NFL

Matt Ryan fala sobre derrota dolorosa no Super Bowl LI: “não há palavras”

Matt Ryan, quarterback do Atlanta Falcons

(Crédito: Instagram/reprodução)

Se de um lado houve a euforia por uma virada histórica, em um jogo com prorrogação que terminou com o quinto título da história do New England Patriots, do lado do Atlanta Falcons houve um gosto extremamente amargo misturado com uma sensação de perplexidade de deixar uma vantagem de 25 pontos escorrer pelos vãos dos dedos.

O Super Bowl LI teve um fim de pesadelo para a franquia da Geórgia e ele ficou evidente no semblante e nas palavras do quarterback Matt Ryan.

Um dia depois de faturar os prêmios de MVP e de Jogador Ofensivo do Ano da NFL, após uma temporada regular absolutamente fantástica em termos de produtividade, o camisa 2 tentou resumir o revés na decisão da temporada 2016 da National Football League.

“Não há nada que você possa realmente dizer. Não há palavras”, falou o signal caller de 31 anos de idade, depois do término do jogo no NRG Stadium, em Houston, no Texas.

O Atlanta Falcons liderou a liga em pontos durante a temporada regular, com média de 33,8 por partida, e foi esse mesmo ataque que não pontuou nas últimas quatro posses de bola na partida e que conseguiu apenas três primeiras descidas no último quarto.

“Não há nada para dizer. Essa é uma derrota difícil. Obviamente, (estou) muito decepcionado. (Os Falcons) estiveram muito perto de fazer o que queríamos fazer, mas é difícil encontrar as palavras”, observou.

Apesar do resultado negativo, Ryan fez uma partida muito consistente e saiu de campo com 17 passes certos de 23 para 284 jardas e dois touchdowns, tendo um passer rating excelente de 144.1. O quarterback dos Falcons sofreu cinco sacks para uma perda de 44 jardas e cometeu um fumble que acabou pesando bastante.

Para efeito de comparação, o New England Patriots fez 47 jogadas ofensivas a mais do que o Atlanta Falcons no Super Bowl LI (93 contra 46), sendo essa a maior disparidade da história dos playoffs da NFL, segundo o ‘Elias Sports Bureau’.

“Nós ficamos sem gás”, declarou o técnico Dan Quinn.

Matt Ryan se tornou o oitavo MVP consecutivo a jogar e perder o Super Bowl.

E, depois da derrota, o quarterback falou especificamente sobre duas posses de bola em que os Falcons acabaram deixando as coisas saírem do controle.

A primeira ocorreu com pouco mais de dois minutos restantes no terceiro quarto. Os Falcons estavam vencendo por 28 a 9 quando os Pats tentaram um onside kick, mas a bola foi recuperada pelo linebacker LaRoy Reynolds, dos Falcons, na linha de 46 do campo dos Patriots. Uma falta levou Atlanta até a linha de 41, porque o kicker Stephen Gostkowski, de New England, tocou na bola antes de ela percorrer 10 jardas.

Os Falcons então avançaram nove jardas em seguida, em passe de Ryan para Austin Hooper, mas Tevin Coleman perdeu uma jarda na jogada seguinte e Jake Matthews cometeu uma falta de holding. O quarterback dos Falcons então lançou um passe um passe incompleto e, logo depois, sofreu um sack para perda de nove jardas, o que tirou o time da área de field goal e levou os representantes da Geórgia a chutarem o punt.

“Nós simplesmente cometemos alguns erros e, contra um time como New England, esses erros acabaram custando caro para nós”, ressaltou. “Depois do onside kick, a oportunidade com campo curto, sentimos que deveríamos ter saído com pontos dali e não saímos”, relembrou.

Matt Ryan também rememorou a posse de bola dos Falcons no último quarto quando, com uma vantagem de 28 a 20, o time chegou até a linha de 22 jardas do campo dos Patriots com 4min40s remanescentes no tempo regulamentar. A equipe estava na zona de field goal e um chute deixaria a diferença novamente em duas posses de bola, mas Ryan sofreu um sack para perda de 12 jardas, Matthews novamente cometeu um holding e os Falcons novamente foram forçados a chutar o punt.

“Nós estávamos em zona de field goal (no quarto quarto) e então fomos empurrados para fora da zona de field goal. Nós sabíamos que tínhamos que ter saído com pontos em ambas as situações”, afirmou

O quarterback dos Falcons também sofreu um fumble após um sack no último quarto e os Patriots souberam aproveitar as chances para marcar pontos em todas essas posses de bola falhas do adversário.

“Claro, fizemos algumas coisas boas (…) simplesmente cometemos alguns erros em certas situações que nos colocaram atrás das correntes. Não conseguimos superar isso, e essa parte foi decepcionante”, finalizou Matt Ryan.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top