NFL

Malcolm Jenkins irá protestar durante o hino nacional em 2017

Malcolm Jenkins

(Crédito: Instagram/reprodução)

Malcolm Jenkins, safety do Philadelphia Eagles, levantou seu punho cerrado sobre a cabeça durante a execução do hino nacional dos Estados Unidos antes da partida de pré-temporada contra o Green Bay Packers. Mais cedo nesta quinta-feira, o jogador de 29 anos deixou claro que planeja continuar a manifestar ao longo da temporada de 2017.

“Na temporada passada eu levantei meu pulso como sinal de solidariedade para apoiar as pessoas, especialmente as pessoas de cor, que foram e continuam a perder suas vidas injustamente nas mãos de policiais com nenhuma ou poucas consequências. Depois de passar algum tempo com políticos do estado e a nível federal e organizações que lutam pelos direitos humanos, ficou claro que nosso sistema judicial ainda está paralisado as comunidades de cores através do encarceramento de massa”, disse Jenkins.

“Com o apelo a uma guerra contra o crime e as drogas, a opressão desproporcional das comunidades pobres e das comunidades de cores continuará a menos que os esforços legislativos e o engajamento da comunidade sejam prioritários. A reforma da justiça precisa ser uma prioridade”.

“Sinto que é necessário avançar com uma determinação implacável. Quero enviar uma mensagem de que não seremos facilmente demovidos ou dissuadidos de lutar pela justiça. Muitos jogadores na liga querem se juntar a mim para trabalhar em direção a uma nova legislação e restabelecer a confiança e as oportunidades em nossas comunidades e vocês podem esperar muito mais disso. Quero agradecer aos fãs de todo o país por me apoiarem nesse esforço de lutar por igualdade e justiça. Eu quero agradecer aqueles que dedicaram suas vidas a essa luta, pois sei que não é fácil. E quero desafiar aqueles que ficam em silêncio a serem corajosos e utilizarem suas plataformas para se tornarem parte da solução”.

Malcolm Jenkins levantou o pulso sobre a cabeça durante todos os jogos de 2016 com exceção de uma partida, a abertura da temporada contra o Cleveland Browns em 11 de setembro por respeito a aqueles que serviram o país e morreram no mesmo dia em 2001. Ele disse que o plano é repetir isso em 2017.

Ainda não está claro se algum companheiro de Philadelphia Eagles irá se juntar ao safety. No ano passado, os defensive ends Steven Means e Marcus Smith levantaram o punho na semana 2 como forma de demonstrar apoio. O cornerback Ron Brooks também protestou durante vários jogos antes de se lesionar.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top