NFL

Le’Veon Bell não decidiu se passará por cirurgia na virilha; veja as manchetes da quarta

Le'Veon Bell, running back do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Instagram/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Le’Veon Bell, running back do Pittsburgh Steelers, perdeu boa parte da partida contra o New England Patriots no AFC Championship Game por causa de uma lesão na virilha. Em entrevista ao ‘Good Morning Football’, da ‘NFL Network’, Bell disse que ainda está decidindo se ele vai precisar passar por uma cirurgia ou não.

“Estou no processo de ver alguns médicos para decidir se vou passar por uma cirurgia ou não”, disse Bell. “Eu estou esperando o melhor, mas eu entendo que é um jogo difícil. Se eu não passar pela cirurgia, eu vou para o processo de reabilitação e vou trabalhar duro para voltar como eu estava no ano passado ou melhor”.

– Scott Green, diretor executivo da Associação dos Árbitros da NFL, disse que planeja conversar com o chefe sindical DeMaurice Smith sobre a contestação pública dos jogadores e quer que a liga publique as multas emitidas pelos jogadores por tais ofensas. Uma das preocupações é que os jogadores estão indo longe demais nas críticas aos árbitros.

– Matt Ryan ainda tem mais dois anos de contrato, mas Thomas Dimitroff, general manager do Atlanta Falcons, deixou claro que pretende discutir uma extensão antes de 2018. “Acho que essas são coisas que vamos continuar a falar durante a offseason”.

– Roger Goodell, comissário da NFL, revelou que o ex-presidente George H.W. Bush e sua esposa, Barbara, serão o responsável pelo cara ou coroa antes do Super Bowl.

– Apesar de ter se aposentado, o ex-head coach Gary Kubiak continua falando sobre o Denver Broncos e disse que ele acredita que Trevor Siemian e Paxton Lynch podem ser quarterbacks titulares na NFL.

“Esse é um problema bom para se ter”, disse ele, quando perguntado pela briga pela titularidade. “Acho que ambos vão ser titulares na liga, mas é como eu disse a eles: só um pode ser o cara lá”.

– O linebacker Kyle Van Noy não gostou de ser trocado pelo Detroit Lions para o New England Patriots, mas ele está bem agora com a mudança. “Estou em um lugar melhor agora. Estou no Super Bowl”.

– Apesar de Victor Cruz ter dito que a viagem para Miami não valeu a pena, o running back Rashad Jennings não acredita que o New York Giants foi eliminado nos playoffs só por isso. “Nós não terminamos nossas campanhas ofensivas. Nós não pontuamos como precisamos. Eu sinto que deixamos nossa defesa na mão”.

– Chris Long finalmente está em uma equipe vencedora, já que estava nos Rams e só ganhou 39 partidas com a sua antiga equipe, contra 16 – incluindo playoffs – com o New England Patriots e brincou com o fato de estar no Super Bowl na sua primeira pós-temporada.

“Eu brinco, toda vez que estou nos playoffs, parece que vou ao Super Bowl”, disse ele. “Eu estou um de um, então isso é uma coisa boa”.

– Corey Davis, wide receiver de Western Michigan, é considerado uma escolha de primeira rodada, mas passou por uma cirurgia pequena no tornozelo no mês passado e não vai correr no combine. Ele estará pronto para o minicampo como calouro e lesão é descrita como “extremamente pequena”.

– O Detroit Lions está no processo de revelar uma nova identidade de marca, com novos logotipos, cores e uniformes. Uma das novidades é que a equipe não utilizará a cor preta, que está presente desde 2003.

Comments
To Top