NFL

LeSean McCoy: Colin Kaepernick não vale a “distração” que ele traz

LeSean McCoy, running back do Buffalo Bills

(Crédito: Twitter/reprodução)

Em meio aos protestos em apoio a Colin Kaepernick e todo o debate que segue, já que o quarterback não arranjou um novo emprego desde que optou por sair do San Francisco 49ers, LeSean McCoy trouxe uma visão distinta partindo de um jogador da NFL.

O running back do Buffalo Bills falou nesta quinta-feira (24) que Kaepernick não é um jogador bom o suficiente para fazer valer a pena a “distração” que ele traz à franquia que eventualmente contratá-lo.

“É muito mais do que apenas ele não ter um time porque não quer ficar em pé durante o hino nacional. Isso pode ter algo a ver com isso, mas eu acho que tem muito a ver com seu jogo. Tenho certeza de que muitos times não gostariam que ele fosse o quarterback titular deles. Esse caos que vem junto com isso é muito”, declarou. “Como um time, tentando vencer e não ter uma distração, apenas aceito isso como jogador – há certos jogadores que podem estar no time com grandes distrações, e há outros jogadores que não são bons o suficiente ou não vale a pena. Eu acho que a situação dele é que ele não é bom o suficiente para tê-lo no time com toda a atenção que vem junto com ele. Tenho certeza que se é um cara como (Tom) Brady ou qualquer um que seja seu jogador favorito – Odell Beckham ou um cara assim – você lida com essa atenção e o coloca para jogar”, prosseguiu.

McCoy então foi questionado sobre como a situação de Kaepernick se compara ao do ex-quarterback Michael Vick, que foi companheiro do running back no Philadelphia Eagles, em 2009. Vick passou um tempo na prisão devido ao seu envolvimento em um esquema de rinhas de cães.

“Ele é 10 vezes melhor do que Kaepernick”, falou McCoy sobre Vick. “Você vai lidar com essa situação, essa atenção, o aspecto de mídia. A boa, a má atenção que você receberá. Comparado a Kaepernick, é como, ele não é tão bom (o suficiente) como jogador para lidar com isso”, pontuou. “Então, pessoas de fora do esporte não sabem disso. Elas veem apenas o lado do homem negro protestando por uma boa razão (e) a NFL está contra ele, mas acho que é mais do que isso. Eu acho que tem um pouco disso. Mas também tem que lidar com ele na equipe que você está tentando construir. Há muitas pessoas de fora (que) podem atrapalhar uma equipe. Eu posso ver os dois lados, realmente posso”, falou.

LeSean McCoy ainda opinou nesta quinta que Colin Kaepernick, ainda sem emprego a poucos dias do início da temporada regular, não conseguiria vaga no elenco de “certos times” da NFL.

“Você apenas tem que olhar para todos os lados. Se eu sou um proprietário ou o GM de um time, eu quero colocá-lo em meu time? Ele é bom o suficiente para estar no grupo, até mesmo para lidar com tudo o que está acontecendo? Isso é algo com o qual eu não concordo”, finalizou o running back do Buffalo Bills.

Comments
To Top