NFL

Marshawn Lynch está de volta ao Seattle Seahawks; veja boletim de lesões/transações

Marshawn Lynch, running back da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Em situação crítica na posição de running back, o Seattle Seahawks tirou uma carta de sua manga e trouxe Marshawn Lynch. Sim, Beast Mode está de volta!

Doug Hendrickson, agente do jogador, confirmou o acerto do RB na madrugada desta terça (24). Na véspera de Natal, Lynch selou um contrato de um ano de duração com a organização.

Apesar de o contrato ser, na teoria, de um ano, ele vale apenas para a semana 17 contra o San Francisco 49ers e os playoffs, segundo Adam Schefter, da ‘ESPN’. Depois do término da temporada 2019, ele será um free agent.

Mais cedo nesta segunda (23), em informação apurada em primeira mão pelos jornalistas Ian Rapoport, Mike Garafolo e Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, já havia sido noticiado que o atleta estava viajando para Seattle para conversar sobre um possível retorno à equipe. Mais à noite, saíram as notícias dos exames médicos (que havia dado tudo certo e tal) e não deu outra.

Caneta no papel.

Lynch passou partes de seis temporadas nos Seahawks de 2010 a 2015. O jogador, cinco vezes selecionado para o Pro Bowl, então defendeu o Oakland Raiders nas últimas duas temporadas antes de aparentemente se aposentar em abril deste ano.

Apesar do tempo afastado da liga, os Seahawks estavam desesperados para reforçar a posição de running back antes do jogo importantíssimo contra o San Francisco 49ers, no próximo Sunday Night Football, duelo que vai definir o campeão da divisão NFC West.

Os Seahawks confirmaram que running back titular Chris Carson sofreu uma fratura no quadril durante a derrota para o Arizona Cardinals, neste domingo, o problema deve deixá-lo fora do restante da temporada. O técnico Pete Carroll disse que não há preocupação com a saúde a longo prazo do jogador.

A franquia do estado de Washington também está sem os running backs C.J. Prosise (braço fraturado) e Rashaad Penny (joelho) pelo restante do campeonato.

Lynch, atualmente com 33 anos de idade, correu para 376 jardas e três touchdowns em seis jogos com a camisa dos Raiders na temporada 2018.

Com a camisa dos Seahawks, ele superou as 1.000 jardas corridas em quatro temporadas consecutivas entre 2011 e 2014 e liderou a NFL em touchdowns corridos em 2013 e 2014.

Em sua carreira profissional até agora, Lynch soma 2.441 corridas para 10.379 jardas e 84 touchdowns, além de 287 recepções para 2.214 jardas e nove TDs, em jogos de temporadas regulares

O running back Robert Turbin, outro free agent e também ex-Seahawks, fechou com Seattle, como noticiou o jornalista Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, em primeira mão.

Turbin passou três temporadas em Seattle de 2012 a 2014, após ser draftado pelos Seahawks na quarta rodada do draft de 2012. Nesses três anos, foram 274 toques na bola para 1.355 jardas de scrimmage e dois TDs. Ele fez parte do time campeão do Super Bowl XLVIII em 2013 e, mais recentemente, defendeu o Indianapolis Colts em 2013.

Duane Brown passa por cirurgia – Em outra notícia relacionada ao departamento médico dos Seahawks, o offensive tackle Duane Brown está passando por cirurgia no joelho nesta segunda para consertar o menisco. A informação também foi noticiada por Ian Rapoport.

Rapoport acrescenta que a cirurgia exige um período de recuperação que varia entre duas e três semanas, o que pode possibilitar que o jogador de linha ofensiva retorne para os playoffs.

Confira mais notícias de lesões e outras transações na NFL nesta segunda (23) de semana 16:

– No Houston Texans, o wide receiver Will Fuller V é dúvida para atuar no último jogo da temporada regular contra o Tennessee Titans devido a uma lesão na virilha. A informação é da ‘ESPN’ norte-americana.

Já o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que Fuller não vai mesmo atuar contra os Titans e que a lesão parece ser algo que exigirá três semanas de recuperação.

