NFL

Marvin Lewis fecha novo contrato e segue como técnico do Cincinnati Bengals

Marvin Lewis, técnico do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

Mais uma vez o Cincinnati Bengals optou pela continuidade e não vai fazer uma mudança em seu principal cargo técnico. Marvin Lewis assinou um novo contrato de dois anos e continuará como head coach até a temporada 2019 da National Football League.

O anúncio da renovação do acordo entre treinador e organização foi feito na noite desta terça-feira (2).

“Marvin Lewis tem sido um membro importante da comunidade de Cincinnati e da família Bengals nos últimos 15 anos, e estamos felizes por termos chegado a esse acordo. Marvin fez contribuições significativas durante seu período aqui. Embora recentemente não tenhamos atingido nossas expectativas, temos plena confiança em Marvin para restabelecer o futebol americano vencedor em 2018”, declarou Mike Brown, dono dos Bengals, em comunicado oficial.

O técnico também agradeceu pelo voto de confiança.

“Minha família e eu estamos muito gratos pela oportunidade de permanecer em Cincinnati e continuar minha carreira com os Bengals. Meu trabalho é ganhar um título. Nós temos um elenco talentoso cheio de líderes veteranos e estrelas jovens emergentes, e eu estou empenhado em fazer as melhorias necessárias para colocar este time na melhor posição para vencer”, observou o head coach.

Atualmente com 59 anos de idade, Lewis é o segundo técnico que há mais tempo está no cargo em toda a NFL, perdendo apenas para Bill Belichick, comandante do New England Patriots.

Lewis chegou ao time em 2003 e ajudou na reconstrução de uma franquia que era considerada uma das grandes chacotas de toda a liga antes de sua chegada.

O Cincinnati Bengals ganhou quatro títulos da divisão AFC North e chegou aos playoffs em sete oportunidades em 15 temporadas com a equipe sob o comando do técnico. Apesar disso, os Bengals perderam seus sete jogos disputados na pós-temporada neste período, o que tornou Lewis o único técnico na história da NFL a perder seus primeiros sete jogos de playoffs, segundo levantamento do Elias Sports Bureau.

Em 15 temporadas no comando dos Bengals, maior período de um head coach no cago na história da franquia, Lewis soma 125 vitórias, 112 derrotas e três empates. Ele é o líder da história da organização em vitórias, derrotas e em aparições nos playoffs.

Na temporada 2017, Cincinnati teve sua segunda campanha negativa nos últimos dois anos e terminou com campanha de 7-9, após um 6-9-1 em 2016.

Antes, o time vinha de cinco classificações seguidas aos playoffs, entre 2011 e 2015, com cinco eliminações na rodada de wild card.

O técnico, que tinha acabado de cumprir seu antigo contrato, estava planejando buscar oportunidades em outros cargos na liga, como foi noticiado semanas atrás. Porém, parece que as duas partes entenderam que seria bom manter o vínculo.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top