NFL

Lesão de George Fant ofusca boa vitória dos Seahawks sobre os Vikings

George Fant, tackle do Seattle Seahawks

(Crédito: Twitter/reprodução)

A semana 2 da pré-temporada teve sequência na noite desta sexta-feira (18) e, jogando em casa, o Seattle Seahawks derrotou o Minnesota Vikings pelo placar de 20 a 13. A atuação boa da franquia do estado de Washington, contudo, acabou sendo ofuscada pela lesão de George Fant.

O left tackle titular de Seattle saiu no meio do segundo quarto, depois de sofrer uma contusão no joelho que acabou se confirmando após a partida como uma ruptura no ligamento cruzado anterior, o que vai encerrar a temporada do atleta precocemente. O camisa 74 estava ajudando nos bloqueios em uma jogada de passe quando o center Justin Britt, companheiro de time que estava no chão, se enrolou com ele. Os médicos dos Seahawks retiraram Fant de campo.

George Fant foi titular em 10 jogos na posição de left tackle no ano passado e era projetado para ser titular na função novamente. O desfalque dele por lesão será um baque e tanto na linha ofensiva.

Voltando ao jogo, o quarterback titular Russell Wilson comandou muito bem o ataque dos Seahawks na primeira metade de jogo e liderou duas campanhas que resultaram em touchdowns. O camisa 3 fechou a partida com 13 passes certos de 18 para 206 jardas e dois touchdowns.

A partida também representou um grande teste para o backfield de Seattle. Sem Thomas Rawls, poupado depois de uma entorse no tornozelo sofrida no treino, o contratado Eddie Lacy e os demais running backs tiveram a chance de mostrar serviço.

Lacy teve uma atuação apagada, correndo seis vezes para 20 jardas, e acabou sendo ofuscado pelo calouro Chris Carson, que demonstrou mais ritmo e habilidade para achar espaços para corridas, fechando a noite com seis corridas para 27 jardas e uma recepção para 17 jardas.

Do lado dos Vikings, o QB titular Sam Bradford acertou sete passes de 11 para 95 jardas. O único touchdown do time na noite saiu em passe de 21 jardas do quarterback Taylor Heinicke para Bucky Hodges. Heinicke fechou com seis passes certos de nove para 84 jardas, um TD e uma interceptação.

O maior destaque individual de Minnesota foi o running back calouro Dalvin Cook, que correu sete vezes para 40 jardas e ainda fez uma recepção para 10 jardas.

O duelo desta noite também representou uma ‘vingança’ para Blair Walsh. O kicker, que agora está no Seattle Seahawks, perdeu seu emprego após errar um field goal de 27 jardas que daria a vitória ao Minnesota Vikings sobre os Seahawks na rodada de wild card dos playoffs da temporada 2015. E nesta sexta ele jogou bem contra seu ex-time.

Ele acertou dois de três field goals chutados na noite, acertando dois de 52 jardas no terceiro quarto. A comemoração do chutador foi provocando os Vikings. Nada melhor do que o gosto de dar a volta por cima, não é mesmo?

Não podemos deixar de notar também o apoio que Justin Britt deu ao companheiro de time Michael Bennett no protesto durante a execução do hino nacional dos Estados Unidos, antes do início da partida.

O center ficou em pé ao lado do defensive end para demonstrar que entende a causa dos protestos. O tema vem chamando a atenção em toda a NFL e não deve acabar tão cedo.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top