O status de Fuller além da semana 17, incluindo o jogo dos Texans na rodada de wild card dos playoffs, também é incerto, depois que ele sofreu a contusão na primeira metade da vitória sobre o Tampa Bay Buccaneers, no último sábado. Após a partida, o recebedor disse que não sabia qual era a gravidade da lesão, mas disse que ia passar por uma ressonância magnética.

Vale lembrar que Fuller já perdeu quatro jogos nesta temporada 2019 devido a uma lesão no músculo posterior da coxa.

– No Baltimore Ravens, o running back Mark Ingram sofreu uma distensão na panturrilha, como foi confirmado após uma ressonância magnética, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. A franquia de Maryland será cautelosa com a distensão (ou ruptura parcial), mas a esperança é que Ingram esteja de volta a campo para os playoffs, baseado na gravidade da contusão. O técnico John Harbaugh descreveu a lesão como “leve a moderada”.

Harbaugh, aliás, anunciou nesta semana que o quarterback Lamar Jackson está entre vários titulares que não vão atuar no domingo contra o Pittsburgh Steelers, em jogo que não vale nada significativo para o time.

Além de Jackson e Ingram, outros titulares que não estarão em campo são o guard Marshal Yanda, o safety Earl Thomas e o defensive tackle Brandon Williams.

– No Pittsburgh Steelers, o quarterback Mason Rudolph deve ficar fora das atividades por várias semanas, depois de sair durante a derrota de domingo para o New York Jets com uma lesão no ombro. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A contusão de Rudolph faz com que Devlin Hodges seja o titular no domingo contra o Baltimore Ravens, com Paxton Lynch sendo o reserva. E, caso os Steelers se classifiquem aos playoffs, Rudolph não deverá estar disponível.

Em outra notícia do DM dos Steelers, o running back James Conner disse aos repórteres que passou por uma ressonância magnética em sua lesão no quadríceps, sofrida em sua carregada final na partida. O atleta não tem certeza da sua condição, pois está esperando os resultados dos exames, mas disse que sentiu que algo não estava bem após a jogada.

– No Philadelphia Eagles, o técnico Doug Pederson disse que o tight end Zach Ertz sofreu uma lesão na costela e passará por mais exames para que uma avaliação final da contusão seja realizada. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou posteriormente que Ertz sofreu uma fratura na costela.

O prazo para o retorno de Ertz ainda é duvidoso, “mas ele está bastante machucado”, de acordo com uma fonte consultada pela ‘ESPN’.

Em outra notícia, Eagles devem ter o running back Jordan Howard de volta após lesão nesta semana, segundo Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana. Howard perdeu os últimos seis jogos com uma contusão no ombro.

Com Howard prestes a retornar, a franquia vai dispensar Jay Ajayi, que correu para 30 jardas em 10 carregadas ao longo de três jogos após seu retorno à equipe.

Também nos Eagles, o wide receiver DeSean Jackson espera voltar ao time caso a equipe avance até a rodada de divisão dos playoffs. Jackson foi colocado na injured reserve no começo de novembro, depois de passar por cirurgia de músculo central. Assim, pelas regras da IR, ele não estará elegível para retornar antes da segunda rodada da pós-temporada.

Ainda seguindo nas inúmeras notícias de DM em Philadelphia, o cornerback Ronald Darby sofreu o que o técnico Doug Pederson classificou como lesão significativa no quadril e ele ficará afastado por um tempo. Rapoport noticiou que Darby está lidando com uma distensão no quadril e ficará afastado por algumas semanas. O defensor não precisa de cirurgia e sua recuperação é medida em semanas e não meses.

Pederson ainda disse que o offensive tackle Lane Johnson e o cornerback Jalen Mills estão sendo avaliados dia a dia com lesões no tornozelo, e que o wide receiver JJ Arcega-Whiteside (pé) “deve ficar bem” após sair mais cedo durante a vitória sobre o Dallas Cowboys.

– No Washington Redskins, o quarterback Dwayne Haskins foi descartado para a semana 17 contra o Dallas Cowboys, como disse o técnico interino Bill Callahan. Assim, Case Keenum será o titular no domingo.

Haskins sofreu uma entorse na parte superior do tornozelo, baseado nos testes iniciais, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Mas o jogador passará por uma ressonância magnética para que a gravidade exata da contusão seja detectada.

