acordo vale US$ 37 milhões, sendo US$ 17 milhões garantidos. Em 2015, McLeod teve os melhores números de sua carreira em tackles (82) e fumbles forçados (três), além de ter recuperado um fumble e feito uma interceptação.

– Alex Mack: o center, ex-Cleveland Browns, fechou um contrato de cinco anos com o Atlanta Falcons, nesta quarta-feira, e chega para ser o principal nome da linha ofensiva da franquia da Geórgia.

– Mitchell Schwartz: o offensive tackle chegou a um acordo de cinco anos com o Kansas City Chiefs, com valor de US$ 33 milhões, segundo o ‘NFL.com’, e vai reforçar a linha ofensiva da franquia. Escolha de segunda rodada do draft de 2012, ele passou quatro anos no Cleveland Browns e esteve em campo em 4,472 snaps ofensivos desde que chegou à equipe de Ohio.

– Danny Trevathan: o linebacker saiu do Denver Broncos e fechou um contrato de quatro anos para defender o Chicago Bears.

– Brent Grimes: o cornerback foi dispensado pelo Miami Dolphins pouco depois da abertura da free agency. Na temporada 2015, ele somou 49 tackles e quatro interceptações em 15 jogos disputados.

– Mason Foster: o linebacker fechou um acordo de dois anos e vai continuar defendendo o Washington Redskins. Atualmente com 27 anos de idade, Foster chegou a Washington na semana 4 da temporada 2015 e, em 13 jogos disputados (cinco como titular), o camisa 54 somou 37 tackles e um fumble forçado.

Em suas primeiras quatro temporadas na NFL, Mason Foster defendeu o Tampa Bay Buccaneers, time que o selecionou na terceira rodada do draft de 2011. Em sua carreira, o linebacker soma 380 tackles, seis sacks, três fumbles forçados, três fumbles recuperados e três interceptações em 70 jogos.

– Mais Washington Redskins: além das renovações de Foster e de McCoy, a franquia da capital dos Estados Unidos também vai manter o defensive end Kedric Golston e o safety Duke Ihenacho.

– Chase Daniel: o quarterback, ex-Kansas City Chiefs, vai defender o Philadelphia Eagles, onde vai disputar vaga com Sam Bradford.

– George Iloka: o safety chegou a um acordo de cinco anos, com valor de US$ 30 milhões, e vai continuar defendendo o Cincinnati Bengals.

– Adam Jones: o cornerback fechou um novo contrato de três anos e vai continuar nos Bengals.

– Rolando McClain: o linebacker chegou a um acordo com o Dallas Cowboys e vai seguir na franquia. O contrato é de um ano de duração, com valor de US$ 5 milhões. Na temporada 2015, em 11 jogos disputados, ele somou 80 tackles e dois sacks.

– Haloti Ngata: o defensive tackle chegou a um acordo de dois anos, com valor de US$ 12 milhões, e vai seguir no Detroit Lions.

– Ian Williams: o defensive tackle acertou um contrato de cinco anos e vai continuar vestindo a camisa do San Francisco 49ers. Em 16 jogos como titular em 2015, Williams somou 65 tackles, um sack, um fumble forçado e um fumble recuperado.

– Brandon Brooks: o guard chegou a um acordo de cinco anos com o Philadelphia Eagles, como o time anunciou nesta quarta, e o contrato tem valor de US$ 40 milhões, segundo Adam Caplan, da ‘ESPN’ norte-americana. Selecionado pelo Houston Texans na terceira rodada do draft de 2012, ele se tornou o right guard titular em 2013.

– Damon Harrison: o defensive tackle, ex-Jets, chegou a um acordo com o New York Giants e vai reforçar a linha ofensiva da equipe.

– Mark Barron: o linebacker fechou um contrato de cinco anos, com valor de US$ 45 milhões, de acordo com Ian Rapoport, do ‘NFL.com’, e vai continuar no Los Angeles Rams.

– William Hayes: o defensive end fechou um acordo de três anos, com valor máximo de US$ 21 milhões, e também vai seguir nos Rams. As informações são de Ian Rapoport, do ‘NFL.com’.

– Tyvon Branch: o safety chegou a um acordo com o Arizona Cardinals e chega para ser titular da franquia. De acordo com a ‘ESPN’ norte-americana, o contrato do jogador é de dois anos, com valor de US$ 10 milhões.

