NFL

Logan Ryan anuncia que não seguirá no Tennessee Titans; veja boletim

O cornerback Logan Ryan, atualmente um free agent, postou nesta terça-feira (5) em seu Instagram que seu “capítulo em Tennessee chegou ao fim”.

“Para os torcedores dos @Titans: Obrigado por todo o amor. A energia e o apoio da temporada passada foi o que levou a uma corrida épica. Aos meus companheiros de equipe dos Titãs: Eu amo todos vocês. Ser um líder e ganhar respeito é o que mais significou para mim. Ganhar ou perder, ficamos juntos e não recuamos por ninguém”, escreveu. “(…) Estou ansioso para continuar jogando em um nível de elite para uma organização que se encaixe perfeitamente para minha família e para mim. Todo mundo fique seguro e positivo durante esses tempos loucos. (Camisa) 26 Fora”, completou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

My chapter in Tennessee has come to a close. To the @Titans fans: Thank you for all the love. The energy and support this past season is what led to an epic run. To my Titans Teammates: I love all y’all. Being a leader and earning y’all respect is what meant most to me. Win or lose we stuck together and backed down from no one. (Hyenas) To the Animal Welfare Community: My foundation @rarf was founded and blossomed in TN. All those working hard to support our four legged friends I’m forever grateful. I’m looking forward to continue to play at an elite level for a organization that’s a great fit for my family and me. Everybody Stay Safe & Positive during these crazy times. 26 Out ✌?#MMCNB #PayDerrick ?

Uma publicação compartilhada por Logan Ryan (@loganryan) em

Ryan foi um verdadeiro faz-tudo nos Titans em 2019. Ele se tornou apenas o terceiro jogador desde 2000 a terminar uma temporada com pelo menos quatro sacks (4,5), quatro interceptações e quatro fumbles forçados.

Atualmente com 29 anos de idade, Ryan atuou sobretudo na função de nickelback, mas também foi muito usado em blitzes e na contenção do jogo corrido. O defensive back foi titular em todos os 16 jogos de uma temporada pela primeira vez em sua carreira de sete anos e teve seus maiores números na NFL em passes defendidos (18) e tackles totais (113).

Nos playoffs, a pick-six que ele fez em passe do quarterback Tom Brady, seu ex-companheiro de time no New England Patriots, selou a vitória dos Titans na rodada de wild card.

Selecionado pelos Patriots na terceira rodada do draft de 2013, com a 83ª escolha geral, Logan Ryan soma 494 tackles totais, 17 interceptações, 11 sacks e oito fumbles forçados, além de 78 passes defendidos.

Confira mais movimentações importantes na NFL nesta terça (5):

– O wide receiver Quincy Enunwa, do New York Jets, que atuou em apenas um jogo em 2019 devido a uma lesão no pescoço, não vai atuar na temporada 2020 depois de ser colocado nesta terça na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list). O anúncio foi feito pela franquia.

Este era o caminho esperado para Enunwa, atualmente com 27 anos de idade, cuja carreira promissora na NFL pode estar acabada.

A franquia nova-iorquina também colocou o wide receiver Josh Bellamy (ombro) na lista PUP, o que também o deixará fora da temporada 2020.

Enunwa perdeu a temporada 2017 por causa de uma cirurgia no pescoço e depois voltou a lesionar o pescoço na estreia do time em 2019. Quando a temporada terminou, ele disse que queria continuar jogando, mas não tinha certeza se seria clinicamente liberado.

– Em outra notícia dos Jets, a equipe trouxe um nome bastante experiente para seu backfield ofensivo e contratou o running back veterano Frank Gore sob contrato de um ano de duração. A contratação foi confirmada por Drew Rosenhaus, agente do atleta, ao jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Gore, que está completando 37 anos de idade em maio, vai entrar em sua 16ª temporada na National Football League e vestirá sua quinta camisa diferente na liga. Será seu terceiro time consecutivo da divisão AFC East, já que ele defendeu o Miami Dolphins em 2018 e o Buffalo Bills em 2019.

Nos Jets, o running back vai trabalhar de novo com o head coach Adam Gase, que foi seu comandante nos Dolphins. Naquele ano de 2018, Gore liderou a franquia da Flórida em corridas (156) e jardas terrestres (722).

Agora no time de Nova York, Gore vai dividir a carga no backfield ofensivo com Le’Veon Bell, que não teve um bom primeiro ano nos Jets em 2019.

Frank Gore terminou a temporada 2019 na terceira posição da história da NFL em jardas corridas (15.347 na carreira), corridas (3.548) e em toques na bola (4.016), além de estar em quarto em jardas a partir da linha de scrimmage (19.243). Ele soma 79 touchdowns na carreira.

Igualmente nesta terça, os Jets dispensaram os seguintes jogadores: o defensive end Charles Tapper, o running back Jalin Moore, o cornerback Kyron Brown e o wide receiver Keon Hatcher.

– O defensive end veterano Aaron Lynch fechou com o Jacksonville Jaguars, como anunciou a equipe.

Lynch passou as últimas duas temporadas no Chicago Bears, onde disputou 29 jogos (três como titular). Ele atuou nos últimos dois anos sob contratos de um ano de duração e, neste período, ele somou cinco sacks, 22 tackles, três passes defendidos e uma interceptação como defensor rotacional.

Selecionado na quinta rodada do draft de 2014 pelo San Francisco 49ers, Lynch soma 20 sacks e 105 tackles em seis temporadas na NFL até agora.

– O New York Giants exerceu os direitos sobre o contrato do quarterback Cooper Rush, um dia depois de ele ser dispensado pelo Dallas Cowboys.

Rush entrou na liga em 2017, como free agent não-draftado, e conquistou seu posto como quarterback número 2 da franquia texana, sendo o reserva direto de Dak Prescott durante os últimos anos do técnico Jason Garrett como head coach dos Cowboys. Garrett agora é coordenador ofensivo dos Giants.

Como reserva de Prescott, ele lançou apenas três passes em três anos no Texas e nenhum nos últimos dois anos.

– O Baltimore Ravens chegou a um acordo de um ano de duração com o linebacker Pernell McPhee e o jogador vai seguir na franquia de Maryland.

Os Ravens também fecharam contrato com o defensive tackle calouro Broderick Washington, selecionado na quinta rodada do draft de 2020. Assim, ele é o primeiro novato selecionado neste ano a assinar seu contrato.

– O Los Angeles Chargers anunciou nesta terça que contratou Pep Hamilton como treinador de quarterbacks. Hamilton valorizou seu currículo neste ano ao trabalhar como head coach do D.C. Defenders, time da XFL.

– O Las Vegas Raiders está contratando o offensive lineman Sam Young sob contrato de um ano de duração, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A franquia de Nevada também cortou o quarterback DeShone Kizer, como noticiou Tom Pelissero, também da ‘NFL Network’. Kizer não atuou em nenhum snap sequer em sua única temporada nos Raiders.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2017, Kizer atuou em 18 jogos na NFL, sendo 15 como titular, em três anos na liga.

– O Tampa Bay Buccaneers recontratou o offensive tackle Josh Wells, como anunciou a equipe da Flórida.

Comments

Popular

To Top