– No Dallas Cowboys, o linebacker Leighton Vander Esch recebeu boas notícias em relação à sua lesão no pescoço. A jornalista Jane Slater, da ‘NFL Network’, disse que, após uma série de testes, os médicos determinaram que uma cirurgia minimamente invasiva vai resolver os problemas de nervos que acabaram precocemente com a temporada do defensor.

Vander Esch passará pela cirurgia e deve estar de volta bem antes do training camp, como acrescentou Slater.

O técnico Jason Garrett confirmou a informação mais tarde nesta segunda, acrescentando que Vander Esch irá para a injured reserve juntamente com o guard Xavier Su’a-Filo, que passou por cirurgia na perna após ter um osso fraturado na derrota deste domingo para o Philadelphia Eagles.

Vander Esch perdeu os últimos cinco jogos com um problema de nervo inicialmente sofrido na vitória sobre os Eagles, no dia 20 de outubro. Ele voltou a atuar em dois jogos, mas não jogou desde que passou por mais testes e exames antes do jogo do dia 24 de novembro contra o New England Patriots.

Ele ia passar por mais testes semanas atrás, mas como ainda estava tendo sintomas, esses exames foram adiados. A crença é que o procedimento cirúrgico vai aliviar quaisquer problemas futuros envolvendo seu pescoço.

O linebacker tem problemas recorrentes no pescoço desde seus dias de futebol americano universitário em Boise State. Vander Esch usa um limitador para manter sua amplitude de movimento sob controle enquanto joga.

– No Arizona Cardinals, boas notícias. O quarterback Kyler Murray passou por uma ressonância magnética nesta segunda e o exame não revelou nada alarmante no músculo posterior da coxa do signal caller. O calouro está lidando com uma pequena lesão no local sofrida durante a vitória sobre o Seattle Seahawks.

Os Cards vão ver como Murray progride nesta semana antes de determinar sua condição para o último jogo da temporada regular de 2019 contra o Los Angeles Rams. O técnico Kliff Kingsbury afirmou após a vitória deste domingo que, se Murray estiver saudável, ele vai jogar.

Selecionado com a primeira escolha geral do draft de 2019, Murray saiu do jogo de domingo após sofrer a lesão muscular em uma corrida curta de terceira descida.

– No Tennessee Titans, os wide receivers Corey Davis e Kalif Raymond estão no protocolo de concussão, como disse o técnico Mike Vrabel.

– O Cincinnati Bengals oficialmente colocou o wide receiver A.J. Green na injured reserve. Green perdeu toda a temporada 2019 da NFL com uma lesão no tornozelo.

– No Oakland Raiders, o técnico Jon Gruden disse que o running back Josh Jacobs (ombro) tem chances de jogar na semana 17 e o offensive lineman Richie Incognito (tornozelo) é questionável. O head coach acrescentou que o cornerback Trayvon Mullen, que saiu de campo de maca após uma colisão, também pode estar disponível para o jogo deste próximo domingo contra o Denver Broncos.

– O Miami Dolphins está contratando o running back Samaje Perine, que estava no elenco de treinamento (practice squad) do Cincinnati Bengals. A informação foi apurada por Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O Minnesota Vikings listou os seguintes inativos para o Monday Night Football contra o Green Bay Packers: os running backs Alexander Mattison e Dalvin Cook, os defensive tackles Hercules Mata’afa e Jalyn Holmes, o guard Dru Samia, e os tackles Oli Udoh e Aviante Collins.

Durante a derrota para os Packers, no MNF, o linebacker Eric Kendricks sofreu uma lesão no quadríceps no segundo quarto e não retornou à partida.

– O Green Bay Packers listou os seguintes inativos para o Monday Night Football contra o Minnesota Vikings: o wide receiver Ryan Grant, o running back Dexter Williams, os cornerbacks Tony Brown e Ka’dar Hollman, o tackle/guard Alex Light, o tackle John Leglue e o tight end Jace Sternberger.

Na vitória sobre os Vikings, no MNF, o safety Will Redmond foi descartado para o restante da partida após machucar o músculo posterior da coxa. O running back Jamaal Williams sofreu uma contusão no ombro.

Comments
To Top