NFL

Marcus Peters e Sean Payton minimizam polêmica da temporada regular antes de reencontro na final da NFC

Marcus Peters, cornerback do Los Angeles Rams
(Crédito: Twitter/reprodução)

A menos de uma semana de um reencontro que todos querem ver, o conerback Marcus Peters do Los Angeles Rams preferiu se afastar da polêmica criada durante a temporada. Sean Payton, treinador do New Orleans Saints e também protagonista do caso, seguiu na mesma linha. Rams e Saints se enfrentam nesse domingo, no Superdome, a partir das 18h00 (de Brasília), valendo uma vaga no Super Bowl LIII.

“Eu vejo vocês [a imprensa] tentando fazer disso algo que não existiu, cara”, disse Peters, criticando a cobertura da troca de farpas com o treinador dos Saints. “Tenho todo o respeito por Sean Payton e o que ele faz. Durante o jogo, coisas acontecem, mas eu gosto do fato de que ele é competitivo. Quando eu estava no draft, era da mesma maneira quando tivemos uma reunião. Não foi nada para desrespeitá-lo. Droga, eu estava irritado. Não tive o jogo que eu gostaria de ter tido”.

O corner está se referindo a sequência de declarações entre ele e o treinador dos Saints na sequência da vitória dos Saints sobre os Rams durante a temporada regular. Payton foi o responsável pelo começo da polêmica ao cutucar Peters a respeito da jogada de 72 jardas sobre o jogador definindo o jogo.

“Eles iam colocar Peters sobre Thomas, e estávamos ok com isso. Nós gostamos desse duelo”, declarou o treinador antes de acrescentar: “Muito”.

Peters respondeu: “Diga a Payton para continuar falando m… Vamos nos encontar logo, tá ligado? Eu gostei do que ele estava dizendo na lateral também. Então diga para ele continar falando m… e espero que ele me veja logo”.

Payton também foi perguntado a respeitado do assunto nessa semana, e tentou desconversar antes de elogiar o cornerback, um quase alvo dos Saints no draft de 2015. “Estivemos muito perto dele, essa é a verdade. Tenho muito respeito por ele, e tudo está certo”, declarou o treinador.

Comments
To Top