Na temporada 2015, em 16 jogos, ele fez uma interceptação, retornada para touchdown, e também retornou um fumble para TD, sendo assim responsável por dois dos seis TDs defensivos dos Chiefs no ano.

– Dwight Lowery: o safety, ex-Indianapolis Colts, fechou um acordo de três anos com os Chargers e deve chegar para brigar por posição na secundária. Em 16 jogos na temporada passada, ele somou 76 tackles, quatro interceptações e oito passes defendidos.

– Derrick Johnson: o linebacker de 33 anos de idade chegou a um acordo de três anos, com valor de US$ 21 milhões, e vai continuar no Kansas City Chiefs, As informações são de Ian Rapoport, do ‘NFL.com’. Em 11 temporadas na franquia, o jogador somou 26,5 sacks e 820 tackles.

– Jaye Howard: o defensive end de 27 anos de idade fechou um contrato de dois anos, com valor de US$ 12 milhões, e também vai continuar vestindo a camisa dos Chiefs. Na temporada 2015, em 16 jogos, o atleta somou 57 tackles e 5,5 sacks.

– Derrick Shelby: o defensive end chegou a um acordo com o Atlanta Falcons e vai reforçar a linha defensiva da franquia. Segundo informações de Jeff Darlington, do ‘NFL.com’, o contrato do jogador com o time é de quatro anos, com valor de US$ 21 milhões. Shelby passou as primeiras quatro temporadas de sua carreira no Miami Dolphins, onde serviu sobretudo como substituto de Cameron Wake.

Em 2015, ele somou 3,5 sacks, 37 tackles e quatro passes desviados.

– Adrian Clayborn: o defensive end chegou a um acordo de dois anos de duração com os Falcons e, segundo informações da ‘ESPN’, o contrato de um valor base de US$ 9 milhões, podendo chegar até a US$ 14 milhões. Assim, o atleta vai seguir na franquia.

Após quatro temporadas no Tampa Bay Buccaneers, Clayborn vestiu a camisa de Atlanta em 2015 e, em 16 jogos, ele somou três sacks e um fumble recuperado.

– Coby Fleener: o tight end, ex-Indianapolis Colts, fechou um contrato de cinco anos de duração com o New Orleans Saints.

– Andre Johnson: como já era esperado, o wide receiver veterano foi dispensado pelo Indianapolis Colts nesta quarta.

– Mike Tolbert: o fullback chegou a um acordo de dois anos e vai seguir defendendo o Carolina Panthers.

– Jeremy Lane: o cornerback do Seattle Seahawks vai continuar na franquia do estado de Washington, de acordo com Ian Rapoport, do ‘NFL.com’.

– Michael Griffin: o ex-safety do Tennessee Titans chegou a um acordo de um ano com o Minnesota Vikings e, segundo o ‘NFL.com’, o contrato tem valor de US$ 3,5 milhões.

– Kenrick Ellis: o defensive tackle chegou a um acordo e vai continuar defendendo o Minnesota Vikings.

– Isa Abdul-Quddus: o safety, ex-Detroit Lions, fechou um contrato de três anos com o Miami Dolphins. O acordo tem valor de US$ 12,75 milhões, segundo Rapoport.

– Tracy Porter: o cornerback chegou a um acordo de três anos, com valor de US$ 16,5 milhões, e vai jogar no Chicago Bears.

– Bobby Massie: o offensive tackle chegou a um acordo de três anos com os Bears.

– Brian Quick: o wide receiver fechou um contrato de um ano, com valor de US$ 3,76 milhões, e vai continuar nos Rams.

– Thad Lewis: o quarterback, ex-Eagles, chegou a um acordo de um ano com o San Francisco 49ers.

– Nigel Bradham: o linebacker, ex-Buffalo Bills, fechou com o Philadelphia Eagles, segundo Albert Breer, do ‘NFL.com’.

– Marcedes Lewis: o tight end chegou a um acordo de três anos, com valor de US$ 12 milhões, e vai continuar no Jacksonville Jaguars.

– Ron Brooks: o cornerback fechou um contrato de três anos, US$ 6 milhões, com o Philadelphia Eagles, segundo o ‘NFL.com’.

Comments
To Top