NFL

Malcolm Jenkins não esconde frustração após derrota dos Eagles para os Saints

Malcolm Jenkins. safety do Philadelphia Eagles

(Crédito: Instagram/reprodução)

Malcolm Jenkins retornou ao Mercedes-Benz Superdome neste domingo (18) para reencontrar o New Orleans Saints, seu ex-time, e o duelo teve gosto amargo para o safety. Ele viu seu Philadelphia Eagles ser amassado e perder pelo placar de 48 a 7.

A derrota foi a maior por um atual campeão do Super Bowl na temporada seguinte ao título.

E a frustração do defensor ficou clara durante o confronto e também em sua entrevista pós-jogo.

As câmeras de transmissão flagraram Jenkins mostrando o dedo do meio para Sean Payton, técnico dos Saints e seu ex-chefe, depois que o time de Nova Orleans arriscou uma quarta descida para seis jardas no começo do último quarto, quando os donos da casa já estavam com 31 pontos de vantagem. No lance, o running back Alvin Kamara superou a marcação de Jenkins e anotou um touchdown de 37 jardas.

“Eu sou um competidor. Eu amo Sean até a morte. Eu sei que tipo de cara e treinador que ele é. Isso foi mais pessoal entre eu e ele”, declarou Jenkins à ‘NBC Sports Philadelphia’, após a partida. “Nós conversamos depois do jogo. Está tudo bem. Eu conheço Sean. Eles vão partir para cima. Eu fiquei mais chateado por isso ter sido em cima de mim”, observou.

Payton explicou a decisão de arriscar aquela quarta descida, frisando que não estava confortável em arriscar um field goal daquela distância e também que não queria se dar mal por não se manter jogando com tudo com quase um quarto ainda a jogar.

O head coach dos Saints rasgou elogios a Jenkins após a partida.

“Eu penso o melhor em relação a ele. Ele é um tremendo jogador. Eu odeio que ele tenha saído daqui. Esse provavelmente foi um dos maiores erros que cometemos aqui em 13 anos. Ele é feito de todas as coisas certas, e ele é um tremendo competidor”, ressaltou Payton.

Jenkins estava claramente insatisfeito depois do jogo. Normalmente um dos últimos a deixar o vestiário, ele saiu sem falar com a imprensa. Contudo, alguns repórteres conseguiram abordá-lo posteriormente e ele foi bastante contraído em suas respostas.

“(Ser) vencedor do Super Bowl na temporada passada não lhe garante um maldito jogo neste ano”, afirmou Jenkins, ao ser questionado sobre o péssimo aproveitamento dos atuais campeões. “Então, quando você olha para o que fizemos o ano todo, nossa campanha reflete a maneira como jogamos. É simples assim. Não há nada de nebuloso nisso. Basta ligar a fita e assistir. Você recebe o que você coloca”, finalizou.

Malcolm Jenkins foi selecionado na primeira rodada do draft de 2009 pelo New Orleans Saints, com a 14ª escolha geral. Ele ganhou um Super Bowl como calouro e jogou na organização da Louisiana por cinco temporadas antes de desembarcar no Philadelphia Eagles na free agency de 2014.

Comments
To Top